Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Seg | 15.07.19

os sacos térmicos de sementes

Maria Araújo
Escrevi sobre o assunto, aqui, uso no inverno para a lombar, tem sido muito usado neste verão, todas as noites, ora sentada no sofá, ora deitada na cama, ponho-o sobre o ombro e braço, é de um efeito calmante que até adormeço. Depois de uns quantos meses sem ir às aulas de hidroginástica, fui ontem ( ao domingo o ambiente é diferente, tão mais calmo que a professora comentou: "hoje, estou (...)
Seg | 08.07.19

são bicos de papagaio

Maria Araújo
(imagem da internet)   disse-me o médico especilista em neurocirurgia, que fui pela primeira vez, hoje, e a conselho de uma amiga. - Não é hérnia cervical-, comentou. Na verdade, a dor tem diminuído, estou em tratamento de fisioterapia, mas há fases do dia que o braço fica rígido, com dor e formigueiro, e pouca sensibilidade no dedo indicador. Evitar esforços, atenção à postura, continuar com a fisioterapia e a ginástica que faço, Pilates e Hidroginástica ( há quanto (...)
Qua | 01.10.14

Outono de verão

Maria Araújo
e como lamento não poder  conduzir, devido à fratura do braço, dar um salto até à beira-mar e gozar o sol que neste outono se lembrou de vir quentinho.        
Seg | 15.09.14

vida esta!

Maria Araújo
com o braço direito inerte, o esquerdo vai (re)agindo, e muito bem, às suas novas tarefas de actor secundário a principal. Para tomar banho, uma toalha enrolada no braço direito, um saco grande do lixo até ao ombro, puxa o fio com a mão dá duas voltas para o prender, segura uma ponta com os dentes, dá um nó, puxa, dá outro nó, mas não aperta demais. Não está a correr mal, para o primeiro dia. Entretanto, e porque a chuva me impediu de ir caminhar (ginásio só quando estiver (...)
Dom | 14.09.14

o resultado da Noite Branca

Maria Araújo
com uma multidão imensa e com a juda de São Pedro, um querido em manter a noite super agradável e divertida, foi: no regresso a casa, cedo, depois de tirar uma foto com o telemóvel e quando estava a abrir a carteira para o guardar, num dos muitos estúpidos mecos escuros que se estendem no passeio, que não vi, e não me perguntem como aconteceu, porque foi tão rápido, caí para o lada de fora do passeio, o corpo em cheio sobre o meu braço direito e o resultado da Noite (...)