Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"a Liberdade está a passar por aqui"

por Maria Araújo, em 25.04.19

Estava eu na escola quando a notícia saiu à rua, mandaram-nos para casa. Inacreditavelmente o povo receou que as notícias fossem falsas. 
E veio a Liberdade.

Nestes 45 Anos de 25 de Abril, o jornal O Minho publicou mais de cem fotografias do falecido e mais conhecido fotógrafo desta cidade de Braga, e que eu trouxe para aqui, em sua homenagem, também.

25-de-abril-em-Braga-8.jpg

25-de-abril-em-Braga-44.jpg

25-de-abril-em-Braga-82.jpg

25-de-abril-em-Braga-96.jpg

25-de-abril-em-Braga-110.jpg

25-de-abril-em-Braga-141.jpg

25-de-abril-em-Braga-149.jpg

25-de-abril-em-Braga-174.jpg

25-de-abril-em-Braga-196.jpg

25-de-abril-em-Braga-199.jpg

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o dia 25 de Abril

por Maria Araújo, em 25.04.18

 

captura de ecrã (3).png

 

 

 

captura de ecrã (4).png

 

trouxe-me este inesperado destaque, obrigada Equipa do Sapo, foi um miminho que recebi.

Um "olhar" pelos posts  mais antigos que escrevi sobre o Dia da Liberdade, transcrevo este de 2010 que me trouxe recordações do que se vivia cá em casa, antes da revolução das armas, e por que hoje tenho pensado, com muitas saudades, nos meus familiares..

 

«36 anos, muito aconteceu, pouco mudou no que ao poder diz respeito.

Lembro-me que  nesse dia fui para a escola, logo de manhã, aqui bem perto da minha casa, onde vivo actualmente.

Falava-se da queda do governo.

Mandaram-nos para casa.

Rádio a toda a hora, TV também. Ninguém queria acreditar.

Minha mãe estava ansiosa  e com medo que as armas disparassem, por cá.

Meu irmão encontrava-se na Guiné, em combate.

Foi um alívio para ela. Vivia em constante ansiedade.

De cada vez que eu ia à caixa do correio, que fica na entrada da porta do prédio, se eu demorasse um pouco mais a subir, pensava que havia alguma má notícia. Se houvesse, seria por telegrama, era entregue em mão.

Naquele tempo,escreviam-se aerogramas a via mais simples de os filhos da guerra escreverem à família.

Uma folha de papel fino, amarelo, que era dobrado em três. Escrevia-se o remetente e o destinatário e lá chegava o bendito aerograma. 

Gostaria de os ter de recordação, mas não os encontrei. Deduzo que minha mãe teria rasgado quando meu irmão regressou a Portugal.

Hoje comemora-se mais um ano do dia dos cravos.

Tenho grande admiração por todos os homens que foram combatentes de guerra.

Os amigos do meu irmão, amigos meus também, combateram em Angola e Moçambique. Um amigo e funcionário na empresa do meu pai combateu em Timor. Todos foram separados. Estão por cá, alguns já são avós. Meu irmão, não. Está "lá noutras vidas", com minha mãe, minha irmã e meu pai.»

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

C CAÇ 4540

por Maria Araújo, em 25.04.17

43 anos de 25 de Abril, recordo o dia em que mandaram-nos embora da escola, ficarmos em casa à espera das notícias e ver o que se passava no país, não fosse haverem retaliações por parte do governo de Marcelo Caetano.

A minha mãe via incansavelmente o que passava na televisão. 

A sua preocupação estava, também, no filho mais velho que combatia na Guiné.

Fui à procura de fotografias guardadas em caixas e que me levaram a descobrir outras que esquecera, encontrei uma que despertou a curiosidade, à pesquisa do que quereria dizer aquele  C CAÇ 4540. Um lugar na Guiné? O quê? E a frase " SOMOS UM CASO SÉRIO"?

ccaa_410.jpg

 

Encontrei este site e perdi-me na leitura de nomes, de lugares, de fotografias, de encontros.

Lembrei os amigos que estiveram em Angola, Moçambique, Timor, felizmente ainda por cá.

Mas não encontrava o C CAÇ 4540

IMG_2057 (2).JPG

 

Mas o Google dá-nos as respostas às pesquisas...

google.png

Cheguei a este blog, a festejarem 13 anos na blogsfera, um pequeno grande espaço onde os  ex-combatentes relatam os acontecimentos políticos e militares vividos entre 1961 e 1974.

Ainda não estava contente com a descoberta, fui pocurando até que cheguei a esta página .

Mas faltava-me uma referência à companhia que o meu irmão pertencera, os lugares onde combatera. E encontrei-a aqui:

SOMOS UM CASO SÉRIO Companhia de Caçadores 4540/72 – RI 15 / Tomar

 

"Após a realização da IAO, [Instrução de Aperfeiçoamento Operacional], de 27/09/72 a 17/10/72, no CMI, em Cumeré, seguiu
em 18/10/72 para Bigene, a fim de efectuar o treino operacional e a sobreposição com a CArtª 3329.Em 15/11/72, assumiu a responsabilidade do subsector de Bigene, ficando integrada no dispositivo e manobra do COP3.Em 9/12/72, foi substituída no subsector de Bigene pela CCaç 3, a fim de seguir para Cadique e ocupar e instalar-se na zona.Em 12/12/72, assumiu a responsabilidade do subsector de Cadique, então criado, ficando integrada no dispositivo e manobra do COP 4 e depois do BCaç 4514/72.Em 17 Agosto, após substituição no subsctor de Cadique pela 1ª Comp/BCaç 4514/72, seguiu para Bissau, ficando temporariamente na dependência do COMBIS, a fim de colaborar na segurança e protecção das instalações e das populações, tendo ainda efectuado escoltas a colunas de reabastecimento a Farim e Binta.Em 8/09/73, iniciou o deslocamento, por fracções, para Nhacra, a fim de substituir a CCaç 3477.
Em 19/09/73, assumiu a responsabilidade do subsector de Nhacra, com um destacamento em Ensalmmá, ficando
integrada no dispositivo e manobra do COP 8.Em 16/08/74, foi rendida no subsector de Nhacra pela CCaç 4945/73 e seguiu para Bissau, a fim de efectuar o embarque de regresso."

 

IMG_2063.JPG

(foto de 1972 - Bigene, Guiné)

 

IMG_2059.JPG

(Nhacra - outubro de 1973?)

 

Neste 25 de Abril de 2017, um dia cinzento favorável às recordações, e 13 anos depois de faleceres de cancro,  este post é para ti, meu irmão.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma cantiga

por Maria Araújo, em 25.04.15

das minhas preferidas, pós 25 de abril, Dia da Liberdade, e sempre actual.

 

 "A cantiga é uma arma", José Mário Brancao

 

a cantiga é uma arma
eu não sabia
tudo depende da bala
e da pontaria
tudo depende da raiva
e da alegria
a cantiga é uma arma
de pontaria

há canta por interesse
há quem cante por cantar
há quem faça profissão
de combater a cantar
e há quem cante de pantufas
para não perder o lugar

a cantiga é uma arma
eu não sabia
tudo depende da bala
e da pontaria
tudo depende da raiva
e da alegria
a cantiga é uma arma
de pontaria

O faduncho choradinho
de tabernas e salões
semeia só desalento
misticismo e ilusões
canto mole em letra dura
nunca fez revoluções

a cantiga é uma arma
(contra quem?)
Contra a burguesia
tudo depende da bala
e da pontaria
tudo depende da raiva
e da alegria
a cantiga é uma arma
de pontaria

Se tu cantas a reboque
não vale a pena cantar
se vais à frente demais
bem te podes engasgar
a cantiga só é arma
quando a luta acompanhar

a cantiga é uma arma
contra a burguesia
tudo depende da bala
e da pontaria
tudo depende da raiva
e da alegria
a cantiga é uma arma
de pontaria


Uma arma eficiente
fabricada com cuidado
deve ter um mecanismo
bem perfeito e oleado
e o canto com uma arma
deve ser bem fabricado


a cantiga é uma arma
(Contra quem camaradas?)
Contra a burguesia
tudo depende da bala
e da pontaria
tudo depende da raiva
e da alegria
a cantiga é uma arma
de pontaria

a cantiga é uma arma
contra a burguesia
tudo depende da bala
e da pontaria
tudo depende da raiva
e da alegria
a cantiga é uma arma
contra a burguesia

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR