Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Festividades da Semana Santa

Todas as procissões foram canceladas.

Apesar da chuva, e porque tive de sair, ontem e hoje, os visitantes espalhavam-se pelo centro histórico.

Lamentavelmente, as esplanadas estavam vazias.

Fui a uma Feira na Casa dos Coimbras, tinha visitantes mas pareceu-me que as vendas estavam fracas.

Gosto de sair à tarde na 5a Feira Santa porque é o dia que os farricocos andam pelo centro histórico a fazerem ouvir-se as matracas.

Estava no Instagram e vi um vídeo, em que mostra os farricocos em frente à Câmara, a agitarem-nas.

À chuva, cumpriram a sua missão da Páscoa.

Tivemos anos com chuva e frio durante a Semana Santa, mas nem sempre as procissões foram canceladas porque à noite havia tréguas.

Este ano foi triste.

Screenshot_2024-03-30-18-14-26-475_com.instagram.a

 

Amanhã, vou passar a Páscoa, com parte da família, em Ofir.

As previsões dão sol para Esposende.

Com chuva ou sem, este ano a Páscoa é lá.

Uma Santa Páscoa para todos.

 

 

 

 

que tarde de sábado!

Hoje, às 06:30h, a minha gata decidiu acordar-me.

Miava, miava, eu perguntava " o que queres?", ou "shiu! cala-te!" (o meu receio é que os mios dela acordem os vizinhos).

Entrou no quarto e senti o nariz perto da minha cabeça.

Disse-lhe, batendo com a minha mão no edredão: "deita-te ali!"

Ela adora deitar-se aos pés da cama, mas há algum tempo que não vem para o quarto.

Pasado uns quantos minutos, calou-se.
Tentei voltar a adormecer.

E acordei com o despertador.

Tinha aula de Pilates às 10:00h no ginásio. E foi muito puxada. Mas é para isso que lá estou.

Depois da aula, tomei banho, lá, e quando já estava pronta para vir, decidi sentar-me no sofá, o bar estava cheio e eu também já tinha tomado café) deixei-me estar com o telemóvel a ver as notícias, ler alguns blogues. Foram 30 minutos de sossego.

Vim para casa.

Tinha o almoço adiantado, pus a roupa a lavar.

Enquanto almoço, o sol entra pela janela da sala, é um consolo olhar através dos vidros, ver sempre a mesma paisagem, e deixar-me levar pelos pensamentos.

Ora, quando o sol entra pela janela, vê-se bem a sujidade dos vidros.

Há muito que quero lavá-los,mas com a chuva era impossível, ou se estava sol, nesse dia não dava, tinha outras coisas para fazer, ou não me apetecia fazer este serviço que a empregada há muitos anos não faz. Ela pega num pano, nem sei se é seco, se húmido, passa-o nos vidros até onde os braços chegam. E ficam pior.

Eu sei que nunca usa o limpa vidros porque fui eu que o usei quando comprei,em tempos, e o nível é sempre o mesmo. E eu não lhe digo nada. Ela está muito limitada nos movimentos. Eu entendo, e deixo passar. É uma boa pessoa, confio nela, faço eu o serviço pior quando posso ou me apetece.

Então, decidi limpar os vidros.

Eu tenho cinco janelas com dois caixilhos, logo cada uma tem quatro vidros, logo são 20 vidros.

Limpei 4 janelas. Ficou uma por limpar. Os vidros da varanda são mais fáceis. 

Estive hora a limpá-los.

Depois, aspirei o colchão e o quarto.

Fiz a cama.

Passei para as outras divisões. Aspirei tudo.

Passo a mopa de móveis nas portas e nos roupeiros.

Limpei a casa de banho.

Foram mais 3 horas que levei a fazer isto.

Tomei um chá por volta das 18:15h.

Liguei o pc.

Quando me sentei para escrever qualquer coisa, acabei por escrever sobre este dia, percebi que estava mesmo cansada.

Que tarde de sábado!

Ainda não liguei o televisor. Está sempre desligado durante o dia.

Hoje, dá o jogo Braga-Estoril. Vou ver.

A minha amiga Mafalda não foi a Leiria, porque não tinha companhia.

Eu disse-lhe que eu até ia,mas não nos autocarros que o Braga disponibilizou para os adeptos.

Se fosse, ia por minha conta.

Mas só hoje soube que não ia, porque ,demanhã,no sofá do ginásio, perguntei-lhe se já estava a caminho.

Ganhe quem ganhar, que seja um bom jogo.

Bom fim-de-semana.

clave.jpg

 

Já agora, e porque há algum tempo que não tenho  publicado a música de sábado, fui ao Porto ver Candlelight Queen e Coldplay, os músicos são portugueses, de Aveiro, mas não encontrei no youtuve nenhuma gravação.

Fica esta:

 

 

os Guerreiros

vão a jogo com o grande Real Madrid.

O que vos desejo, Guerreiros, é que joguem tão bem quanto jogaram no vosso estádio.

Seria bom que ganhassem o jogo.

Contudo, não vencendo, saiam desse lindo  estádio,  Santiago Bernabéu, de cabeça erguida.

Já sois campeões defrontarem uma grande equipa. A melhor das melhores 

Os vossos adeptos estão convosco.

 

Screenshot_2023-11-08-13-57-12-373-edit_com.instag

Sobre o jogo dos Campeões

Chove muito esta manhã na cidade da Liga dos Campeões.

A meteorologia prevê melhoria para a tarde.

Espero que sim

Hoje, vou ao Estádio, disse à minha amiga que chova a cântaros, levo por cima do casaco uma capa que tenho há cerca de 26 anos, comprada em Sanxenxo, nas primeiras férias que estive por lá.

Ora, hoje, há um grande jogo.

O SCB fará tudo para jogar ao mesmo nível do Real Madrid.

Pode perder o jogo, que é o mais provável.

Mas é um privilégio receber  e jogar com um campeão.

Antes do jogo, vou fazer um exame.

Estou em jejum desde ontem.

Provavelmente, sairei do hospital por volta da 17h30.

O jogo é às 20h00.

O exame vai correr bem para mim.

Irei para a tão badalada Pedreira, bem agasalhada e alimentada para ter o prazer de ver a equipa da casa jogar com o campeão das ligas.

Até ao último segundo, vai ser para vibrar.

Do Instagram, a imagem que me levou a escrever este post.

Espero um bom jogo.

IMG_20231024_131832.jpg

Aqui há  a Champions League.

 

foi assim

ontem.

Hoje, ia para o ginásio, ocupei o meu lugar na fila em direcção aos semáforos, e, mais uma vez,vários condutores passaram ao lado, seguiram em frente, passando o sinal obrigatório de virar à esquerda, a passadeira, para depois ligarem o pisca para que um condutor lhes desse lugar na fila.

Um bom exemplo destas infrações, são, talvez alguns, professores,ou professoras da escola Secundária que fazem o percurso pela esquerda e quando chegam à passadeira, ligam o pisca da direita, há sempre um condutor que os /as  deixa entrar,  passam por cima passadeira, que fica em frenta  ao portão do parque de estacionamento, e entram.

 

Quando regressei a casa, fui para o lado esquerdo da via, para entrar na rua.

Mas tive de passar à tangente dos carros estacionados, porque um condutor fez o favor de estar na "minha" via, queria sair mas ninguém da fila lhe dava passagem, e porque viu o carro da polícia mais à frente a controlar quem infringia os sinais.

É isto!.

 

 

o desrespeito dos espertos

A Avenida da Liberdade desta cidade está em obras desde o São João.

Começou, precisamente, pela Ponte de São João.

Quando foi noticiado no jornais da cidade, os bracarenses manifestaram o seu desagrado por estas terem início depois da Braga Romana, São João, em Junho, portanto.

A minha opinião é que deveria ter começado na primavera, 

Mas quem pode manda, as obras vão ser demoradas e se no verão havia confusão mas circulava-se, agora veio a chuva e a coisa piorou. E muito.

Até há 15 dias num dos cruzamentos  foi feita uma mini rotunda que funcionava muito bem,  mesmo nas horas de ponta.

Os condutores entravam devagar, iam  dando um jeitinho, agora passas tu, depois passo eu, nunca uma rotunda foi também imaginada e elogiada pelos condutores.

E eu batia palmas porque me levava menos tempo a chegar onde queria, do que fazer a Rua 25 de Abril, onde há escolas por perto e a confusão é muita.

Só que, a semana passada, a rotunda desapareceu. Uma via que dá acesso à avenida foi fechada ao trânsito.

Não tive alternativa, senão seguir em frente e fazer a rotunda  Santos da Cunha para entrar no túnel e ir para o meu destino. 

No banco de trás , na cadeira, o meu sobrinho neto adormecera.

Tirada a rotunda, todos os autocarros são obrigados a circular pela rua 25 de Abril e todas as paragens passaram para lá, e em frente à Escola Secundária.

E se antes das obras era a confusão de trânsito com os automóveis parados em segunda fila,  na hora de entrada e saída dos estudantes, agora, há uma linha contínua que separa a o piso.

Para os condutores que pretendem virar à esquerda, tem uma seta no chão e o devido sinal no passeio, pelo que  os outros , que seguem em frente, com muito ou pouco trânsito têm de cumprir os sinais e a linhas e marcas no piso.

Mais à frente,  uns metros a seguir á passadeira, também mudaram o sentido, há marcas no piso que não permitem que os condutores passem por cima , e depois destas, encontra-se as duas vias para seguirem o seu destino.

O que acontece todos os dias, a todas as horas, minutos, e segundos, há os chicos- espertos que sabem que têm de estar na fila, e em vez disso ultrapassam os que cumprem, passam as marcas no  piso  e quando chegam à seta que indica obrigatoriedade de virar à  esquerda, ligam o pisca da direita tentam infiltrar-se na fila dos que vão no pára arranca, porque há semáforos no cruzamento, há que ter paciência.

Mas houve mais alterações nesse mesmo lugar.

IMG-20231018-WA0002.jpg

O que era uma segunda via para quem seguia em direção aos semáforos, passou a ser uma descida com obrigatoriedade de virar à direita.

E é aqui que os chicos-espertos desrespeitam as regras de segurança.

Passam as setas, as marcas no chão e seguem em frente sujeitos a baterem de frente com os condutores que descem esses pequenos metros. E quem cumpre protesta azucrinando os ouvidos dos transeuntes com a buzina do automóvel.

Hoje, finalmente, tive a prova do que aqu registei.

Um familiar estava na fila,  atrás do autocarro e abaixo das marcas no chão, conseguiu captar um  chico-esperto em incumprimento , que por sorte, ou a destreza do condutor que descia aquela pequena via, não houve choque.

IMG-20231018-WA0003.jpg

Com duas escolas na zona não sei porque não há polícia nestas horas de maior tráfego.

Mas vê-se um em cada pequena obra no passeio das ruas, como vi hoje na minha ida ao cabeleireiro.

Alguma coisa tem de ser feita antes que alguém provoque um acidente grave.