Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Semana 15 - Desafio 365 Fotos

Maria Araújo, 17.04.17

1492442615354.jpg

A semana passada foi vivida de tudo um pouco.

Ora tivémos calor e aproveitámos a praia, ora o tempo arrefeceu um pouco e andámos pela cidade a viver a Semana Santa.

Então, aqui vai o "relatório":

 

Foto 1 - Uma pintura estilo azulejo que fotografei na Exposição de Almada Negreiros, Gulbenkian.

 

Foto 2 - Terça-feira, um belo dia de verão na primavera.

 

Foto 3 - Uma conceituada merceria especializada  na venda de bacalhau, nas traseiras da Sé de Braga.

 

Foto 4 - Tecto em madeira da entrada da Igreja de São João de Souto.

 

Foto 5 - Nunca me lembrara de fotografar esta ala do Paço Episcopal junto ao Jardim de Santa Bárbara. Belo.

 

Foto 6 - Sábado, depois de uma aula intensa no ginásio, fiquei por casa. Preparar a Páscoa implica temperar o cabrito e as frutas. Tinha comprado ovos biológicos e como gosto de bolos feitos em casa, fiz o mesmo bolo, sem goduras, que trouxera desta receita e ficára muito bom. Vale a pena levar a receita.

Foto 8 - Com umas canetas próprias para riscar vidro, o António já sabe escrever os números.

E neste Domingo de Páscoa, depois do almoço, 10h30 no Rio de Janeiro, falámos com os nossos sobrinhos e sobrinhos netos, via Skype. Que saudades deles.

 

 

 

 

 

Semana 13 - Desafio 365 Fotos

Maria Araújo, 02.04.17

1491167476428.jpg

Uma semana com saídas de casa, mais uma reportagem deste desafio das 365 fotos.

 

Foto 1 - A expressão atenta da Kat, enquanto falava com ela, quando a descobri sentada à mesa onde tinha uns trabalhos que fazia.

 

Foto 2 - Fui ao Ikea, adorei a decoração de primavera deste expositor.

 

Foto 3 - Fui comprar o bilhete de comboio para a minha viagem desta semana, vi estes lindos azulejos da fachada de uma casa do centro da cidade.

 

Foto 4 - Quinta-feira, fui ao mercado e não podia perder a oportunidade de tirar esta bela pintura urbana.

 

Foto 5 - Sexta-feira, fui jantar com amigas. Eles não foram. Depois do jantar, encontraram-se connosco, fomos beber um cerveja ao Manel dos Vinhos. Já havia fotografado uma parte da parede, faltava esta.

 

Foto 6 - Sábado fui ao centro da cidade. Uma associação de animais de Vila Verde costuma levar os cachorros para a rua para que os transeuntes os vejam e queiram adoptar. Estes eram especialmente bonitos.

 

Foto 7 - Hoje, voltei ao centro da cidade, encontrei este citroen pop cross que chamava a atenção das pessoas que se aproximavam para o fotografar.

 

 

 

Semana 9 - Desafio 365 Fotos

Maria Araújo, 07.03.17

1488924399416.jpg

Dois dias de atraso, com imensos problemas na montagem das fotografias, cá estão elas e, "Obrigada, Mula. Se não fosses tu, não conseguia que as fotografias ficassem com a nitidez original."

Ora então temos umas fotos do dia-a-dia da semana que passou.

 

Foto 1 - Segunda-feira passei numa loja de meias. A montra chamou-me a atenção. Gelados de meias coloridas a chamar a primavera.

 

Foto 2 - Gostei desta frase escrita no saco de uma das camisolas que comprei na Benetton.

 

Foto 3 - Quando a minha gata se põe nesta posição, sei que quer mimos. 

 

Foto 4 - Comprei umas sandálias da colecção de verão de 2016 com 50% de desconto. 

 

Foto 5 - " Jesus é Pregado na Cruz". Calvário embutido no muro da Casa dos Coimbras.

 

Foto 6 - Sábado fui convidada para um jantar vegan. A sobremesa que escolhi " cheesecake de morango".

 

Foto 7 - Adoro fotografar a Brasileira em dias de chuva. Domingo de manhã, fui dar um passeio e, clique. 

 

no multibanco

Maria Araújo, 06.03.17

Domingo, uma manhã cinzenta, a chuva era miúda. Apeteceu-me sair.

Passei no multibanco.

Quando estava a tirar o cartão, senti algo que me tocava. Assustei-me.

Uma voz perguntou-me se era ali a caixa multibanco.

Olhei o homem. Era cego.

Respondi que sim, que já ia sair.

Depois de receber o cartão e o dinheiro, disse-lhe que podia fazer a operação.

Desviei-me e ouço a voz dele. Pedia-me que esperasse um pouco, podia precisar de ajuda.

Respondi que sim, que esperava.

O meu receio era que pressentisse que eu estava a seu lado e olhava para o que fazia. Eu estava de costas para a máquina.

Ouviu-se uma voz que saía da caixa. Eu não percebi o que dizia. E ele diz-me que se enganara.

Perguntei se queria que o ajudasse, depois de marcar o código.

Comentei com ele que as teclas deviam ser braille, tmbém, ao que me respondeu que há uma voz gravada que lhe diz o que tem de fazer caso haja algum engano. Depois de marcar o código pessoal no teclado, acrescenta o número 5.

Comentei que desconhecia esse sistema.

Voltou a meter o cartão, marcou o código. O dinheiro saiu. Mas não saiu o talão que ele pensara ter pedido.

Quando perguntei se não precisava de mais nada, respondeu-me para esperar um pouco porque queria pedir o saldo.

Voltou à operação, o talão saiu da máquina.

Quando estava a guardá-lo, diz-me: " Por favor, já agora diga quanto tenho no saldo".

Ele pedira os últimos movimentos. Não vi nada, nem sequer quanto levantara. Apenas olhei para o saldo e disse-lhe o valor.

Comenta comigo: " Está bem.Obrigada.Preciso de pagar a luz, a água, essas coisas".

Tudo feito, agradeceu-me e segui o meu caminho. Várias vezes segui-o com o meu olhar.

Impressiona-me como estas pessoas são desenrascadas Não vêem problema em nada. Estava eu mais preocupada que ele.

Mas senti que ele sentiu que podia confiar em mim. E fiquei feliz com isso.

 

benetton.png

 

Ao domingo há lojas abertas no centro da cidade.

Comprara uma  uma camisola às riscas. Gosto dos modelos em V e das cores de primavera. Vestem bem com jeans e saias.

E comprei mais uma, bege, branco e azul.

E tirei a fotografia para o desafio desta semana. 

livro secreto - 2º desafio

Maria Araújo, 01.03.17

O 1º Desafio de Leitura  do Livro Secreto que em 2015 a MJ lançou no seu blog e agora? sei lá!, correu bem. Tão  bem, que se aventurou na organização do 2º desafio e convidou-nos para mais uma aventura  do mundo fascinante da leitura. E ainda tão bem, que o número de participantes, treze no 1º desafio, passou para vinte e sete, neste ( vejam a lista abaixo).

O primeiro livro que recebi, do 2º desafio, «As Gémeas de Gelo» chegou há 15 dias. Uma história emocionante,  li-o à noite em poucos dias. Acabada a leitura, está pronto a seguir viagem para outro destino.

A MJ fez a lista dos livros deste desafio ( o trabalho é todo seu)  sugeriu, entretanto, isto:

«...quem quiser este mês escrever nos seus blogs por que motivo escolheu enviar aquele livro em especifico sinta-se à vontade...»

 

17039228_380453452324468_1598724884017587535_o.jpg

 

Vinte e sete livros que vão andar de casa em casa dois anos e três meses. Muito tempo!  Uma viagem que vai correr bem, com certeza.

Tinha três livros na mira, todos de autores portugueses.

Nos dias que correm, fala-se muito de animais, do abandono e maus tratos que sofrem dos seus donos, da protecção que lhes devemos, de fazerem parte da nossa família.

Nunca pensei adoptar um animal. Há seis anos, adoptei a Kat. Tinha um mês de vida.

Desde então, a minha dedicação e preocupação têm sido intensas.  Gosto de a ver feliz. Gosto de a ver correr pela casa. Gosto que ela me acorde para lhe dar de comer, de manhã cedo. E falo com ela. E fico contente quando vem esperar-me à porta, quando entro em casa. E quando ela quer sentar-se na mesa para receber o sol que entra pela sala.

E fico preocupada quando vou de viagem. E ligo a saber como ela está. Se comeu. Se está triste. 

Então, na procura de livros de autores portugueses, encontrei um que  lera há pouco mais de um ano. E lembrei-me que seria um excelente livro para dar a conhecer, ou relembrar, o maravilhoso conto de histórias do mundo dos animais com o mundo humano. Animais que compartilham com  os homens a desgraça: o sofrimento, as injustiças, a traição; e a esperança: os desejos e ambições. Animais que pensam e falam como seres humanos.

«Bichos» de Miguel Torga, foi o livro que escolhi para esta viagem de dois anos.

 

bichos 1-tile.jpg