Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

o que fazes tu, Maria

Maria Araújo, 15.03.20

neste primeiro fim de semana fechada, isto é semi-fechada em casa?

É que desde que te levantaste, já saíste de casa, já foste resolver um pequeno problema, regressaste, fizeste o almoço (tarde), tiraste as gavetas da arca frigorífica, lavaste-as com um pouco de água e vinagre,limpaste-as muito bem, organizaste os teus alimentos ( estavam uma confusão) para os próximos dias,ou semanas, sabe-se lá quanto tempo ficaremos "isolados".

E ainda vais ter de sair para organizar o horário de ama do teu sobrinho neto, uma vez que a mãe, a partir de amanhã, está em Home Office e o menino precisa que cuidem dele.E uma criança ficar 24h em casa não é fácil,logo ela que adora ir ao parque e passear na rua.

Mas com boa vontade e esforço, tudo vai correr bem.

Estás serena, não acreditas nas notícias que te chegam via telemóvel (  evitas o FB ) , segues apenas o que lês nos jornais online ou na televisão.

Hoje,choveu um pouco, amanhã o tempo vai melhorar, o sol está aí, aproveita estes dias dentro de casa, lava as cortinas, arruma os roupeiros, lava a roupa  que usas para o ginásio( eu sei que a lavas depois de a usares) aproveita para aspirar as gavetas, separar o que não usas: carteiras, sapatos, écharpes, tudo, mas tudo... E dá a quem precisa.

casa-idoso.png

 

imagem daqui.

 

 

veio a chuva

Maria Araújo, 27.02.18

Ontem a temperatura era a de um dia de primavera, apetecível a andar de casaco no braço, hoje de manhã a temperatura estava muito baixa

Fui ao mercado municipal, o frio nas mãos (esqueço que tenho luvas, nunca as uso)  impedia-me de escolher os legumes e fruta, fiz as compras rapidamente e regressei a casa.

De tarde, era minha intenção ir à pichelaria comprar uma torneira de lavatório ( verte água quando levanto o manípulo) começou a chover depois do almoço, deu-me a preguiça de sair de carro, deixei-me ficar por casa. Amanhã, na vinda do ginásio, passo por lá.

Tinha uma grande secretária no escritório, conto pelos dedos as vezes que me sentava a trabalhar, estava farta dela, ali desprezada, a ocupar espaço.

Há dias, perguntei a um amigo meu se a queria ( dou tudo o que não quero e não vejo como reciclar, vender não dá nada, nem procuro quem queira comprar). Claro que sim, uma secretária destas! , respondera.

Ontem, veio buscá-la, ficou o escritório, que é grande, mais amplo.

Ora hoje, com um dia frio e de chuva, decidi dedicar-me a mudar as estantes, o sofá-cama, que ninguém usa, também, e estudar a melhor forma de a sala ficar apresentável e acolhedora.

 

Resultado de imagem para cabeça de maquina costura husqvarna

foto da internet

 

Fui buscar a máquina de costura da minha mãe, há mais de 35 anos que está parada, a cabeça precisa de uma grande reparação, a madeira de tratamento, gostei dela no lugar que escolhi. 

Livros no chão, a desarrumação é total, arrasta estantes para aqui, muda para ali, gostei do sofá de um lado, não gostei do outro, como vou preencher os espaços vazios?, foram as perguntas que me fiz.

Tirei uma fotografia, enviei à minha sobrinha "carioca"  para me dar umas dicas.

Amanhã tenho a aborrecida tarefa de limpar os livros, um a um, e colocá-los nos seus lugares, isto enquanto não decido (mas já falei com quem poderá fazer)  por uma estante a todo o comprimento da parede da sala ( ideias nas imagens abaixo e que fui buscar ao pinterest) e não ter de subir para a cadeira e limpar o pó, porque os livros importantes estão nas prateleiras de baixo.

1.jpg

4cc14cab61c0bab3bed25446ee69d48c.jpg

 

 

 

 

 

desde 2006

Maria Araújo, 17.02.16

que tenho um saco de papel guardado no armário.  Não sou pessoa de me agarrar às coisas, muito menos a um saco de papel, mas nunca consegui desfazer-me deste porque sabia que, mais cedo ou mais tarde, iria usá-lo. Mas já passaram 9 anos e o saco continuava à espera que fizesse alguma coisa. Ora era ela que me olhava, ora era ele que me pedia, mas o tempo passava e deixava-os à espera do momento certo.

Este saco é giro, gostei dele desde a hora que a funcionária, ou funcionário? (nem me lembro) meteu as compras que fizera: uma camisa, que vesti no máximo 5 vezes, e a sweater primaveril azul escuro, que adoro e ainda visto.

Ora hoje, andava nas lides domésticas. Farta de ver os imensos sacos de papel que estavam pendurados atrás de uma porta da despensa e não tinha onde os guardar, lembrei-me que numa das publicações do buzzfeed, vira uma dica interessante que me resolveria o problema: os arquivadores de revistas. Imediatamente fui buscar os dois que não fazia uso, encaixei-os todos e, voilá, na mouche!

E foi então que o saco das compras que fiz no  ano de 2006, em Boston, na Abercrombie & Fitch, veio-me ao pensamento.

Tirei-o do armário, cortei-o, tirei as medidas.

Finalmente, ele e ela, estão prontos para receberem as respectivas molduras e ocuparem a única parede vazia do escritório.

Bem, agora tenho de comprar as molduras.

 

IMG_20160217_171232-tile.jpg