Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Qua | 07.04.21

Desafio dos lápis de cor - castanho escuro # 12

desafio "vamos pintar com palavras?"

o fim

 

Caíram lágrimas de felicidade quando do outro lado ouviu a voz de Filipe que lhe dizia que chegara a Portugal, ansioso por a ver, e por um abraço.
A noite fora agitada, estava ela, também, ansiosa por um abraço. A mente fervilhava. Como iria Filipe reagir à história que tinha para lhe contar? Passaram muitos anos, ele não se lembrava de nada, tinha a certeza... E eram muito jovens.
Combinaram que ele passasse em sua casa, o lugar tranquilo para conversarem.

Se tivesse de chorar, de rir, de gritar de felicidade, era em sua casa que Filipe iria ouvir a sua história...aliás, a histórias dos dois.

 

Quando deixou Veneza, Filipe estava decidido a regressar a Portugal. A reforma estava prestes a chegar, a casa de Milão ficaria para as férias ou para passar um mês, dois, os que lhe apetecesse.
Sofia não lhe saía da cabeça. Queria conquistar esta mulher. Tinha idade para ter juízo, "perdera-o" durante todos aqueles anos em que verdadeiramente nunca se apaixonara por uma mulher. Conquistas muitas, amor de verdade, nunca. Sentia que estava na hora de ter uma companheira, sentira que Sofia era a mulher com quem queria viver os anos que tinha pela frente. Estava feliz por tê-la encontrado.


Fez-se um silêncio entre os dois. Olhando-a nos olhos, Filipe lembrou-se, sim, dessa noite, a noite da última semana académica da sua vida de estudante.
E contou que, depois, vieram os exames. E tinha um emprego em Itália à sua espera. E viajara muito em trabalho, conhecera cidades e lugares lindos. E nunca se apaixonara por uma mulher.


E Sofia contou que casara, divorciara-se uns anos depois. Que tinha um filho que ia ser pai.

Um silêncio caiu naquele canto.

Sofia quebrou-o. Abriu uma gaveta, tirou uma fotografia e passou-a para as mãos dele.
Filipe ficou sem palavras. Olhava para Sofia, olhava para a fotografia.
O jovem da fotografia era a sua cara.
"Sim Filipe, é o teu filho. E vamos ser avós".
Com as lágrimas no olhos, ele abraçou-a.
Ela beijou-o.


Escolhera uma suite de hotel com vista para o mar. Convidara-a para jantar, queria passar a noite com ela. Quem sabe a primeira de muitas noites com ela?

 

Sofia escolheu o vestido vermelho que comprara nos saldos de uma loja de marca, guardara-o para uma festa, uma saída especial. Calçou os sapatos de salto alto,também vermelhos, que pouco usara. Maquilhou-se levemente, passou o batom vermelho. Vestiu o casaco preto comprido.
Estava linda! Sentia-se mais sensual que nunca!

 

Filipe agarrou-lhe a mão esquerda com a sua direita, enquanto que com a outra guiava o carro... Foram assim criando o clima para que, quando chegassem ao hotel, não tivessem muito mais para dizer, mas quase tudo para fazer.


Filipe deu-lhe um presente e pediu que o abrisse. Mas não à sua frente. E que voltasse ao quarto quando estivesse pronta.
Ouviu uma gargalhada do outro lado do quarto.
Quando regressou, Filipe exclamou:"magnífico!"
Sofia trazia no rosto uma máscara veneziana em tons de castanho, bege e preto, cravada de brilhantes...a máscara que ele comprara no dia em que a conheceu.
Amaram-se com paixão, mas também com alegria, brincando um com o outro, aprendendo os gostos e os sabores.
E acabaram por falar. De tudo. De nada. Deles. Da ligação tão especial que os unia: o filho.

 

 

Todas as quartas feiras e durante 12 semanas publicaremos um texto novo inspirado nas cores dos lápis da caixa que dá nome ao desafio no blogue da Fátima

Acompanha-nos nos blogues de cada uma, ou através da tag "Desafio Caixa de lápis de Cor". Ou então, junta-te a nós ;)

Neste desafio participam,  A 3ª Face, a Marquesa de Marvila,a Ana D , a  Ana de Deus  a Ana Mestre,  a bii yue, Célia, a Charneca Em Flor, a Concha, a Cristina Aveiro, a  Fátima Bento ,a Gorduchita, a Imsilva, o  João Afonso Machado, o José da Xã, a Luísa De Sousa, a Maria, a Miss Lollipop, a Peixe Frito  .

 

 

 

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/2