Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Start again

Maria Araújo, 28.12.14

Ontem, quando escrevi este post, estava tão irritada e as poucas vezes que estou mal disposta por causa dos outros, fico atada, "à deriva", e tudo corre mal.

O scanner não funcionava bem, ligava e desligava o meu velhinho computador, não conseguia que esta cabeça esfriasse e fizesse as coisas com mais calma.

Entretanto, a Sofia veio cá, tratou de configurar o meu telemóvel novo, resolveu-me um pequeno problema aqui no pc enquanto, finalmente,  imprimia uns documentos, acabei por serenar, vesti-me e fui tomar café com uma amiga.

Encontramo-nos com a minha irmã, fomos aos saldos, a coisa esmoreceu de verdade.

Hoje de manhã, decidida a ligar e resolver o que está pendente, por volta do meio-dia, liguei.

Ninguém atendeu. Não me irritei porque tinha tomado uma decisão.

Uns minutos depois, volto a ligar e "bingo", ouviu-se uma voz do outro lado.

Ao que parece, no dia anterior, o telefone não tocou. Insisti que havia ligado várias vezes entre as 11 e as 13 horas, e quando diz que estava em casa a essa hora, de repente, comenta,"já sei, as miúdas têm a mania de deixar o telefone esquecido em qualquer lado da casa, fica sem bateria. Foi o que aconteceu ontem . Fui eu que o coloquei no carregador."

Fui levar o documento  que será devolvido, espero, até terça-feira, e tratarei eu do resto, de imediato.

Por que tenho mais disponibilidade de tempo e assumo tratar de algum assunto importante, neste caso de meu interesse e de outras pessoas, quando ele se atrasa por quase nada e que podia estar resolvido há algum tempo, tira-me do sério.

Espero que no dia 31 de dezembro de 2014 ele fique definitivamente resolvido, para bem de todos os interessados.

Dias como o de ontem são tão raros na minha vida!

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.