Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

14.02.09

Lollipop

Maria Araújo

 

Hoje é dia de namorados.

A importância que lhe dou é mínima. Contudo, um dia destes, ia caminho da escola  da minha pequena e falou-se no assunto.

Esta comemoração festeja-se nas escolas, na disciplina de Inglês, daí também o comércio de produtos alusivos ter entrado por este país há uns anos.

 

Como ia dizendo, perguntei à miúda se na escola festejavam o dia de S. Valentim, respondendo-me que não.

Perguntei em tom de brincadeira. "O que me vais oferecer no dia dos namorados? Eu sou a tua namorada. Faço tudo por ti."

Ela riu-se, deu-me um beijinho (damos muitos beijinhos e abraços).

Comentei " O amor pode ser de mãe, de filho, de amigo, de tia, de namorados. Por isso, neste dia podemos oferecer/trocar um beijinho. É uma prenda bonita de S. Valentim".

 

Na minha escola comemorou-se ontem este dia.
Vendiam-se "lollipops" de todas as cores, em  forma de coração e de vários tamanhos.

Comprei um para a minha pequena.

 

Hoje veio cá a casa, ofereceu-me uma rosa amarela e um sapo em plasticina, feito por ela.

Eu ofereci-lhe o lollipop.
Estava deliciada...ouvia-se o "nham,nham,nham ". De repente diz: " É muito bom este chupa, mas não vou chupá-lo todo hoje. Vou guardar para amanhã."

Embrulhou-o numa pedaço de película aderente.

 

Cerca de 30 minutos depois, desembrulha-o e vem para a sala lambusar-se mais um pouquito...

 

 

 

 Lollipop do Amor-coração

O amor é como o lollipop. Pode guardar-se e vivê-lo um bocadinho todos os dias.
 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.