Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

26.03.16

pelo autismo

Maria Araújo

Fui ao Pingo Doce fazer compras. Na caixa, depois de a funcionária passar as compras, ela pega num pequeno papel e diz-me com uma voz quase de piedade, que me deixou desconcertada:

- A senhora não quer colaborar para uma corrida de crianças autistas? 

Mostra-me o papel (nem reparei que tinha o valor) e continua:

-É para as crianças autistas.

Pergunto:

- Qual é valor?

- É um valor simbólico de 2,50 € . O Pingo Doce oferece uma água e...

- É caro - comentei

- Eu sei que para esta altura de gastos, custa um pouco, mas as pessoas têm sido compreensivas e têm colaborado.  

Comentei para o meu decote: "2,50 €  e o Pingo Doce só oferece uma água?

Interrompi-a:

- Muito bem, eu colaboro, mas porque é para apoiar as crianças.

Quase estive para lhe dizer que o Pingo Doce tem muito dinheiro para apoiar a corrida, e 2,50  € era demais, porque afinal fazem publicidade e quem paga são os consumidores.

- Obrigada - responde-me, - É de facto uma grande ajuda - acrescentou.

Paguei, deu-me o papel, que guardei na carteira.

Há pouco, lembrei-me de o ver.

Afinal, o kit inclui uma água, uma maçã, e uma T-shirt. 

Mesmo que  o kit não fosse este, colaborava à mesma, porque pelas crianças o pouco é muito, mas que o Pingo Doce tem lucro nisto, tem.

Sem Título.png

 

 

2 comentários

Comentar post