Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Ter | 16.03.21

coisas do meu dia

em Janeiro, já se previa o confinamento, fora ao cemitério pôr flores decorativas, não plásticas,que tinha em casa.

ontem, com o primeiro dia do desconfinamento para as creches e escola do 1º ciclo, pensei que talvez o cemitério estivesse aberto, fui ver ao google, e sim,confirmava.

quando lá cheguei, as flores estavam intactas, não desbotara a cor

mas este post é para contar o seguinte:

estava na campa dos meus avós, mais à frente, umas mulheres de etnia cigana limpavam a campa dos seus familiares, comentavam que o cemitério não devia ter fechado, e tal.

estava eu a encher o balde com água, reparei que as duas mais velhas estavam à procura de alguma coisa no caixote do lixo.

ouvi-as comentar qualquer coisa, mas  não liguei.

 voltararam à campa, até que a mais velha  diz-me que a neta perdera o telemóvel e que teria sido ali pela beira da torneira, assim como dez euros que ela os vira e apanhara, mas o telemóvel não.

eu comentei que se alguém levasse o telemóvel também levava o dinheiro, que procurasse melhor ou que perguntasse  se ela teria deixadoi o telemóvel em casa ou no carro.

ela respondeu que a neta tinha a certeza que o trouxera, e comentou que ela viera de táxi.

decidi ajudar a mulher perguntei se sabia o número de cor que ligava, talvez o taxista desse pelo telemóvel e atendesse.

mas ninguém atendeu

ela agradeceu, desejou-me muita saúde, e foi para junto dos familiares.

de repente, ela aproximou-se e pediu-me se lhe fazia um favor

resposta afirmativa minha, pediu-me  que fizesse uma chamada, que a pagava

deu-me um número, alguém atendeu, pergunto se era para falar com ela

respondeu que sim, passei-lhe o telemóvel para a mão.

falou algo que não percebi nada, não demorou mais de trinta segundos, entregou-me o telemóvel e agradeceu.

fui às outras campas dos meus familiares e ,quando estava de saída, passei perto,vi -a e perguntei se sabia alguma coisa do telemóvel.

respondeu-me:"o telemóvel apareceu, está na florista".

dei o bom.dia e saí.

na ida à campa dosmeus familiares, e para prevenção, guardei os dois números para onde ela tinha ligado:
1º "cigana do cemitério que perdeu o telemóvel

2º  " chamada  que a cigana fez"

e porque guardei estes números?
porque se me ligassem,sabia com quem estava a falar.

apagá-los-ei mais para a frente.

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.