Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

desafio de escrita dos pássaros # 6

Maria Araújo, 18.10.19


" Desafio de escrita dos pássaros"

# Tema seis - cantinho da casa


«O Amor, uma cabana… e um frigorífico»

Acabadas as férias dos pais, pedira-lhes que deixassem o atrelado-caravana no parque de campismo até ao fim de Verão.
Bastava puxar a lona e prendê-la com as espias, tinha uma casa de férias, cozinha, e um quarto confortável, "que maravilha!", os bicharocos (só de pensar neles eriçavam-se-lhe os pêlos) não a incomodariam durante o sono.
As amigas aproveitavam a "casa" passavam uns dias com ela. Lugares e cidades interessantes, ali tão perto, praia, campismo, Espanha na outra margem do rio Minho, os passeios eram frequentes, e praia, muita praia. As noites eram para jantares, com risos e muito convívio, para dançar, ou para as conquistas.
Embora não gostasse de ficar sozinha no campismo, decidira passar lá o fim de semana, precisava de descanso.
Ela gostava de mais dele. Precisava dele. E queria-o.
Ele tinha a tenda no parque de campismo, em Viana, de lá a Caminha era um passo.
Telefou-lhe.
Ele aceitou.
Levara de casa uns bifes que deixara temperados para o jantar, na hora cozinhariam juntos.
A tarde foi passada numa das esplanadas de Caminha. Não faltavam amigos e pessoas conhecidas que faziam férias por lá.
Estava um final de dia fresco, regressaram ao parque. Àquela hora, as pessoas encontravam-se no bar, decidiram tomar uma bebida.
Ele ficou por lá mais uns minutos, ela foi preparar as coisas para fazer o jantar.
Quando tirou a tampa que cobria o prato onde estavam os bifes, uma colónia de formigas passeava por cima deles e por toda a mesa.
" Que é isto? Que merda! O que faço agora? O que vamos jantar?".
Enojada com aquilo, pegou no prato, foi a correr pô-lo no lixo, ao mesmo tempo que elas subiam -lhe para o braço. Sacudiu-o, sacudiu-se... e coçava-se de arrepio.
Ele chegou. E viu que ela passava na mesa folhas molhadas de papel de cozinha.
Perguntou-lhe por que fazia aquilo.
Ela contou-lhe que as formigas tinham invadido os bifes, que não havia jantar.
As covinhas dele mostraram o sorriso malandro, ao mesmo tempo que lhe disse que jantavam fora.
E assim foi.
O tema desta semana trata de "O Amor, uma cabana... e um frigorífico".
De facto, existia uma caixa frigorífica portátil que os pais levavam para casa depois das férias e que se esquecera dela naquele fim de semana.
Nesse tempo vivia-se o amor, uma caravana... e o frigorífico que nunca existiu.

 

2019-10-15 (2).png

 

22 comentários

Comentar post