Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Dom | 06.12.20

2º Domingo do Advento - Calendário do Advento - dia 6

SegundoDomingoAdviento_221116.jpg

 

Calendário do Advento-6.jpg

Fui dar um passeio matinal com o sobrinho neto e a mamã,  passamos na Sé, queríamos ver o presépio na ala principal, fomos informadas que estava a decorrer  a missa, só no final poderíamos lá ir.

Entraramos pela fachada norte, pela primeira vez ( vou muitas vezes à Sé sentar-me e rezar, ou simplesmente reflectir) vejo aberta a porta de uma capela que desconhecia ser de São Geraldo, padroeiro da cidade. 

Ficamos estupefactas com a riqueza do altar em talha, mas sobretudo porque nos pareceu estar decorada com frutas, sobretudo maçãs.

Enquanto a fotografava a minha sobrinha perguntou ao vigilante que capela era, e o porquê de as maçãs decorarem o altar.

Ora, ontem, foi dia de São Geraldo, a capela abre uma vez por ano, no dia 5 de Dezembro.

Devido à pandemia, este ano não houve celebrações, pelo que a única maneira de celebrar o dia, era abrir a capela, também hoje, domingo.

Capela de São Geraldo-Braga.jpg

E foi assim que vi, pela primeira vez, esta lindíssima capela. 

Dia de São Geraldo

A lenda:

 “Encontrava-se S. Geraldo muito doente, às portas da morte, em Bornes, na terra fria, nos princípios de dezembro cercado no tugúrio onde se refugiara com os seus familiares, fugindo à neve que abundantemente por aquelas terras caía. Nos ardores da febre que o consumia, pede a um dos seus familiares que lhe traga algumas peças de fruta, para apagar a sede e dar um pouco de alento ao seu debilitado corpo.

Contudo, o seu familiar respondeu-lhe que naquele lugar e com aquele tempo invernoso as árvores estavam despidas de folhagens e frutos. Poder-se-ia encontrar pelo chão algumas castanhas e nada mais.

A esta observação respondeu S. Geraldo:

- Vai e procura!

Então, por uma frincha da porta por onde estava o regelante frio, o servo viu que as árvores, lá fora, ao redor do terreiro, estavam recheadas de frutas.”

 

Podem ver as fotos, aqui.

6 comentários

Comentar post