Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

29.04.12

Coisas de crianças

Maria Araújo

A minha avó paterna era uma mulher muito paciente e carinhosa. Nunca deixou de apoiar os muitos netos que teve.

Enquanto os rapazes iam a casa dela para receber a mesada, nós, as raparigas, íamos para o lanche e para escutar as belas histórias que tinha para contar.

E eu adorava o pão com manteiga, o chá ou o café com leite que ela  preparava. Estas imagens nunca se desvaneceram.

E porque em breve, e pela primeira vez, vou ser tia avó, oxalá tenha oportunidade de dedicar-me a esta criança, um rapaz, como me dediquei aos outros sobrinhos que  estão agora na idade de me darem netos, lol.

Porque as avós são as melhores pessoas do mundo, aqui está um texto genial.

 

"As avós"

 

Artigo redigido por uma menina de 7 anos e publicado no Jornal do Cartaxo há uns tempos.

Delicie-se!

«Uma Avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros.

As Avós não têm nada para fazer, é só estarem ali.

Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam as flores bonitas nem as lagartas.

Nunca dizem "Despacha-te!".

Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem apertar-nos os sapatos.

Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou uma fatia maior.

As Avós usam óculos e às vezes até  conseguem tirar os dentes.

Quando nos contam histórias, nunca saltam bocados e nunca se importam de contar a mesma história várias vezes.

As Avós são as únicas pessoas grandes  que têm sempre tempo.

Não são tão fracas como dizem, apesar de morrerem mais vezes do que nós.

Toda a gente deve fazer o possível por ter uma Avó, sobretudo se não tiver televisão.»

 

 Não é fabulosa a mente de uma criança?

 

 

2 comentários

Comentar post