Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




802 - Portugal no mundo

por Maria Araújo, em 31.10.10

 

 

 

Conheci esta jovem num destaque no Sapo. Desde então, tenho visitado o seu blogue. Simples,  fresco, objectivo, sobre a sua vida na China, onde está a estudar.

Hoje escreveu sobre a participação de Portugal na Expo de Xangai, e no sucesso das nossas deliciosas natas, por terras do Oriente.

Fui espreitar o pavilhão de Portugal.

 

 

 

 

 

 

Pavilhão de Portugal

O Pavilhão materializa a ideia de ‘praça’ como um território de urbanidade, espaço de memória e palco de mudanças, transmissor da ideia de espaço público de excelência que, pelo seu carácter multifuncional e pelo modo como é apropriada, confere identidade à cidade e representa quem a ocupa. Tratando-se da cidade portuguesa, ilustra a identidade do país.

O Pavilhão de Portugal está concebido tendo em conta:
  • A sua contribuição, sobretudo através dos conteúdos expositivos, para a projecção da política nacional de sustentabilidade económica e ambiental, por via do fomento e utilização de energias renováveis;
  • A divulgação da mensagem de Portugal como um país de referência mundial no âmbito
    da produção e tecnologia de energias renováveis, eficiência energética nos edifícios públicos, estímulo à utilização de energia solar em edifícios de habitação e Programa para a Mobilidade Eléctrica, nomeadamente o carro eléctrico;
  • A divulgação de avanços na área da investigação, desenvolvimento tecnológico e realizações empresariais ao nível das energias renováveis, utilizando meios tecnologicamente avançados que favoreçam a interactividade e que possibilitem a fruição e a interacção com o público;
  • O seu papel enquanto objecto construído, capaz de ser fruído na sua plenitude por indivíduos de mobilidade reduzida;
  • A incorporação de modelos/protótipos e tecnologia nos conteúdos do Pavilhão de Portugal,
    no domínio das energias alternativas e da eficiência energética, através da celebração de protocolos e parcerias com institutos públicos e universidades.

 

E as natas:

 

2 milhões de pasteis de nata vendidos em 184 dias no Pavilhão de Portugal da Expo 2010 Shanghai

 

 

 

 

Cantinho da Casa


8 comentários

Imagem de perfil

De Rita a 01.11.2010 às 15:35

Oh... Obrigada pela referência...! Tão querida. Gostei muito desta referência à China, porque agora também me diz respeito, naturalmente. Só prova que realmente há talento para dar e vender em Portugal. É pena que só cá fora é que POR VEZES se dê valor... As natas eram boas, mas nada comparado com as que costumo comer aí! ;)

Continuação de sucesso para o blog!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.11.2010 às 21:43

E os talentos fogem de Portugal.
Beijinho
Sem imagem de perfil

De Charmoso a 01.11.2010 às 10:58

Pois é!!! E no final tudo se resume à contabilidade das natas ahahahahah

beijos com charme
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.11.2010 às 21:42

Bem-vindo a este cantinho, com natas como recepção.

Sem imagem de perfil

De swt a 31.10.2010 às 15:33

E , ontem, li que o Pavilhão de Portugal ganhou o prémio de design!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.10.2010 às 15:49

Olá. Soube disso também.
Como disse ao Rui, e num comentário à Rita, há tanto talento jovem esquecido, pelos nossos empresários e pelo poder.
E tenho-os na família.

Beijinho
Sem imagem de perfil

De Rui da Bica a 31.10.2010 às 14:50

Deve ser uma experiência interessantíssima viver na China, como a Rita.
Sobre os paséis de nata, vi há dias na TV uma reportagem sobre o assunto. Aquela gente adora ! ... e não são as autênticas, da casa dos pasteis de Belém. ! Se fossem essaso nº aumentaria muitíssimo !
Estão a transformar-se num grande " embaixador" de Portugal !
.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.10.2010 às 15:47

Olá. Temos produtos deliciosos, vinhos, tudo que há de melhor para exportar.
Enfim, tantoas recursos esquecidos pelo nossos governantes.

Comentar post



foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR