Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Conta-me como foi vs tolerância

Maria Araújo, 13.04.09

 

 

 

 

 

 

Ontem foi dia de Páscoa. A programação da RTP1 não sofreu alteração.

A série dos Domingos deu á mesma hora.

 Ontem jantei em casa de um familiar, mas lembrei-me da série.

A miúda queria ver o Ratatui. Como já está crescida e há certos filmes que já não lhe interessa,"deixou-me" ver o "Conta-me como foi".

Interrompida de vez em quando pela conversa dos adultos, vi com mais atenção a parte final.

O casal Lopes estava no quarto. Ela fazia uma massagem nos ombros  do marido. Conversavam sobre os  problemas do quotidiano.

Este momento fez-me recordar o espírito de luta que existia entre os casais.

Comentei com os meus familiares: " Sempre existiram conflitos entre os casais.  A maioria  seria por falta de dinheiro. Esta carência fazia com que se unissem para  que nada faltasse aos filhos.

Hoje, os casais não têm os espírito de sacríficio. Discutem. Não há conversa. Não há tolerância. Tudo se torna uma rotina. Por qualquer motivo separam-se."

 

A tolerância precisa de ser incentivada. A comunicação precisa de ser alimentada  com o respeito pela individualidade,  a diferença de ideias  e o espaço de cada um.

Talvez eu seja um pouco sonhadora.

 

 

8 comentários

Comentar post