Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

# fique em casa 10

Maria Araújo, 25.03.20

Desde que me levantei, cedo, ocupei-me das tarefas de casa: passar a ferro, arrumar as roupas,fazer o almoço.

Por volta das 10:30h, recebi uma chamada de um número que não tenho nos meus contactos,lembrei-me que seria da SEUR para entregar uma encomenda que fiz  online( há quanto tempo não comprava pela internet!) a semana passada. E era.

Queria sdaber se estava em casa, demoraria cerca de dez minutos(esta empresa liga sempre,contrariamente a outras que nem sequer tocam à campainha,deixam o aviso e obrigam-nos a ir levantá-las às lojas de recolha).

Dez minutos depois, chegou.

Foi rápido. Ele de luvas, eu de luvas, entregou-ma. Perguntei se tinha de assinar( era o meu maior problema, por isso calcei as luvas),respondeu-me que não, que apenas bastava confirmar o nome.

Com as luvas calçadas, e com o pouco álcool que tenho, desinfectei as embalagens e o seu conteúdo.

Voltei ao velho tempo em que pintava o cabelo em casa, mandei vir tinta de coloração.

Fiz para o almoço peixe assado no forno, aproveitei para fazer um bolo.

Fui à net buscar uma receita prática de bolo de maçã. Esta era fácil e diferente.

E cá está o bolo e a receita.

IMG_20200325_152051.jpg

A meio da tarde vou aspirar a casa, entretanto,vou acabar de ler este maravilhoso livro ( de uma pessoa que muito admiro e sigo no Instagram).

250x.jpg

A Wook está com descontos,vou mandar vir este livro que alguém disse ser o melhor dele.

 

 

domingo pelo Porto

Maria Araújo, 29.05.18

Festa de aniversário no Porto, eu e minha irmã  não queríamos levar carro, não era possível irmos de boleia, as cadeiras dos meninos nos bancos dos carros grandes não havia espaço para duas pessoas, dei a ideia de viajarmos de comboio, no regresso casa havia boleia.

Viajávamos as duas quando a minha irmã me pergunta se tenho batom com cor ( que não uso), esquecera-se de trazer, teria de comprar um, estavamos com tempo, passaríamos num centro comercial, chegaríamos à festa à hora marcada.

Lembrei-me do centro comercial Via Catarina, saímos de São Bento, evitamos subir a Rua 31 de Janeiro, eu calçava sapatos de salto alto (que só uso para festas) seria mais fácil metermos pela Rua de Sá da Bandeira e seguirmos pela Rua Passos Manuel.

Há cerca de um ano que não passava na Rua de Sá da Bandeira,  estava em obras o café A Brasileira, eis que me deparo com um edifício completamente renovado,  o Hotel "A Brasileira" Pestana, digno de uma fotografia ( click!)

 

IMG_20180527_115421.jpg

IMG_20180527_115454.jpg

 

Seguimos para o Via Catarina,  fez  compras de meias e o batom, o filho veio ter connosco. Estavamos em frente ao belo edifício Marcolino, a minha irmã repara no edifíco da FNAC e comenta o pormenor dos sinos junto do relógio.

Tantas vezes estive em frente e nunca reparara nos sinos!

A viatura Uber estava a chegar, sinal vermelho para o peão, ainda tive tempo de tirar uma fotografia ao edifício.

IMG_4785.JPG

Ando muito nervosa e impaciente com as atitudes do vizinho do 1º andar, sem apetite de comer, sem vontade para andar na net e no computador, que não usava há  cinco dias, o pouco que faço é no telemóvel, para descontrair e acabar o dia com mais serenidade, lembrei-me do passado dia de domingo e registá-lo com algumas fotos do evento e de um dia bem passado.

 

Espaço crianças.

IMG_20180527_124848.jpg

IMG_20180527_124854.jpg

 

 Espaço adultos

IMG_20180527_124902.jpg

IMG_20180527_124916.jpg

IMG_20180527_124935.jpg

 

 A mesa do bolo antes...

IMG_20180527_130355.jpg

 ... e depois

IMG-20180529-WA0032.jpg

 

 

um jantar

Maria Araújo, 13.01.18

de arroz de pito que estava óptimo, comeu-se bem,  bebeu-se melhor.

O casal tinha feito uma bebida que me trouxe à memória  a receita de vinho tinto verde com maçã assada, que a minha mãe fazia há muitos anos, e eu esquecera.

A receita da minha amiga consta em assar a maçã com vinho do Porto e um pouco de açúcar que depois de assada, desfaz em pedaços e põe na caneca, na lindíssima caneca cá do Minho, com o vinho tinto, e vão mexendo.

A versão da minha mãe era, assar a maçã,com açúcar, que depois ia inteira e quente para a caneca com o vinho.

Bebi desta bebida, soube-me bem, mas só consegui beber meio copo.

A sobremesa constou de: mousse de chocolate, especialidade de uma das nossas amigas; um delicioso bolo de laranja, da dona da casa; um bolo de Vizela que a minha irmã trouxe na passagem pela famosa pastelaria do bolinhol.

Conversa, boa disposição, mais recordações das nossas viagens à noite para Viana, nos anos 90.

Uma noite agradável, que deverá ser repetida, de quando em vez, porque são este momentos que unem os amigos que se querem.

Hoje, vou para o Porto visitar a Sofia (que muito estuda).

IMG_20180112_211300.jpg

IMG_20180112_211431.jpg

IMG_20180112_211444.jpg

IMG_20180112_222418.jpg

 

 

 

 

 

o bolo do fim de semana

Maria Araújo, 11.09.17

bolo.png

Não ligo o forno de propósito para fazer bolos, mas aproveito um assado, e estando o forno bem quente, faço um bolo simples e que dê pouco trabalho, o que tem resultado muito bem ( os meus bolos abatiam e por vezes ficavam mal cozidos).

Ontem, enquanto o bacalhau assava, vim procurar uma receita de bolo de aveia e de preferência açúcar mascavado, para gastar este último, que raramento uso.

E encontrei neste site três receitas que me agradaram bastante.

Teria feito o de banana se as tivesse, fiquei pele das maçãs.

Um bolo rápido de fazer.

Segui a receita. O bolo não cresce demais, mas a maçã dá-lhe um toque delicioso (não o polvilhei com o açúcar e a canela).

Ao lanche não resisti comer três fatias, acompanhado de duas chávenas chá, sem açúcar.

Então fica o link  com as outras duas receitas.

Todo o site tem receitas práticas e deliciosas.

 

 

 

 Ingredientes 

  • 3 c. de sopa de margarina
  • 3 ovos
  • 1 chávena de açúcar (½  de açúcar mascavado e ½ de açúcar refinado)
  • 4 maçãs descascadas e em cubos
  • 1 chávena de aveia em flocos ou farinha de aveia
  • 1 c. de chá de canela em pó
  • 1 c. de sopa de fermento em pó
  • Açúcar e canela misturados q.b. (para polvilhar)

 Modo de preparação 

  1. Comece por bater as claras em castelo.
  2. À parte, bata a margarina, as gemas e o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada.
  3. De seguida, adicionar a farinha e a aveia e misture bem.
  4. Adicione a canela e as maçãs aos cubos e, por fim, as claras em castelo.
  5. Leve ao forno até estar cozido (verifique o estado de cozedura com a ajuda de um palito)

domingo dinâmico

Maria Araújo, 27.08.17

Há mais de um ano que não ia às aulas de hidroginástica.

Quando as pessoas não sabem estar numa aula e o professor tem de parar para mandar calar as senhoras e senhores que falavam da sua vidinha, e dos outros, desisti das aulas.

Um dia, uma das minhas companheiras de Pilates disse-me que, ao Domingo, o ambiente é outro, que experimentasse.

E hoje, fui.

Tem um grupo numeroso, não se ouve conversas de nada, não há interrupções.

E o professor imprime ritmo e incentiva.

Cheguei a casa, pus o pargo a assar no forno, com batatas ( que adoro). Lembrei-me de pôr curgete e cenoura cortadas em tiras.

Nunca fizera cenoura assada no forno. E ficou muito bem.

Isto para dizer que aproveitei o forno ligado e fiz um bolo.

Hummm! Que bom sentir a casa a cheirar a bolo!

 

IMG_3130.JPG