Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Sex | 16.10.20

constatação

Fui a um dos supermercados aqui da zona, estavam duas caixas abertas, uma fila não muito grande em cada uma delas, entraram dois grupos de jovens da escola secundária que vão comprar alguma coisa para se alimentarem ( desde a pandemia acabaram as pizzas congeladas e os micro-ondas para as aquecerem e onde faziam as refeições na esplanada da cafetaria).

Passam à minha frente, procuram a fila mais pequena.

A pessoa que estava à minha frente tinha o cesto cheio, deixei-me ficar atrás da marca,os jovens decidem ir para a fila da outra caixa. Entretanto, a  pessoa à minha frente  pôs as compras no tapete, foi para o fundo da caixa, eu dei uns passos para ocupar a marca no chão que me separava dela.

Ainda na fila do lado, reparei que os cinco jovens, além de não  seguirem as regras de distanciamento,  estavam em algazarra e a poucos centímetros do senhor que estava à sua frente. Não sei se este deu pela aproximação, se não quis dar importância, resolvi meter-me.

Sem sair do meu lugar, perguntei-lhes se achavam que estavam a cumprir as regras de distanciamento e as marcas no chão.

Olharam para mim, perguntou-me um deles: " o quê?"

E repeti.

A resposta foi, virarem-me as costas e ficarem calados.

Entretanto, um funcionário abriu outra caixa, despachou os jovens.

Também já reparei que neste supermercado as (os) funcionárias (os) das caixas nunca desinfectam as mãos nem limpam o tapete rolante.

E que eles são muito mais atenciosos do que elas.

Se faço algum reparo, elas reagem mal, quer tenham razão ou não.

Gosto e vou de lá porque é um supermercado arejado, sinto-me mais segura.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.