Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



no bar do ginásio

por Maria Araújo, em 26.09.16

No ginásio, enquanto espero a aula das 18:15h, porque me esqueci das sapatilhas de ginásio ( não uso as da rua para o treino), dirigi-me ao bar para tomar algo leve. Comer é impossível não vá sentir-me mal quando estiver na posição de spider man ( pendurada de cabeça para baixo), dirigi-me ao bar. Os meus olhos ficaram em extâse. Deparo-me com um pedaço de homem. Lindo demais.

Dono do bar (já alguém havia falado neste espécimen mas nunca o vira), os lindos olhos azuis trespassam estes meus castanhos que me deixam estática.

Não fosse o menos giraço mas interessante homem do SPA quebrar este meu momentâneo estado pedindo-me para adiar a massagem que tinha marcado para amanhã, acho que ficaria petrificada por largos minutos.

Alto, elegantérrimo, calça cinza ligeiramente rasgada nos joelhos, a camisa azul que vem por fora das calças realça ainda mais os seus olhos azuis cor de céu e de mar e de infinito. O cabelo castanho claro, ligeiramente ondulado, barba muito bem escanhoada, uma repa discreta que teimosamente cai sobre o lado esquerdo da testa.  

Simpaticamente e bem disposto, perguntou-me o que queria tomar.

Fiz o meu pedido e, discretamente, sentei-me a observar esta coisa perfeita que é a tentação, dizem, de muitas mulheres cá do sítio.

Um lindo rapagão, sem dúvida!

Cantinho da Casa

  1. Mulheres com biquine que e colado a cueca - 1

 

6f24d5b865915726e8ee7648b372c8d3.jpg

 

É  o triquini, homem ( com certeza que é um macho)! 

 

E por falar em macho, como adoro vê-lo com a mulher e os filhos,  os irmãos e as cunhadas, os filhos destes, seus sobrinhos, os amigos, os amigos e as amigas dos filhos, e dos sobrinhos, todos juntos, na esplanada do café. E enquanto os jovens comem gelados, falam e riem das baboseiras próprias da idade, ele, o macho, entretem-se a escarafunchar o nariz, alheio a tudo e a todos.

Na mesa atrás, um casal almoça. Ele, de costas para mim, mostrava-me as cuecas e o início do rego do cu.

Se fosse um cu elegante!

Mês de férias, uma fila interminável de carros estacionados, junto ao meu velhinho Peugeot, eu, a rapariga que não gosta de conduzir de havaianas, tiro-as e  substituo-as pelas sandálias.

Entrava  no carro quando, mais à fente, deparo com um jovem macho que acabara de sair do seu carro, que, com prazer, coçava os tomates.

Não há olhos que aceitem estes gestos, pelo meno os meus. Que nojo!

Controlem-se homens, sejam cavalheiros. Ou no minímo, discretos.

 

 

Cantinho da Casa

I'm too sexy...

por Maria Araújo, em 19.11.15

 

12243379_951502388256319_5349987442561965611_n.jpg

 

Ontem vi, no Jornal da Noite e sorri.

Um prémio bem merecido, gostei das palavras de agradecimento de David Beckham aos pais, ao cabeleireiro ...ao photoshop

É caso para cantar...

 

Cantinho da Casa

palavras sábias

por Maria Araújo, em 12.11.15

 

12227714_970707489642016_8470390203685104168_n.jpg

 

Cantinho da Casa

um homem

por Maria Araújo, em 26.07.15

c24533db7b2e5b5f4245c6d1cb33733b.jpg

toda a semana fui de carro para o ginásio, já tirei a minha mala de viagem low cost para levar a roupa para as mudas, de acordo com as aulas que faço.

mas decidida que estou, nos dias mais frescos a ir a pé, hoje de manhã, na minha caminhada habitual, fui ver qual o percurso mais rápido a chegar ao novo ginásio. se para o ex-gym  levava cerca de 30minutos a chegar e o caminho é o mesmo até ao Continente, deste ao HP serão cerca de 10minutos mais e como só conheço o percurso de carro, fui descobrir o trajecto mais curto, a pé.

ora a cerca de 700 m do Continente, já no vale de Lamaçães, perto da passadeira, olho para ver se podia atravessá-la em segurança, reparei que uns minímos metros do lado direito um homem atravessava a rua. reparei que trazia a camisa de ganga toda aberta.

desviei o olhar, pareceu-me um homem de rua, não o vi mais.

quando estava prestes a atravessar outra passadeira ouço uma voz masculina atrás de mim: "então já não me conheces?"

era ele, o homem da camisa aberta. moreno, maduro, muito interessante, alguns cabelos grisalhos sobressaiam na cabeleira forte...

"desculpe, mas não o conheço", respondi.

"trabalhamos juntos, não te lembras? "

e de repente, a voz... " és o D! estás bom? há quantos anos não te vejo!"  (trabalhamos juntos sim, na empresa do meu pai , era ele um puto, adorava cantar, e cantava muitas vezes no trabalho, tinha uma boa voz, casou cedo, saiu da empresa  e foi trabalhar por conta própria. naquele tempo davamos emprego a famílias completas. era afilhado de um tio meu, ele e mais três ou quatro irmãos trabalhavam lá. tem agora, 54anos).

"estás na mesma!", comenta olhando-me de cima a baixo.

"tu estás muito bem! quantos filhos tens? (sabia que tinha um, ou uma, passaram muito anos).

"tenho duas, uma formada e a outra está em medicina..."

contou-me os vários percursos da sua vida, dedicara-se e dedica-se à música,  agora está de baixa, tem um problema na rótula, vai voltar ao que sempre gostou...dominou a conversa.

durante os cerca de 15 minutos que estivemos parados, apertou a camisa, o que me agradou pois detesto camisas abertas. óbvio que reparei que tinha um peito bonito, bronzeado, sem pêlos, e  não sei se foi o meu olhar que transmitiu alguma coisa que tivesse gostado, as mãos voltaram aos botões, desapertou-a e assim ficou.

chegava de conversa," a rótula deu-lhe sinal", despedi-me.

 

 

Cantinho da Casa

Um tipo de homens que detesto

por Maria Araújo, em 27.05.15

 

 

Fui à praia.

Antes de sair de casa, besuntei-me com o protector solar factor 30 para corpo e 50 para o rosto.

Cheguei lá, o vento fraco fez-me deixar o tapa-vento no carro.

Já se vêem famílias e pequenos grupos de jovens a gozar este belo tempo de finais de maio. Fui para perto dos rochedos. Não gosto de ficar perto do paredão a esturricar ao sol, procuro sempre ficar à beira-mar.

Entretida debaixo do guarda-sol, de barriga para baixo a ler o livro do momento, apercebo-me de um homem que vem na minha direcção... Voltei ao  meu livro.

De repente, ouço a voz :" Minha senhora, posso deixar aqui o meu saco enquanto vou ao mar e a senhora toma conta dele?"

O que havia eu de dizer? Respondi: "Está bem",  e voltei à minha leitura.

O homem deixou o saco a dois metros de mim, em cima de um rochedo.

De vez em quando virava-me para ver se o saco estava lá e via o gajo no mar  sempre a olhar para o lado onde estavamos: eu e o seu saco.

Dentro do saco, o telemóvel tocou.

Cerca de meia hora depois, sem dar pela sua aproximação, ouço, quase em cima das minhas costas, o vozeirão dele ao telemóvel:

- Liguei-te para saber se querias vir à praia, mas não atendeste.

- (...)

- Estou em Ofir (mentira, estava em Apúlia). Olha, sabes que aquela coisa dos terrenos em O...., aquilo vai ter campo de golf e já sabes o valor vai disparar. Temos de ver isso já.

- (...)

- Queres um Porsche? Ainda ontem vendi um Renault. De que ano queres o Porsche?

-(...)

-  2000? Vou ver o que posso arranjar.

- (...)

- Ok. Até logo, e um beijinho.

O gajo desligou, deixei-me estar na mesma posição até que ouvi, "Obrigada minha senhora por tomar conta do saco."

Virei-me e disse, "de nada!" e voltei ao meu livro.

Convicta que o gajo pegara no saco e fora embora, olhei para o lado da estrada e nada.  Foi quando olhei para o meu lado esquerdo e lá estava ele, mais abaixo, nas rochas junto ao mar a "micar-me".

Peguei no telemóvel. 13:30h.

Levantei-me, vesti-me, sempre de costas para o gajo e saí dali, não fosse o gajo meter conversa. E fui na direcção de Ofir para almoçar.

Bolas! Está uma pessoa tranquila  e vêm estes gajos interromper o nosso sossego.

E não é a primeira vez que sou "perturbada". Há imensos gajos destes, nas praias!

 

 

 

Cantinho da Casa

sonhos desesperados

por Maria Araújo, em 08.05.15

3612_dreams_sigimage_novideo.jpg

esta noite sonhei com um grande amigo, um homem muito interessante, porte alto, charmoso pelos cabelos brancos que tem.

o sonho era ternurento (nada de coisas perversas, ok?, mentes malandras) que, de repente, acordo. olho o relógio"quê?! 5:30h?"

sinto uma pequena comichão no braço esquerdo da vacina que ontem tomei, mudo a minha posição para o lado direito, tento voltar ao son(h)o, mas esta mente parva põe-se a pensar na vacina, no enfermeiro, depois vai para a médica, os exames que tenho de fazer e o son(h)o não quis mais nada comigo.

voltas e mais voltas na cama, o som da chuva que cai despertou ainda mais esta cabeça, levantei-me, fui buscar o tablet, li algumas notícias, os blogs em destaque, e desesperada porque dormi apenas 5 horas.

se fosse um mau sonho, sabia bem acordar e pensar " que alívio, foi um pesadelo!" agora um sonho bonito com uma pessoa bonita de sentimentos, é injusto acordar sem mais nem porquê.

entretanto,o relógio acabou de me dar o sinal de que chegou a hora de me levantar e ir para o ginásio.

 

 

 

Cantinho da Casa

Hoje estou assim

por Maria Araújo, em 06.05.15

digamos que, bem disposta, o dia rendeu-me bem e agora apeteceu-me escrever sobre um vocábulo muito usado pelas brasileiras no FB e na blogsfera, e porque devem achar piada ou porque lhes dá importância, ou status, as portuguesas adoptaram-na e é vê-la no blogs das mulheres que por aqui andam. 

Eu até fui procurar no dicionário cá de casa, sem edição  porque lembro-me que de tão gasta que estava a capa de origem que o meu pai mandou pôr uma nova. Há quantos anos? Talvez 60. Depois fui aos dicionários mais recentes, não a encontrei, e, finalmente, ao dr. Google.

 Encontrei no site Dicionário Informal do Brasil, isto:

  1. Maridão

Por Dicionário inFormal (SP) em 14-05-2014

Forma informal que as mulheres usam para se referir ao marido

Enquanto ela ficava deitada descansando o maridão fazia todo o serviço doméstico

 

Mas precisava de mais, consultei o DicionárioPriberam, e encontrei algo que nunca reparara: uma lista do uso desta palavra nas notícias...

 

marido.png

e mais ainda quando a vejo numa  lista de blogs, de mulheres, claro!

 

maridao -.png

 

E pergunta quem me lê: "Porquê esta lenga-lenga toda?"

Porque eu detesto ver  "o maridão"  escarrapachado nos posts que leio.

Eu até nem tenho nada a ver com isso, cada mulher trata o seu homem como bem entender, mas não é tão mais chique, carinhoso, sensível, tratar o seu querido, o perfeito, o homem dos seus sonhos, de marido?

 

08022012-142625-5R0zey8Z.png

 

Digam lá se não fica mais sublime escrever , "Enquanto ela ficava deitada a descansar, o marido fazia todo o serviço doméstico."

 

E é isto. "maridão" não faz parte dos vocábulos do nosso dicionário e no caso do DicionárioPriberam, está lá por  isto:

"O DPLP permite a consulta de acordo com a norma do português europeu ou de acordo com a do português do Brasil, com ou sem as alterações gráficas previstas pelo Acordo Ortográfico de 1990. Para informações pormenorizadas, deverá aceder à secção Como consultar. Quaisquer sugestões ou correcções devem ser enviadas para dicionario@priberam.pt. "

 

 

Cantinho da Casa

Dúvidas

por Maria Araújo, em 10.04.15

pulseira.png

Há 50 anos nasceu o meu irmão mais novo e hoje, fim de semana, vai haver um jantar meio surpresa, (diz ela, a minha cunhada).

Há alguns anos deixamos de dar prendas de aniversário, mas este é especial. Meio século de vida é para comemorar.

Surge agora a minha grande dificuldade: "o que oferecer a um homem?"

Sendo ele um amante de longos passeios de bibicleta, de boas bebidas, de boas comidas (e que bem cozinha ele!) pensei oferecer algo ligado ao que muito gosta de fazer. Mas essas coisas oferecemos no Natal. 

Estava na cozinha a preparar o almoço, surgiu-me a ideia de ver as pulseiras em pele.

Adoro vê-los de fato (de trabalho, ok? por que prefiro-os casual)  e/ou casual com estas pulseiras a espreitarem debaixo dos punhos das camisas e outras...

Como somos três irmãos a oferecer, lembrei-me que o outro ele, o meu irmão abaixo de mim em idade, mas não em altura, não deve achar piada a essas paneleirices, como ele costuma dizer. Já a minha irmã, de certeza que gosta.

Pensei num relógio, mas ele tem vários e roupa tem demais.

Depois do almoço, lá vou eu ao Braga Parque à minha loja preferida e ver se há alguma peça que goste. Se decidir, vou eu ter de telefonar aos outros e perguntar se concordam com a minha ideia.

É tão difícil saber o que oferecer a um homem!

 

 

 

 

Cantinho da Casa

"In my secret life"

por Maria Araújo, em 11.03.15

 

Numa troca de e-mails entre mulheres, e sobre homens maduros, alguém destacou este senhor.

Por que gosto da sua rouca voz, apeteceu-me ouvir esta deliciosa melodia (todos temos segredos na nossa vida)

 

 

 

Cantinho da Casa


foto do autor



1º desafio de escrita 2019 2º desafio de escrita 2020


o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR