Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Qua | 20.06.12

SH ´ BAM

Hoje, fui à aula de hidroginástica, que habitualmente faço ao sábado.

Junto à receção, estão os cartazes dos novos lançamentos das coreografias das várias modalidades de ginástica.Reparei que amanhã vai ser o lançamento da coreografia nº? de SH ´ BAM.

Nunca participei numa aula destas (recente, lá no ginásio), pelo que decidi arriscar e experimentar este desafio(e eu adoro dançar).

Procurei na internet e verifiquei que este tipo de ginástica tem origem na Europa.

Inscrevi-me.

Se aguentar os 45' de dança, se o horário for compatível com o meu trabalho, lá vou eu para mais uma aventura (pago a mensalidade correspondente a duas vezes semanais, mas vou somente ao sábado). Nos dias de hoje, pagar e não usufruir, dói na carteira (nem sempre o horário me convém).

Então, aqui vai uma explicação do que é SH ´BAM e o vídeo que mostra o quão animado é esta modalidade.

 

 

SH’BAM

A primeira novidade veio da Europa no início do  ano, o SH’BAM, uma mistura de vários ritmos latinos, como funk, street, dance, Techno, hip-hop e jazz. “A ideia é aliar exercício a  entretenimento. Mas o início é como qualquer atividade física: tem alongamento, aquecimento e agachamento”, conta Alessandra Dianin, professora da academia Bio Ritmo, na capital paulista. A aula garante aperfeiçoar a condição física com doses de relaxamento e diversão, com uma queima de até 300 calorias. “É uma coreografia simples, pré-definida e acessível a qualquer aluno”, complementa.

O foco da técnica é cardiorrespiratório, aumenta a resistência do sedentário proporcionando momentos de diversão. “Quem não sabe dançar acaba aprendendo a fazer os passos. Os resultados de gasto calórico são um estímulo a mais para que se solte e tenha uma performance melhor”, atesta a
professora. Ela compara o SH’BAM e uma aula de dança comum: “As aulas de dança exigem uma complexidade que desestimula os alunos. No SH’BAM, eles acompanham de maneira mais simples”, considera Dianin.

A proposta é remeter ao clima de uma boate: queimar calorias ao som de clássicos, como “What a feeling”, até hits atuais de Beyoncé e Lady Gaga.