Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Natal 2013

Passou, este ano com chuva e vento forte, pelo que não fui à Brasileira desfrutar do fim da tarde, como gostaria.

A mesa ficou bonita, as argolas em crochet ficaram muito bem e deram um toque especial (feitas por mim tem mais encanto,lol) à mesa.

As prendas, como sempre, foram muitas para os mais novos. Cada adulto trabalhador recebeu uma.

Depois da entrega das prendas, jogamos loto.

No dia 25 a mesa estava com mais elementos da família.

Os meus sobrinhos  foram 5*. Agradeço, em especial, ao Quico a ajuda preciosa que me deu na cozinha, antes e depois do almoço. Sempre atento, dinâmico e disponível. Um bom dono de casa (aprendi umas coisa com ele).

O almoço estava ótimo e constou de bacalhau assado no forno, cabrito assado, picanha (para quem não gosta de cabrito) e arroz de pato. 

O meu sobrinho neto é um doce, irradia simpatia, porta-se muito bem.

No final da tarde, quatro dos homens da casa jogaram cartas e os outros com as mulheres decidimos jogar às palavras, o que foi motivo para a risota, cumplicidade e batota, também.

Ontem, foi dia de arrumar as loiças e limpar a casa. Tinha dispensado a empregada, fiz tudo sozinha.

Hoje, arranjei vontade e fui ao ginásio, embora me apetecesse ficar na cama.

Agora, aproxima-se mais uma festa, a qual não dou grande importância. Gosto de ficar por casa, não tenho nunca planos para esta noite.

E, de repente, mais um Natal passou, rapidamente, como passam todos os dias do ano (ainda mal recuperei do meu aniversário e o próximo  é já dentro de 2 meses. Incrível!).

 

 

simulando "meninas fúteis"

 

 

 

 as argolas em crochet foram os brincos e o colar da Sofia

 

 

 (o meu sobrinho neto e sua mãe)

 

 

as prendas que recebi...

 

 

 

 

 

Um arco íris solidário

Cá estou eu de regresso da capital para vos dizer que os dias foram intensos na companhia das minhas sobrinhas e do meu sobrinho neto ,está lindo, já anda, e que a festa da Ana, que aconteceu neste espaço ,foi de diversão e convívio.

Pais, mães, muitas crianças, animação, dança, quiches, mousses, gelatinas, espetadas de frutas, guloseimas, bolos ...mas o que mais gostei desta imensa variedade, para miúdos e graúdos, foi do bolo de aniversário.

Um comboio super bem decorado, cada carruagem com seu tema, com uma massa diferente, perdi os meus olhos e os meus dedos no clique da máquina fotográfica.

Cheguei ao local mais tarde que o combinado (almocei com a minha família, a atenção devia ser primeiro para ela).

Na entrada, uma tenda modelo índio era o cenário fotográfico para as mães e filhos ficarem com uma recordação daquele evento/momento.

A blogger que me recebeu, presenteou-me com a T-shirt da Ana. Passamos pela sala onde se encontravam os dadores da medula (não tenho peso para ser dadora , pois se tivesse, não hesitava), e chegamos ao espaço onde todos conviviam.

Música "rádio Ana", jogos, espaço hora do conto, sessão fotográfica, comida, convívio de bloggers (não sabia quem era quem), isto é, poucas se conheciam. No final do dia, uma das minhas sobrinhas disse-me que vira esta jovem  (com certeza que teria gosto em a cumprimentar), não sei se esta blogger estaria por lá, e foram-me apresentadas algumas mães/bloggers, cujos cantos não conheço.

mãe da Ana, presumo conhecer-me do FB, (re)conheceu-me, cumprimentamo-mos e trocamos algumas palavras (mulher com/de genica).

Ana, cabelo loiro, olhos azuis lindos e grandes, vestia um vestido com as cores do arco-íris, foi presenteada com os parabéns a você de muitas crianças e adultos estranhos...um dia a mãe Gyver contar-lhe-á , com certeza, a história do seu primeiro aniversário.

Parabéns à mãe, ao pai, à Ana, e a todos os dadores de medula óssea que fizeram e fazem com que o espírito solidário esteja sempre presente nas nossas vidas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O espetáculo de encerramento dos Jogos Olímpicos

foi deslumbrante na recordação de grandes pessoas da música e das artes.

A idade avança, mas o prestígio é eterno (George Michael, John Lenon, Queen, The Who...)

Um sonho meu: "gostaria que o espírito olímpico, a envolvência de quem vê , de quem participa, a beleza da música, da dança, o levantar das bandeiras, fossem contributos para uma união entre os povos da Terra".

Durante 16 dias vivemos momentos de alegria e emoção. Esquecemos as guerras, os atentados, os assassínios, as catástrofes.

E lembrando John Lenon:

(...)

 

  You may say,
  I'm a dreamer
  But I'm not the only one
  I hope some day
  You'll join us
  And the world will live as one.

 

As fotos tiradas daqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O gari Renato Sorriso, a modelo Alessandra Ambrósio e o cantor Seu Jorge se apresentam no encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres Foto: AFP

 

 

Europeu

Com algum ceticismo da minha parte em relação aos nossos 11, espero que  façam um bom jogo neste início do Europeu.

As críticas são muitas, mas há quem diga que acredita que podemos fazer um bom Europeu. Espero que sim.

Por isso, aqui fica o meu apoio.

 

 

 (Lembrei-me da era Scolari. Vou tirar a bandeira e o cachecol, e colocá-los nos lugares do costume. Pode ser que dê sorte).

 

Vancouver

O motor de pesquisa Google tem sempre o privilégio e a atenção de nos fazer lembrar acontecimentos do passado, do presente e do futuro.

Gosto  das imagens que fazem aproveitando as letrinhas do seu logotipo para embelezarem o seu lugar.

Entrando no site, vejo esta chama olímpica. Na verdade associei a algum acontecimento desportivo e nunca aos Jogos Olímpicos de Inverno.

São tão falados os Jogos Olímpicos de Verão que esqueço estes, que são de uma beleza única.

Bem-vindo aos Jogos de Inverno , Vancouver, Canadá. 

 

 

(Espero que algum dos canais de televisão se lembre de exibir algumas modalidades.)

Brasil 2016

Lula e Pelé em campanha pelo Rio 2016

 

 

orkut e hi5, Brasil, brasil, Jesus Cristo, nuvem, bandeira do brasil

 

 

Estive até às 2 horas da madrugada na internet. Antes de desligar o pc, fui ao messenger. Estava online uma amiga portuguesa, que vive no Brasil há muitos anos.

Perguntou-me se tinha conhecimento da novidade.

Óbvio que me lembrei do Jogos Olímpicos de 2016.

Disse-me, «Aqui toda a gente dança e canta. É uma grande festa»

Acrescentei, «Em conversa sobre este acontecimento com um familiar, este comentou que em 2008, em Beijing, a China teve que prevenir a poluição. Em 2016, o Brasil tem que prevenir a segurança.»

 

 

Soube que o presidente Lula da Silva chorou de alegria.

É um orgulho indescrítivel.

Lembremo-nos do nosso Euro 2004.

Foi um acontecimento único.