Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




dizem, " até que essa criança tenha necessidades especiais. Esse é o limite"

No fim de semana passado, pediram-me para ver o vídeo abaixo.

Quando li o título, fiquei de coração apertado, sabia que escutaria um discurso muito, muito sensível e que nem todos os pais querem ouvir e aceitar.

Sei de pais e mães que ignoram que o seu filho seja uma criança especial.

Também conheço eles, os homens pais, que fazem tudo pelos seus filhos, que se sacrificam para lhes dar a qualidade de vida que merecem, independentemente de as suas crianças terem um síndrome,  atraso de desenvolvimento, ou simplesmente porque são apáticas, ou hiperactivas, procuram ajuda e informação para que  as terapias necessárias as preparem para o futuro, limitado ou não, e que este seja risonho e igual ao das outras crianças "normais".

Mas também sei, e conheço, eles, os homens pais, que minorizam ou ignoram as dificudades das suas crianças, saem de cena quando percebem que elas são especiais, que precisam de terapias, paciência, resiliência, atenção e muito, muito carinho.

E deixam-nas  a elas, as mulheres, sozinhas.

Há algum tempo, uma amiga minha, que vive no Brasil, contou-me que o marido de uma sua amiga a deixou quando foi diagnosticado ao filho um PEA ( Perturbação do Espectro Austista).

Sozinha, viu-se confrontada com um eterno problema, que nunca imaginaria fosse ter, entregou-se ao filho com todo o amor, procurando ajuda e as pessoas competentes para aprender a interagir com o seu filho.

Há muitas crianças com doenças raras que, desde cedo, têm as terapias necessárias para que possam crescer e desenvolver a autonomia, interagir com as outras crianças; nas creches, nos jardins de infância, mais tarde na escola. Outras há que não têm acesso a nada, por desconhecimento dos pais (ou porque estes não querem aceitar /ver que a sua criança é especial), ou por questões económicas que não lhes permitem recorrer às clínicas privadas, estas capazes de responder às necessidades das crianças e que os hospitais públicos não conseguem, por vezes, por falta de técnicos, e sobretudo porque não aproveitam a logística que têm à sua disposição, raramente usada, porque o tempo para cada criança é limitado.

É esta a solidão das mães especiais.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


24 comentários

Imagem de perfil

De Triptofano! a 11.10.2019 às 00:00

A sociedade não está preparada para crianças especiais! Um exemplo flagrante é o ensino: deveria ser cada vez mais direccionado para a individualidade de cada criança mas na realidade tratam o individual como um todo, e quem não se inserir é deixado de fora à sua sorte...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 11.10.2019 às 22:07

É isso mesmo: quem não se inserir é deixado de fora à sorte.


Bom fim-de-semana.

Beijinhos
Imagem de perfil

De Psicogata a 10.10.2019 às 11:54

Tão lindo e poderoso este testemunho, obrigada pela partilha.
Ao ouvir arrepiei-me várias vezes, 1 bilião de pessoais, pensamos sempre que acontece aos outros, mas é mais comum do que se pensa.
É por isso que para a minha bebé não desejo muita coisa, apenas saúde, amor e carinho temos de sobra para lhe dar e o resto vem por acréscimo.
As pessoas escolhem olhar para o outro lado porque a realidade incomoda, é muito mais fácil ignorar e evitar e nem se preocupam que esse seu egoísmo causa exclusão e infelicidade. É só mais uma consequência do mundo egoísta em que vivemos.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.10.2019 às 14:39

Boa frase" a realidade incomoda"
Obrigada pelo bonito comentário.
Imagem de perfil

De Toze a 10.10.2019 às 05:30

Perdoe-me a espontaneidade, mas eu não chamaria homens a esse tipo de coisa, mas bestas quadradas que só pensam "no umbigo" deles. Seres ignóbeis
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.10.2019 às 14:43

E há-os que delegam nas mulhere tudo isto e eles ficam com o bem bom de ter a criança de 15 em 15 dias.
Imagem de perfil

De Toze a 10.10.2019 às 15:59

É a justiça que temos...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.10.2019 às 21:52

Também não é fácil tratar casos de separação, havendo filhos.
Imagem de perfil

De Toze a 10.10.2019 às 22:38

No meu caso foi simples; um divórcio amigável, com doação das casas há minha filha, mantendo, obviamente, uma relação de pura amizade
:)
Sem imagem de perfil

De Clara a 09.10.2019 às 23:41


É impossível não nos emocionarmos, é impossível ficar indiferente, principalmente aqueles que vivem situações semelhantes ou conhecem de perto crianças especiais.

Um beijo imenso... para Ti que também és rede, que também és aldeia
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.10.2019 às 14:43

Obrigada pelas palavras.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Bia ❤️ a 09.10.2019 às 20:48

Já está nos favoritos. Para depois poder ver com calma.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.10.2019 às 22:52

Ouça com calma, o que escrevi é uma pequena parte do que se passa sobre as crianças especiais e sua inclusão na sociedade.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 09.10.2019 às 20:15

Acho que não é só homens a abandonar as mulheres. O inverso tb deve acontecer e quase certo que tb acontece.
EM ambos os casos é sempre triste e uma preocupação para todos os envolvidos.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.10.2019 às 22:54

Com certeza que não, mas maioritariamente são as mulheres que ficam sozinhas.
É um assunto muito delicado, que acontece em muitas famílias.
Imagem de perfil

De José da Xã a 09.10.2019 às 18:49

Maria,

Escrevo este comentário lavado em lágrimas. Eu que estou para ser avô em Janeiro nao consigo indiferente.
E mais nao escrevo.
Desculpa.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.10.2019 às 22:57

José, eu chorei, também, mas ao mesmo tempo percebi que todas as mães e pais que cuidam destas crianças têm um papel interminável que pode dar frutos, ou não, mas a dedicação e o amor, que nunca esmorece, para lhes dar qualidade de vida, é para sempre.
Beijinho
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.10.2019 às 23:30

Esqueci de te dar os parabéns.
Vais ser avô!
Que bom!
Vais ser um avô babado.
E não te esqueças de lhe dar toda a atenção e carinho que vai precisar e gostar.
Beijinho
Imagem de perfil

De Maria Sá a 09.10.2019 às 17:39

Fizeste uma partilha muito importante, Maria
Imagem de perfil

De MJP a 09.10.2019 às 16:58

Olá, Maria! :)
Uma excelente reflexão sobre um tema que, ainda, é "tabu" (para muita gente)!
Muito Obrigada pela partilha!
Resto de dia Feliz!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2019 às 16:18

Caramba, fiquei arrebatada!!! Emocionada e nada indiferente!

https://titicadeia.blogspot.com/
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.10.2019 às 16:32

Penso que ninguém fica indiferente, Titica.
Beijinho

Comentar post



foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR