Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

21.03.18

há sempre uma pecita...

Maria Araújo

Há dias  que me apetece almoçar fora de casa (são poucas as vezes, gosto de comer o que cozinho)  e quando isso acontece, penso no Ikea, pelo espaço, pelos pratos simples e variados, e aproveito para ver as novidades. Pensei no arranhador para a gata, era o pretexto para umas compras.

Para almoço, a menina sugeriu o lombo de bacalhau com broa, comentei que não aprecio o lombo, que prefiro a badana, comenta ela:" engraçado, a minha mãe também não come lombo, gosta da badana", optei pelo bacalhau espiritual.

Depois da nata e do café, calmamente, fui ao meu "passeio" pelos expositores. Prometera comprar o mínimo posssível,o aspirador avariara, a batedeira eléctrica há muito que pifou, batia as natas e/ou claras com o batedor, a obra na garagem, tinha de me controlar nas compras, mas não deixei de trazer umas toalhas, que não precisava mas gostei da cor, umas latas para os chás que não cabem na caixa grande e quero separá-los, vi uns tapetes coloridos e giros, peguei, pensei neles para o escritório " fica para mais tarde" , pensei; vi  umas tijelas, gostei da cor,  e como gosto de as ter de cores diferentes para usos diferentes, aproveitei o preço e comprei, e depois apaixonei-me pela cor da capa de almofada para o sofá; pareceu-me fofa uma almofada de dormir, não me lembrara que em tempos comprara uma igual, não me dei com ela, estou habituada à dureza da minha, estão as duas guardadas para os sobrinhos ou visitas que em determinadas ocasiões dormem cá, e foi já em casa que me lembrei que não comprara o arranhador para a Kat... e fora este que me levara lá.

Não posso ir a esta loja, há sempre uma pecita que me entusiasma a trazê-la para casa.

Ikea.jpg

 

 

 

 

 

12 comentários

Comentar post