Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Kat

por Maria Araújo, em 27.04.11

A minha bichinha anda doida. Faz da  minha casa a "selva" onde salta, corre,vem contra mim,  passa por cima da mesa da sala, dos móveis, e atira tudo o que tenho à mao, para o chão. O cio é terrível para a bicha.

Dá entrada amanhã na clínica veterinária. Vai ser submetida à esterilização, na 5ª feira de manhã.

Estive a ler as vantagens  e desvantagens para estes animais.

Eis algumas:

 

 

 

Benefícios para o dono


«- A esterilização/castração altera o comportamento do gato, mas apenas aqueles directamente ligados com o seu instinto sexual.

- Nas fêmeas, comportamentos ligado ao cio, tais como os miados, e, nos machos, a marcação de território deixam de existir ou são atenuados.

- É normal que os gatos se tornem mais calmos, embora a esterilização/castração não afecte o temperamento que o gato exibe no quotidiano.

 

Benefícios para o gato


- Os machos tornam-se mais calmos e menos agressivos para com outros gatos. Este aspecto é muito importante se o gato tiver acesso ao exterior ou se conseguir fugir de casa. As lutas entre machos são a principal forma de transmissão de muitas doenças incuráveis como a leucemia ou a SIDA felina.

- Nas fêmeas, a esterilização poupa-as ao stress provocado por cios que não terminam em cópula. Existem também doenças sexualmente transmissíveis nos felinos e uma gata com cio que foge de casa traz geralmente complicações, e uma provável gravidez.

- Para além destas vantagens em termos de comportamentos mais seguros, o principal facto que leva os donos a adoptarem pela esterilização é mesmo as vantagens em termos de saúde.

- Os tumores mamários estão entre os três tipos de tumores mais comuns nas gatas e são, quase na totalidade dos casos, malignos. A esterilização reduz a probabilidade do desenvolvimento deste tipo de tumores porque impede as alterações hormonais que surgem na gravidez que podem contribuir para a formação destes nódulos.

Outras doenças podem também ser evitadas nas fêmeas:

  • a piometra, inflamação no útero, comum nas gatas idosas e que pode ser fatal se não for feita a esterilização;
  • outros tumores, tais como no útero e ovários.

- Nos machos, a possibilidade de se desenvolverem tumores nos testículos é eliminada, já que estes são removidos.

Desvantagens


- As infecções urinárias são mais comuns entre os gatos esterilizados/castrados.

- Os gatos esterilizados/castrados necessitam de ver a sua dieta alterada, uma vez que ao tornarem-se menos excitáveis e mais calmos, podem tornar-se obesos, se a quantidade de ração não for diminuída.

- A esterilização/castração não deixa de ser uma operação e por isso envolve todos os riscos de uma cirurgia. Contudo é já uma cirurgia rotineira e comum, o que faz com que haja muitos veterinários com bastante prática neste campo.

- Uma cirurgia implica sempre cuidados pós-operatórios e a esterilização/castração não é diferente. Caso haja a aplicação de pontos externos, deve colocar na gata um colar isabelino, roupa, ou um penso preso com rede, conforme se justificar, para que a gata não consiga chegar aos pontos com a boca.

- Os animais geralmente regressam a casa no mesmo dia em que é feita a operação ou no dia seguinte. Os gatos geralmente recuperam bem e muitos mostram-se activos no dia seguinte.

Quando deve esterilizar?

- A esterilização quando a gata está no cio ou quando se encontra nos últimos dias da gravidez envolve riscos acrescidos. Alguns veterinários preferem esperar algumas semanas para realizarem a cirurgia.

- Em regra, existe consenso quanto à idade de esterilização das fêmeas (6 meses), podendo ser efectuada antes do 1º cio. Algumas gatas têm cios antes desta idade, geralmente pouco expansivos.

- No caso dos machos, as opiniões dividem-se quanto à idade ideal para a operação. Mais recentemente, alguns veterinários começaram a defender a castração com idade inferior a 6 meses.»«

 

A minha gata completou 8 meses. Está na hora de cuidar dela. Penso que é o melhor para ela.

 

 

 

 



 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)



foto do autor



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio


10 anos




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR