Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Dom | 11.09.11

11 de setembro

Levantei-me cedo. Saí para fazer umas pequenas compras de supermercado, onde não entrei.

Na rua, um casal aproximou-se e perguntou-me em que rua estavam pois queriam chamar um taxi, e precisavam de fornecer um ponto de referência do local onde se encontravam.

Bem perto, há uma paragem de táxis mas, segundo o senhor, não estava nenhum de serviço.

Tinham o número no telemóvel. Só precisavam de informar a central  a rua onde se encontravam

Informei a farmácia tal...

"Já está", diz o senhor. "A farmácia foi uma boa referência", comentou.

Enquanto esperavam, conversámos um pouco.

São de Lisboa, vieram ao congresso do PS, iam para as jornadas da manhã, e queriam o táxi. Vieram de combóio, não tinham visto a parte histórica da cidade, mas "Braga é uma cidade muito bonita", comentaram.

Não cheguei a dar a minha volta. Entrei em mais uma perfumaria  que abriu recentemente na avenida principal. Comprei umas coisas que precisava, com 20% de desconto, só hoje, e poupei cerca de 13 euros em dois produtos.

Almocei, arrumei o armário da roupa de casa, e sentei-me aqui, apenas para ler o correio eletrónico, e dar uma espreitadela neste cantinho.

Tinha um comentário ao meu post, que ficou programado ontem para as 00:05 h, sobre "storycorps", e o dia 11 de setembro.

Cliquei no endereço. Li, vi...

Ontem, todo o jornal da noite, repetia as imagens do dia que abalou a América e o mundo.

Ontem, vi os corpos que se atiravam da torre.

Ontem, recordei acontecimentos muito tristes que não só os da Twin Towers. Outros olhares tristes, silenciosos, se perdiam nas imagens... Talvez nem "vissem" o que acontecia, então...há 10 anos.

Ontem, percebi que os media têm prazer em massacrar as mentes das pessoas mostrando, de minuto em minuto, as imagens que nos mago(r)am.

Nunca ninguém esqueceu e esquecerá o impensável.

Ao oops!, obrigado pelo link.

Hoje, decidi não ligar o televisor.

Hoje, decidi estar quieta e respeitar, no silêncio, o que se passou há 10 anos atrás.

Hoje, decidi lembrar o que vi há 5 anos, quando estive no local: nomes, fotografias, silêncio, paz.

Hoje, o dia 11 de setembro é um dia tranquilo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post