Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




coisas do meu dia... no Porto

por Maria Araújo, em 17.03.18

Depois de almoçar com a Sofia, naquele pequeno centro comercial em frente ao IPO, parca de lojas, mas um bom supermercado e as lojas de restauração fast food são de mais para satisfazem os estômagos dos muitos estudantes da FEUP, ( a Sofia cozinha em casa, leva a marmita para a Faculdade), dos utentes do Hospital  de São João e do IPO, a Sofia regressou à Faculdade, eu dirigi-me à máquina automática para carregar o cartão do Metro, procedo à operação, vou para pagar não estava disponível o pagamento com moedas, um aviso alertava para fazer o pagamento por multibanco.

As pessoas atrás de mim estavam com pressa de carregarem os seus cartões, estava a sentir-me incomodada ao mesmo tempo que pensava estar no meu direito de fazer a operação, quando marco o meu código pessoal, um novo aviso me diz que a operação multibanco está indisponível.

Perguntei a mim mesma, alto: "que faço agora?!"

O comboio a chegar, diz-me um senhor idoso que me ouviu: " Arrisque. Quem sabe safa-se. E se aparecer o fiscal, eu sou testemunha".

E insistia para que me sentasse na cadeira ao lado da filha, eu dizia que não, que se sentasse ele, que queria sair na paragem seguinte  e carregar o cartão,  com tanta insistência do senhor, sentei-me.

E saí na paragem Pólo Universitário, carreguei o cartão, entrei no comboio  seguinte. 

Comentava com o meu decote: " Isto está a correr bem, de facto. O jovem do comboio não tinha dinheiro para pagar bilhete, eu não tenho cartão carregado porque o pagamento está indisponível."

Já a caminho do Museu Soares dos Reis, e porque confundi a rua, estava na entrada de um pequeno café uma adolescente que olhava o telemóvel  enquanto esperava as amigas que tinham entrado no café, pergunto se me pode dizer se era aquela a rua onde fica o Museu.

A miúda olha para mim com ar assustada, não me responde e atravessa a rua a correr. 

"Caramba! Parece que viu um monstro", pensei.

Entrei no café, o senhor ao balcão orientou-me, não era ali, tinha de voltar para trás ( e eu já tinha passado junto ao Museu no ano passado, não sei o que me falhou).

Visita feita ao Museu, descia a rua dos Clérigos, com o telemóvel clica aqui e ali, aqueles belos edifícios da cidade, muitos turistas, eis que, junto aos semáforos, sinal vermelho para os peões, um casal subia a rua acompanhado do seu cão.

IMG_20180315_173004.jpg

(foto do telemóvel)

 

De repente, o cão pára e faz aquele movimento de baixar o rabo para fazer as suas necessidades.

Segui o meu caminho, mas olhando para trás com a certeza de que o que pensara iria verificar-se: o casal não apanharia os dejectos do animal.

O sinal abre para os peões, volto a olhar para trás, vejo a senhora passar a trela ao companheiro, dar uns passos à frente.

O cão acaba de fazer o serviço, seguem ao encontro da senhora, deixando lá escarrapachado o poio do cão.

Ora que pensei foi o que todas as pessoas que viram teriam pensado, presumo.  Olhavam o cão e o casal, à espera de ver o que os dois fariam. Ela, certamente para não passar pela vergonha, entrega a trela ao companheiro, disfarça e segue  caminho.

Provavelmente, sendo ele mais descontraído e pensar que é apenas um poio de merda, se alguém reparasse não diria nada, esperou que o cão se aliviasse. Feito este, virou costas ao presente deixado no passeio e foi ao encontro dela.

Eu segui o meu desiludida com o que vi, com os devidos comentários para o meu decote de que quem não quer ou não tem estômago para limpar/ apanhar os dejectos do cão, então que fiquem e/ou deixem o animal em casa.

Nojento!

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 18.03.2018 às 19:18

Há pessoas com muita falta de civismo. Porém, em relação ao Metro fizeste o correto, mas poucos fariam isso.
Imagem de perfil

De José da Xã a 18.03.2018 às 18:26

E que tal uma multazita avultada aos donos?
Aprenderiam com toda a certeza.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 18.03.2018 às 21:18

Não vi polícia por perto, e até costuma ter, mais abaixo, nos Aliados e quem vai para São Bento.
Sem imagem de perfil

De P. P. a 17.03.2018 às 19:04

Saudades do Porto.
Mas este foi um daqueles dias em que venceram as energias negativas, não foi?
Abraço
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.03.2018 às 21:29

Estas género de energias negativas são fáceis de resolver.
Apesar do tempo, embora com alguma chuva, que nem deu para me molhar, foi um dia bem passado.
Bom fim-de-semana.
Sem imagem de perfil

De elvira carvalho a 17.03.2018 às 15:44

É verdade. mas pelo menos aqui ninguém o faz. Há tempos uma senhora da rua de trás, paralela à minha vinha todos os dias passear o cão para a minha rua. Um dia ele aliviou-se mesmo à porta do prédio onde moro. O meu vizinho do lado estava à varanda e viu. Desceu as escadas com o saquinho (ele leva sempre um quando vai passear o cão dele)
apanhou o cocó do bicho, foi à rua de trás e enfiou o saco na caixa do correio da senhora. Não sei se ela desconfiou ou alguém lhe disse mas foi remédio santo que nunca mais veio passear o cão para esta rua.
Um abraço e bom fim de semana
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.03.2018 às 15:58

Ahahahahah!
Muito bem feito!
Só com atitudes destas as pessoas aprendem...ou não.
Aqui na rua há vizinhos que também não apanham os dejectos do cão.
Falta de educação.
Imagem de perfil

De mami a 17.03.2018 às 11:37

isso é que é aproveitar cada segundo!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.03.2018 às 12:45

A Exposição de Almada Negreiros é até amanhã, tinha de aproveitar , embora me fosse dito que provavelmente ficará por mais algum tempo.

Beijinho
Imagem de perfil

De mami a 17.03.2018 às 16:27

eu adoro quando os dias rendem imenso!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.03.2018 às 16:55

Sem dúvida, Mami.
E a chuva, que por sorte foi pouca, não me impediu de fazer tudo o que planeara.
Beijinhos

Comentar post



foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR