Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




802 - Portugal no mundo

por Maria Araújo, em 31.10.10

 

 

 

Conheci esta jovem num destaque no Sapo. Desde então, tenho visitado o seu blogue. Simples,  fresco, objectivo, sobre a sua vida na China, onde está a estudar.

Hoje escreveu sobre a participação de Portugal na Expo de Xangai, e no sucesso das nossas deliciosas natas, por terras do Oriente.

Fui espreitar o pavilhão de Portugal.

 

 

 

 

 

 

Pavilhão de Portugal

O Pavilhão materializa a ideia de ‘praça’ como um território de urbanidade, espaço de memória e palco de mudanças, transmissor da ideia de espaço público de excelência que, pelo seu carácter multifuncional e pelo modo como é apropriada, confere identidade à cidade e representa quem a ocupa. Tratando-se da cidade portuguesa, ilustra a identidade do país.

O Pavilhão de Portugal está concebido tendo em conta:
  • A sua contribuição, sobretudo através dos conteúdos expositivos, para a projecção da política nacional de sustentabilidade económica e ambiental, por via do fomento e utilização de energias renováveis;
  • A divulgação da mensagem de Portugal como um país de referência mundial no âmbito
    da produção e tecnologia de energias renováveis, eficiência energética nos edifícios públicos, estímulo à utilização de energia solar em edifícios de habitação e Programa para a Mobilidade Eléctrica, nomeadamente o carro eléctrico;
  • A divulgação de avanços na área da investigação, desenvolvimento tecnológico e realizações empresariais ao nível das energias renováveis, utilizando meios tecnologicamente avançados que favoreçam a interactividade e que possibilitem a fruição e a interacção com o público;
  • O seu papel enquanto objecto construído, capaz de ser fruído na sua plenitude por indivíduos de mobilidade reduzida;
  • A incorporação de modelos/protótipos e tecnologia nos conteúdos do Pavilhão de Portugal,
    no domínio das energias alternativas e da eficiência energética, através da celebração de protocolos e parcerias com institutos públicos e universidades.

 

E as natas:

 

2 milhões de pasteis de nata vendidos em 184 dias no Pavilhão de Portugal da Expo 2010 Shanghai

 

 

 

 

Cantinho da Casa


8 comentários

Imagem de perfil

De Rita a 01.11.2010 às 15:35

Oh... Obrigada pela referência...! Tão querida. Gostei muito desta referência à China, porque agora também me diz respeito, naturalmente. Só prova que realmente há talento para dar e vender em Portugal. É pena que só cá fora é que POR VEZES se dê valor... As natas eram boas, mas nada comparado com as que costumo comer aí! ;)

Continuação de sucesso para o blog!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.11.2010 às 21:43

E os talentos fogem de Portugal.
Beijinho
Sem imagem de perfil

De Charmoso a 01.11.2010 às 10:58

Pois é!!! E no final tudo se resume à contabilidade das natas ahahahahah

beijos com charme
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.11.2010 às 21:42

Bem-vindo a este cantinho, com natas como recepção.

Sem imagem de perfil

De swt a 31.10.2010 às 15:33

E , ontem, li que o Pavilhão de Portugal ganhou o prémio de design!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.10.2010 às 15:49

Olá. Soube disso também.
Como disse ao Rui, e num comentário à Rita, há tanto talento jovem esquecido, pelos nossos empresários e pelo poder.
E tenho-os na família.

Beijinho
Sem imagem de perfil

De Rui da Bica a 31.10.2010 às 14:50

Deve ser uma experiência interessantíssima viver na China, como a Rita.
Sobre os paséis de nata, vi há dias na TV uma reportagem sobre o assunto. Aquela gente adora ! ... e não são as autênticas, da casa dos pasteis de Belém. ! Se fossem essaso nº aumentaria muitíssimo !
Estão a transformar-se num grande " embaixador" de Portugal !
.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.10.2010 às 15:47

Olá. Temos produtos deliciosos, vinhos, tudo que há de melhor para exportar.
Enfim, tantoas recursos esquecidos pelo nossos governantes.

Comentar post



foto do autor



1º desafio de escrita 2019 2º desafio de escrita 2020


o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR