Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



os memes "oficiais" dos jogos olímpicos

por Maria Araújo, em 21.08.16

Com pena minha os Jogos Olímpicos acabam hoje.

Penso que foi o ano que mais modalidades vi, se bem que 4 horas de diferença fazem muita diferença, à noite dava-me o sono, adormecia no sofá, quando acordava era hora de cama e não de ver jogos .

Dentro de minutos,  temos a cerimónia de encerramento que vai ser fantástica, com certeza, como foi a de abertura.

Andava  aqui a ver o quadro das medalhas, passei de site para site e cheguei a este com alguns memes.

Transcrevo:

"Acontece que o Brasil é o país dos memes, no plural mesmo. Separamos alguns dos principais — bem superiores ao #phelpsface — que merecem o título de meme oficial da Olimpíada do Rio."

 

 

E Portugal não escapou, pois claro!

 

JO1.png

 

 

 

JO3.png

 

JO2.png

 

JO4.png

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

parabéns Brasil

por Maria Araújo, em 14.08.16

duas medalhas de uma só vez.

Lágrimas merecidas para os dois atletas de ginástica no solo, Diego Hipólito e Arthur Mariano.

Que emoção!

o-DIEGO-HYPOLITO-facebook.jpg

RIOEC86159CTT_1536x864.JPG

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

a beleza das coroas de henna nas mulheres carecas

por Maria Araújo, em 26.10.15

carecas.png

 

 

Não há palavras. Mas há o vídeo aqui, no programa  Mais Você

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há amizades

por Maria Araújo, em 22.10.15

que conquistam(os) e ficam para sempre no nosso coração.

Há cerca de 20 anos, conheci a Márcia. Amiga de amigas minhas, engenheira de profissão, uma mulher que conquistava as pessoas, tinha amiga (o)s cá em Braga, no Porto, em Guimarães..

Vivia sozinha, tinha um apartamento a dois passos do centro da cidade,  moderno, muito prático. De vez em quando fazíamos jantares, convivíamos, falavamos das nossas vidas. Eramos um grupo divertido.

Penso que viveu cá cerca de 10 anos. 

Entretanto, um dia, em Santiago de Compostela, conheceu aquele que viria a ser o seu marido, brasileiro, também, ambos da mesma cidade (uma história engraçada, a deles).

Em 1999, os pais vieram cá passar o Natal. Um ano depois, o pai adoeceu, ela decidiu regressar ao Brasil. O namorado por lá, queriam casar, foi uma decisão ponderada.

Contactávamos por e-mail, telefonávamos. Entretanto, mudei de número de telefone e de mail, o tempo foi passando, sabia dela por uma das nossas amigas a quem, de quando em vez, ligava.

Nasceu a primeira filha, agora com 11 anos.

Soube que vivera entre África e o Brasil, perguntava por ela, mas as notícias eram parcas.

Em setembro, encontrei uma das amigas do grupo, que não via há algum tempo, perguntei pela Márcia... E foi então que soube que ela estava com intenção de voltar para Braga.

Fiquei estupefacta.  E o marido e a filha (duas, pois, entretanto, nascera outra menina, agora com 5 anos)? Como assim? O que os levou a virem para Portugal ?.

Hoje, fui ao centro da cidade, estava alguma confusão com os adeptos do Marselha que provocaram alguns distúrbios com bombas e a polícia em peso a controlar a situação, decidi deixar para amanhã o que queria fazer, vinha a descer a avenida e ouço alguém chamar-me.

Olho para o lado de onde vinha a voz e vejo-a. 
"Márcia! Nem acredito!"

E um longo abraço trocamos. E voltamos a abraçar-nos.

A seu lado uma criança, a filha mais nova. Loirinha, cabelo comprido, e muito impaciente para ir brincar para o parquinho (que saudades ouvir o meu sobrinho neto carioca pedir-me para o levar ao parquinho).

Vinham do jardim de infância, que por coincidência ( e dizem que não há coincidências) é o da escola EB 1º ciclo em frente à minha casa. 

Um relatório pormenorizado da sua vinda para cá.

A ideia era viverem numa cidade perto de Lisboa, o marido viaja muito pela Europa e África, mas arranjar emprego por lá era mais complicado. Em Braga seria possível voltar ao que ela muito gostara de fazer. E com os contactos certos, ficara aberta a hipótese de recuperar o seu lugar.

Depressa tratou de tudo.

Há cerca de três semanas que está cá ( as filhas e o marido vieram mais tarde), uma amiga ofereceu-lhe estadia, contactou imobiliárias, alugou um apartamento a cinco minutos do centro.

Conhece as pessoas certas, conseguiu escolas para as filhas, foi rever os colegas de trabalho, não tem parado de pôr tudo em ordem para começar a trabalhar, já dentro de 15 dias.

Disposta a comprar móveis novos, os amigos providenciaram camas para as filhas e para o casal, têm mobiliário à disposição para a casa.

Convidou-me para conhecer o marido e a filha mais velha, que parece ter-se adaptado muito bem à escola. Ficou combinado quando tudo estivesse em ordem lá por casa, ia conhecer a família.

Trocámos os números de telemóvel, mostrei a minha disponibilidade para ir buscar a menina ao jardim de infância, quando, por algum motivo, tiver de sair mais tarde do trabalho.

E em quase 2h que estivemos juntas, falamos de nós, das amizades, do quanto este regresso a faz feliz, sobretudo perceber que nenhum amigo a esqueceu... " Foi como se tivesse ido de férias por algum tempo e tudo regressasse ao normal", comentou.

E passaram 14 anos!

Ah!  E eu ganhei mais duas sobrinhas. Ela diz à filha que sou a tia L, ahahahahahah!

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os cardápios dos restaurantes

por Maria Araújo, em 16.06.15

 

 

do Brasil, para em Inglês o estrangeiro escolher.

enhanced-27674-1396884787-20.jpg

enhanced-30301-1396883963-20.jpg

enhanced-17971-1396884786-10.jpg

 

enhanced-17041-1396884786-14.jpg

 mais, aqui no Buzffeed.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

22 de abril e o Brasil

por Maria Araújo, em 22.04.15

 

descobrimento_brasil_-_museu_historico_nacional_-_

 

Hoje, também um dia histórico importante, comemoram-se os 515 anos da chegada dos portugueses à Terra de Vera Cruz.

Uma amiga virtual  e blogger duas vezes escreveu na sua página do FB, o seguinte:

 

lillian.png

 

Lembrei-me de procurar o porquê de os portugueses darem o nome Brasil a esta terra e encontrei aqui a exlicação,  que passo a transcrever.

 

Nomes do Brasil

 

- Pindorama : nome de nossa terra atribuído por algumas tribos indígenas. Em tupi-guarani significa terra das palmeiras. Esse nome foi mais usado no período anterior à chegada dos portugueses ao Brasil (1500).

 

- Terra de Vera Cruz (de 1500 a 1501): nome provisório de referência cristã.

 

- Terra de Santa Cruz (de 1501 a 1503): nome provisório de referência cristã.

 

- Brasil (de 1503 a 1824): nome dado pelos portugueses em função da grande quantidade de árvores de pau-brasil existentes na região do litoral brasileiro. A palavra Brasil deriva de brasa, pois esta árvore possui uma seiva avermelhada, cor de brasa.

 

- Império do Brasil (1824 a 1891): após a Independência do Brasil (1822), D.Pedro I ordenou a elaboração de uma nova constituição. Nesta, promulgada em 1824, ficou definido o novo nome do país, fazendo referência ao sistema imperial de governo.

 

- Estados Unidos do Brasil (1891 a 1969): com a Proclamação da República, o nome de nosso país mudou novamente, pois era necessário retirar a referência aos sistema monárquico. A expressão "Estados Unidos" reforçava a unidade territorial e o sistema federativo.

 

- República Federativa do Brasil (1969 até os dias de hoje): o nome do país foi alterado na Constituição de 1969, reforçando assim o termo que faz referência ao sistema republicano.

 

Não é feriado para os Brasileiros, (pois, nós também ficamos sem quatro feriados),  mas há quem faça referência a este importante dia 22 de abril.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Carnaval, a natureza e o desfile

por Maria Araújo, em 15.02.15

10982355_777016452367577_1258527095359275221_n.png

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O termómetro do tempo

por Maria Araújo, em 23.01.15

Neste mês de janeiro o frio está para ficar, mas prefiro-o à chuva que nos molha, que nos tolhe os movimentos, à saída de casa.

E por que ninguém está bem com o que tem, li há pouco que os 98% dos Brasileiros que se queixam do calor, queixam-se do frio, também, sendo motivo de conversa em todo o lado, mas quando as temperaturas estão amenas, nem no elevador há motivo de conversa.

Ora por cá, penso que não difere muito dos nossos irmãos das Terras de Vera Cruz.

Quando está frio e chuva, reclamamos, quando está calor, reclamamos.

E eu sou uma das que reclama, sobretudo quando está muita chuva e no verão quando as temperaturas passam dos 30º C.

Estamos no estação do frio, não temos que reclamar.

dc426939236929627b7bf08f1556cde5.jpg

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

" Glória"

por Maria Araújo, em 10.09.14

 

 

 

Domingo, fui ver o filme "Glória".
Glória não é uma mulher bonita e fatal ( o que mostra que muitas mulheres não precisam da beleza para mostrarem o quão são sedutoras e "bonitas") criou no espectador uma doce e serena empatia, uma auto-análise sobre o que é ser-se sozinha e madura, cheia de vida, umas vezes,  feliz, outras vezes, triste, com muito amor para partilhar.
Divorciada, uma boa relação com os filhos, precisa de encontrar o amor, que procura nos salões de baile frequentados por pessoas maduras.
Envolve-se com um homem reformado e divorciado. Ele não assume a relação, não corta os laços que o une à ex-mulher e às filhas....
As músicas são lindas, ela vive-as cantando enquanto conduz, até que, numa reunião de amigos, duas surpreendeentes baladas cantadas em português, enterneceram o espectador: "Águas de Março" de Tom Jobim, que  é executada e interpretada pelos actores e, no final," Lança Perfume" , de Rita Lee e Roberto Carvalho.
Um filme delicioso, um final deslumbrante (deixou-me feliz).
Um excelente e merecido prémio, Urso de Ouro, de melhor actriz no Festival de Berlim de 2013.

Gloria, faltas en el aire,
falta tu presencia, cálida inocencia;
faltas en mi boca que sin querer te nombra,
y escribiré mi historia con la palabra Gloria.
Porque aquí a tu lado
la mañana se ilumina,
la verdad y la mentira
se llaman Gloria.

Gloria, faltas en el aire,
faltas en el cielo,
quémame en tu fuego,
fúndeme en la nieve
que congela mi pecho,
te espero, Gloria.

Gloria (Gloria), campo de sonrisas,
agua en el desierto,
corazón abierto.
Aventura de mi mente,
de mi mesa y de mi lecho,
del jardín de mi presente,
te espero, Gloria.

...

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem diria, hein?!

por Maria Araújo, em 08.07.14

Que goleada!

Afinal, não fomos só nós.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR