Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Dom | 19.05.13

E se rifassemos o "cupcake"

 governo?

Cada ministro e secretário de estado teria um valor. As rifas seriam vendidas apenas aos grandes senhores gestores de bancos, empresas e aos muitos comentadores políticos, sempre com argumentos e ideias mirabolantes, ou alguém do povo que estivesse muito interessado no "rifanço", e o senhor sorteado ficaria com o negócio  de governar durante 10 anos, livre de encargos... teria,somente, as despesas de funcionamento do orgão "estado".

 

 

"O resultado líquido das rifas é para fazer face a tudo quanto é dívida”, acrescentou. O dinheiro em caixa é garantido, o investimento para quem compra as rifas é curtíssimo  e o prémio para quem tiver o papel sorteado será a pastelaria, cujas dívidas serão pagas graças às rifas."

 

"Quem ganhar ganha por dez euros um negócio completamente livre de dívidas e só terá as despesas de funcionamento."

 

 

2 comentários

Comentar post