Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

2021 - o Ano da Família

Maria Araújo, 28.12.20

Ontem, vi nas notícias que foi o domingo em que a Igreja celebra  a Sagrada Família, e o Papa Francisco anunciou 2021 o Ano da Família, tendo  lembrado três palavras, que considero vitais no ambiente familiar que, infelizmente, poucos as expressam: "com licença", "perdão", "obrigado".

 

papa_13-820.jpg

Lembro-me que, nesta minha freguesia, era tradição um oratório com a  Sagrada Família  andar de casa em casa ( de quem a queria receber), por dois dias.

Era entregue ao início da noite, colocávamos na mesa da entrada, abríamos a porta do oratório e acendíamos uma lamparina de azeite. 

Por vezes, rezava com a minha mãe uma pequena oração.

Havia uma lista das casas que a Sagrada Família visitava, era eu que levava à família seguinte.

Quando terminava o ciclo, eu levava o oratório à igreja.

Eram poucas as famílias que faziam parte desta tradição, era sempre eu nestas andanças,sempre eu com a minha mãe a tratar de tudo.

Não me recordo de a minha irmã mais velha ter esta "tarefa".

Lembro-me com frequência, nesta altura do ano, da visita da Sagrada Família. Penso que era depois do Natal  que vinha cá para casa.

Desejo que 2021 seja um ano que una as famílias, tão carentes de fé,de respeito,de humildade.

oratorio.png

 

 

 

 

a chegada do novo ano

Maria Araújo, 30.12.17

 e a propósito de superstições e tradições que li no blog da Mami, lembrei-me que há alguns anos li algumas das mais comuns nos países do mundo, sobretudo os da América do Sul e uma delas, a que mais gostei, e que foi motivo de riso entre nós, foi:

viagens

59c005548245e0174e4be0f2f6b663af--travel-illustrat

 

-se desejarmos um ano cheio de viagens, depois da meia-noite, pegamos numa mala vazia e damos uma volta no quarteirão. (Já me imaginaram fazê-lo, eu que nem gosto de sair de casa nesta noite?).

Outras falavam de prosperidade, felicidade e fortuna.

Quanto a fortuna,  e por que o faço há alguns anos e desde que me habituei a comprar este fruto de inverno no mercado, é a romã:

roma-beneficios-foto-88.jpg

 

- fruto vermelho, a minha cor preferida, com muitas sementes que dizem simbolizar a prosperidade, se guardarmos  na carteira 7 sementes  teremos dinheiro o ano todo ( tem dado certo, o dinheiro não é de mais, mas não falta, e tenho as deste ano, que finda já amanhã, na minha carteira).

 

as moedas também entram nestas tradições:

00249_522141_Cent_1922_80_Mil_Euro_Dez_2006_Frente

 

sair de casa à meia-noite com 12 moedas de um centavo no bolso e à medida que caminhamos, lançamos,  uma a uma, pelas costas.

 

Não sou supersticiosa, não faço tudo o que é tradição, por vezes nem me lembro de nada disto na passagem do ano.

Quero, sim, que seja sempre um ano suficientemente bom quanto  foi anterior. E este ano, apesar de não ter saído para viajar, como gostaria, foi um ano positivo.

Mais positivo seria se não tivessemos tido a calamidade dos incêndios, que afectaram todos nós.

Que 2018 seja um ano mais sereno e que todos nos preocupemos com o grande mal que assola o planeta: o aquecimento global.

 

 

"sometimes everyhing is wrong"

Maria Araújo, 16.01.17

 Adoro esta música...

E a respeito de hoje ser o dia mais triste do ano, acordei sobressaltada às 4h, não consegui adormecer.

A Kat devia sentir que eu não estava tranquila, às 6h veio ao meu quarto. A porta não fica completamente fechada. Empurrou-a e deixou-se estar "prostrada" a olhar para mim.

Com o aquecimento ligado, levantei-me várias vezes para fechar a porta, ela fugia de cada vez que me levantava.E voltava.

Não gosto de ter o telemóvel no quarto, uso-o em determinados dias para me despertar.O tempo passa depressa quando temos o telemóvel connosco, fui à internet.

Às 8:30 h levantei-me para ir ao ginásio. Fiz a aula com empenho, mas não estava a 100%.

Andava entusiasmada com a Gala, tinha combinado com algumas colegas. Fizera uma pré-inscrição, hoje cancelei a minha presença.

Os meus sobrinhos netos foram sair com a mãe, eu vim para casa, precisava de descansar.

Mas não consegui.

Liguei o pc. 

Li este artigo que veio ao encontro do excepcionalmente estado triste que me sinto.

Adoro esta música porque , " And everybody hurts sometimes".

 

 

 

o melhor para 2017

Maria Araújo, 31.12.16

Sou um pouco altruísta, é verdade, mas também penso e gosto muito de mim.

Se o ano de 2016 foi o concretizar de alguns objectivos que queria ver definitivamente cumpridos, e foram ( não devo um cêntimo dos empréstimos que tinha, ao banco),    não faço planos para 2017.

Aliás, não sou pessoa de os fazer, porque a experiência diz-me que nem sempre cumpro e/ou consigo realizá-los.

Então, vou vivendo cada dia com as decisões que tomo de véspera ou uns dias antes, ou decido hoje, por vezes, o que quero fazer hoje.

Para 2017 desejo que as pessoas que gosto muito, consigam ter força suficiente para vencer o cancro.

Um beijinho especial à CC, à Lu, à Fátima, e à Alice.

Feliz Ano para todos(as).