Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"os milhões que nunca mais acabam"

por Maria Araújo, em 26.09.16

e que já está a levar muitos apostadores a gastarem mais 50 cêntimos em cada jogo.

Há anos que jogo com uma amiga os dois sorteios do euromilhões, exceto o jóker.

Hoje, fui registar o desta semana.

Não estava ainda a par das novas regras do jogo (sabia que há um novo jogo e que pagaria mais cinquenta cêntimos por cada um) foi-me explicado que este MILHÃO é exclusivo para Portugal e é garantido sair a uma pessoa.

Ri-me.

Vinha para casa a pensar no quanto a Santa Casa da Misericórdia  poderá arrecadar com este novo sorteio, não tivesse ele o nome de MILHÃO.

Se o vício das raspadinhas entrou no quotidiano das pessoas sobretudo nos idosos reformados,  sem dúvida alguma que vai aumentar o número de pessoas que vão tentar a sua sorte jogando o euromilhões ( que pelos vistos estava em queda)  e terem na mão o jogo do MILHÃO.

Quando escuto a publicidade do euromilhões que acaba com a frase " Jogos Santa Casa, sempre a apoiar boas causas", penso ( em vão, eu sei) que seria muito bom, também, esta instituição apoiar as Associações de Animais que lutam dia-a-dia para cuidarem  dos animais, têm imensas dificuldades financeiras e de logística, vivem da bondade e da sensibilidade das pessoas e dos voluntários, gratos ficam com o pouco que recebem e bem-vindo, claro. Mas não chega.

Se no folheto que tenho comigo, diz " Agora, o euromilhões tem mais novidades e mais milhões para dar, MILHÕES que nunca mais acabam", porque não um pouco da receita ser dirigida para os animais?

É que hoje, também, a Sofia, voluntária na ABRA há poucos dias, que tem levado sacos de ração que a mãe compra, pediu-me para arranjar (comprar) mantas e ração, porque o tempo frio e de chuva aproximam-se e os animais precisam de agasalho.

E foram as suas palavras que me lembraram a Santa Casa "sempre a apoiar boas causas".

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Psicogata a 27.09.2016 às 10:05

Eu acho que se devem proteger os animais, mas em primeiro lugar estão as pessoas, e se a Santa Casa da Misericórdia não consegue ter receita para as obras das pessoas, não me parece que se vá dedicar aos animais, até porque não é esse o seu âmbito.

A proteção dos animais deve iniciar-se pela causa e não pela consequência, as pessoas devem ser responsabilizadas pelo abandono.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 27.09.2016 às 12:36


Sei que a Santa Casa presta serviços a pessoas desfavorecidas, tem beneméritos que contribuem para a causa e os jogos são uma fonte de receita para o apoio noutras áreas, inclusive urbanas como aconteceu cá em Braga com as obras de restauro do Palácio do Raio, de sua pertença.
Este post foi um delírio meu.
Os animais sentem mas não reclamam.
Imagem de perfil

De Psicogata a 27.09.2016 às 12:47

Com disse acho que no caso dos animais o problema está na causa, os animais de estimação, os cães e os gatos, não aparecem sozinhos nas ruas e nos canis e gatis, é preciso controlar isso, já foram implementadas leis que responsabilizam os donos, mas acho que há ainda um grande caminho a percorrer.
Sensibilizar as pessoas também é importante, mas há anos que vejo campanhas a sensibilizarem para isto e continuam a existir animais abandonados e mal tratados.
Uma situação que seria evitada se as pessoas fossem responsáveis e cuidassem bem dos seus animais.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 27.09.2016 às 13:21


Psicogata, não querendo generalizar, as pessoas não se responsabilizam por si próprias, nem pelos filhos, muito menos pelos animais!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR