Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

reclamar é um direito

Maria Araújo, 23.05.19

Foram duas as reclamações que fiz.

A primeira, sobre o post de ontem, está resolvida.

O funcinário da câmara ligou-me, pediu-me desculpa, tinha o número do meu familiar, queria confirmar onde ficava a casa, não obteve resposta, pensou que não estaria ninguém ( caramba, tudo foi devidamente tratado por email), nem se deu ao trabalho de perguntar na recepção onde fica a casa.

Marcamos um novo dia, para a próxima semana.

transporte-carga-fracionada-02.jpg

 

A segundapara uma empresa de transportes e logística.

A minha sobrinha costuma fazer compras online, que são entregues na minha morada.

Na segunda-feira, ia buscar o bebé ao colégio, reparei que nas escadas da entrada do prédio, junto às caixas do correio, estavam dois avisos da mesma empresa, que já conhecia, deduzi que fossem para mim. E eram.

Um era  desse dia, o outro tinha a data de sexta-feira da semana passada.

Fiz um feed back do que teria feito na sexta-feira: fora às compras. Almocei fora de casa, regressei por volta das 15h30. E vira a caixa do correio, não tinha qualquer aviso.

Estranhei o de segunda-feira. Estivera em casa toda a manhã, saí à hora de ir buscar o bebé ao colégio, ninguém tocara a campainha.

Terça-feira de manhã, ia levantar as encomendas, eis que nas escadas tinha outro aviso.

Três avisos e em nenhum momento alguém tocara à campainha e nem se deu ao cuidado de os meter na minha caixa de correio?! Esquisito.

A loja de recolha, ou mais cool ser chamadas de parcel shop,  fica longe de casa, fui de carro levantar as encomendas.

Expliquei à pessoa que me atendeu ( o dono da loja) o que se passava, embora ele nada tenha a ver com isto, limita-se a entregar ou receber encomendas, aconselhou-me a reclamar.

Recebi as encomendas de sexta e segunda-feira, mas a do aviso de terça seria entregue na loja a meio da tarde quando o funcionário da empresa deixasse o que não foi possível entregar aos clientes.

Teria de voltar à loja, fui hoje de manhã.

Embora não pesassem muito, tive de dar um jeito na mala e no banco de trás do carro de tão grandes que eram as três as embalagens.

Falamos no assunto. A explicação que ele pensa ser a certa é que o funcionário da empresa não entregou as encomendas porque "anda sempre a correr, tem muito trabalho". 

Lembrei-me que, há cerca de dois meses, tinha um aviso ( este na caixa do correio) da mesma empresa. Fui levantar a encomenda, o senhor da loja perdeu pelo menos dez minutos a procurá-la, não a encontrava, fazia-me perguntas que eu não sabia responder, até que, de uma chamada que fez, comunicou-me que a encomenda estava esquecida há alguns dias no veículo da empresa, pelo que eu teria de voltar à loja no dia seguinte.

E assim funcionam as transportadoras, ou os funcionários das transportadoras.

O cliente paga um serviço, confia  na empresa que se reponsabiliza pela entrega no destinatário.  Por sua vez, quem presta o serviço não quer ter o trabalho de tocar à campainha, de subir as escadas ou o elevador, e deixá-la, em mão, ao cliente.

É mais cómodo e fácil preencher um aviso ( deve ser TPC da noite, em casa) atirá-lo para as escadas do prédio e o cliente que vá levantar as encomendas na parcel shop, nem que estas fiquem no extremo da cidade.

Fiz a reclamação online, espero receber uma resposta.

 

 

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.