Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um excelente post, desta quadripolar que tive o prazer de conhecer aqui.

Uma homenagem ao Rodrigo, às crianças do IPO e a gratidão à família CR.

Nada do que vemos e criticamos corresponde ao que estas pessoas são.

Aqui, neste texto:

 

{#emotions_dlg.meeting}

 

"Aquela lei dos seis graus de separação sempre me pareceu uma coisa meio irreal até ao dia que em que eu e as meninas do "Todos por Um", num chat frenético, a organizarmos o evento íamos anunciando umas às outras as generosas ofertas que nos iam chegando via email dos respectivos blogs e páginas de facebook. De repente, recebi um email da Isa que é uma das quadripolares mais antigas deste estaminé e que, por razões que agora não interessam nada, me veio provar que aquela história dos seis graus de separação tem mesmo algum fundamento. Dizia-me a Isa que a Kátia havia falado com o irmão e ele prontificara-se para oferecer para a causa do Rodrigo uma camisola autografada e umas chuteiras. Não percebi à primeira quem era a Cátia e o irmão até que se fez luz: o Cristiano Ronaldo queria juntar-se à causa do Rodrigo. Oh my God!

Fiquei sensibilizada quando, no dia do evento, a Isa me trouxe a camisola autografada, muito bem dobradinha e as chuteiras coloridas rabiscadas pelo melhor jogador do Mundo e eu nem era especialmente fã do jogador.
A atitude atruísta e abnegada, a atenção de ter enviado em correio expresso a camisola e as chuteiras para a irmã que, por sua vez, teve o cuidado de entregar a camisola usada limpinha e passada, as chuteiras tão coloridas como as cores que gostaríamos de ver recuperar nos olhos, no sorriso e no coração do Rodrigo que morreu, um mês e meio depois, antes do Ebay nos autorizar o leilão online dos objectos, cujas receitas reverteriam para a procura da sua cura.
O Rodrigo morreu em Junho e coube-me a mim perguntar que destino queria o Cristiano Ronaldo dar à sua camisola e chuteiras, se queria que as devolvêssemos para as poder direccionar para outra causa. Nesta altura, eu já gostava do Ronaldo, da Kátia e da D. Dolores, que tão bem soube educar os seus filhos sensíveis ao Mundo e empáticos com a dor dos outros. Nesta altura o Ronaldo já não era o miúdo peneirento que eu tinha cristalizado na minha memória, a Kátia não era a ideia que as revistas queriam vender-me e a D. Dolores era mais, muito mais, do que aquilo que os outros a resumem. Eu tinha, agora, possibilidade de avaliar, formular juízos de valor, ter impressões próprias desta família de acordo com a minha experiência pessoal e cagando-me na ideia que as revistas querem induzir, dos estereótipos que as imagens a vulso no ecran da televisão teimam em alimentar. O Cristiano Ronaldo estava ali, a três graus de separação de mim. E eu estava rendida.
Quando percebi que era nossa tarefa agora, reencaminhar os presentes do Rodrigo para que todos os Rodrigos pudessem ser seus donos, a minha garganta atou-se com um nó mudo e os meus olhos encheram-se de lágrimas.
E no dia em que subi as escadas do IPO e cheguei à ala pediátrica, entregando a camisola e as chuteiras autografadas para serem expostas ali, partilhadas com todos os que vingariam a morte do Rodrigo, os que venceriam a puta da doença, no dia em que vi no olhar da senhora desta imagem esta expressão de gratidão, neste dia, fiquei fã do Cristiano Ronaldo e família para sempre.
Por isso, hoje, creio que a Bola de Ouro é um bocadinho do Rodrigo e de todos os Rodrigos, também. Obrigada, família Aveiro. Obrigada."

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Rita a 15.01.2014 às 09:48

Um gesto muito bonito, do tamanho da sua personalidade, pelo que se vê!

Comentar post



foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR