Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinho da casa

cantinho da casa

Dom | 31.01.21

uma foto # 5

DSC02527.JPG

Oceanário de Lisboa ( junho de 2016)

 

Em Fevereiro faz um ano que fui a Lisboa, para seguir de fim de semana de mini férias para o Alentejo.

Ia cerca de três, quatro vezes por ano à capital. No ano passado fui uma vez, veio a pandemia, acabaram as viagens, passei as consultas de Lisboa para o Porto..

Gostaria de voltar a Lisboa para mais umas mini férias e visitar pela não sei  quinta, ou mais vezes, ao Oceanário.

 

Sex | 29.01.21

um copo de vinho

IMG_20210129_134241.jpg

Lembrei-me do Robinson que, à sexta-feira, escreve sobre filmes, música e livros, acompanhado de um copo de vinho.

A minha mãe dizia que devia beber um copo de vinho, que fazia-me bem, que devia ganhar mais cor. Logo ela, que pouco bebia!

E nesta frase que Robinson escreveu:" enquanto o o fruto de Baco brilha no copo, só podemos mesmo pensar em nada esperar e nada temer, ser somente livres.", fotografei o copo do vinho, do almoço, porque ao jantar bebo água, para lhe mostrar que pouco mais bebo que a quantidade que pode ver. 

E mesmo a beber pouco,  há alturas que fico tonta. 

Mas se estiver numa festa em família ou amigos, escorrega mais um pouquinho.

Lembrei-me,também, dos directos de Bruno Nogueira (logo à noite há mais) e do habitual copo de tinto.

 

Sex | 29.01.21

a consulta

IMG_20210106_203545.jpg

( Ofir,Janeiro de 2021)

Estive nesta praia, neste mar de inverno , no início do mês.

Estamos a chegar ao final de Janeiro, estou desejosa de lá voltar.

Na próxima segunda-feira, tenho uma consulta, adiada duas vezes em 2020, na Póvoa de Varzim.

Mais medidas apertadas, não sei se é permitido fazer a viagem.

Entretanto, vou receber a mensagem a lembrar a consulta.

A ser confirmada, penso que ela servirá de comprovativo caso a polícia me "aborde".

Perto do mar que estarei, vou vê-lo e respirar um pouco da sua maresia.

 

Qui | 28.01.21

as máscaras

das notícias sobre o uso das máscaras FFP, desde o dia das eleições que uso duas máscaras. Sinto-me mais segura.

E posso assegurar que as ponho muito bem, desde o início, não as uso no queixo, nem abaixo do nariz.

E sempre que falo ao telemóvel, não a tiro, como vejo muitas pessoas fazê-lo.

Tipos de máscaras e suas utilizações: Tudo o que precisa de saber

 

Qui | 28.01.21

a crise ainda não chegou à cidade

Várias  vezes num mês, e esta semana assim aconteceu, recebo chamadas de uma menina que me pergunta se conheço alguém que queira vender ou comprar casa:" Apesar da pandemia, ainda temos clientes que procuram casas para comprar ou vender. Gostaria de saber se conhece alguém que esteja interessado na compra ou venda da sua""

A minha resposta é " Não conheço ninguém".
Desejando votos de feliz Natal, Páscoa e/ou outra festa, recebo sempre uma SMS .

Aqui está a confirmação das chamadas que recebo.

 

 

 

Qua | 27.01.21

a apatia deste tempo cinzento

a meteorologia não traz sol, estou farta deste tempo demasiado cinzento.

meteo.jpg

Se por um lado obriga as pessoas a ficarem em casa, por outro, a vitamina D faz falta, gostaria de estar junto da janela a ler e a apanhar um pouco de Sol de Inverno.

A minha rua está vazia de carros, tem escolas por perto, não há os gritos das crianças do 1º ciclo, não há os risos dos adolescentes das escolas secundárias, não há nada. 

Sem Título.jpg

Não vejo o luz ao fundo do túnel para tomarmos a vacina tão rápido quanto imaginava.

Gosto muito de estar em casa, adoro o meu cantinho, tiro proveito dele, faço o que me apetece, e por vezes nada. Finalmente, na segunda-feira, comecei o meu treino dentro de casa. Já não podia deixar que a falta de vontade superasse o que tanto gosto de fazer.

Venha o Sol, meu Deus!

Todos os dias da semana parecem Domingo.

 

Qua | 27.01.21

O bloco de notas - Desafio dos lápis de cor - #2 castanho

 

21996549_7S0it.png

desafio "vamos pintar com palavras?"

o bloco de notas 

Sem Título.jpg

 

castanho # 2

É ele! Aqueles olhos castanhos escuros!", murmuram os seus lábios trémulos .
"Ó meu Deus! Como é possível?!" Não posso acreditar no que vejo"
Ele aproxima-se, deita um olhar a Sofia, cumprimenta-a com um "Buongiorno!", coloca a chave do quarto em cima da mesa, pega num prato para se servir.
Ainda trémula, Sofia retribui o cumprimento.
Observa-o.
Um rosto marcado pelas rugas, o cabelo curto, grisalho, dava-lhe um ar cansado mas ainda charmoso; "estaria com 60?"
Calmamente, ele enchia o prato. Coincidência, escolhera as mesmas coisas que ela trouxera no seu prato.
Quando ele regressou à mesa, Sofia disfarçou o olhar para a mesa em frente,onde duas meninas conversavam animadamente com os pais.
Levantou-se e foi buscar a torrada e o café.
"Ele não me reconheceu. Seria impossível Filipe imaginar-me em Veneza"
Não tinha por que mostrar o nervosismo que a incomodava. Passaram trinta anos. E ela mudara...
"Estará sozinho? O que faz em Veneza? Porque havia o destino de juntá-los naquele hotel tão simples? Um homem como ele estaria alojado num hotel 4 estrelas, no mínimo"
Gostara do cumprimento que lhe dera. Filipe não mudara as atitudes delicadas.
E ela que ligara ao filho para vir ter com ela a Veneza! Ela que pensava que o caso Filipe Simões estava morto, eis que renasce no lugar mais impensável." A lei do retorno...".
O nervosismo estava a dar conta de si, despachou-se a tomar o café.
Levanta-se, olha para Filipe, dá-lhe um "buongiorno", passa pela funcionária ,cumprimenta-a e sai.
Entra no quarto, atira-se para cima da cama e ri-se. Um riso nervoso, um riso de surpresa que dá lugar ao choro convulsivo. "Porquê,meu Deus, porquê?"
Uns minutos depois, levanta-se, dá um jeito ao cabelo, aplica o pó de arroz no rosto, o batom vermelho nos lábios.
Na mesa de cabeceira estava a agenda de pele castanha que a acompanha para todo o lado com as notas e o roteiro que registara para estes quatro dias em Veneza.
Guardou-a na carteira e saiu.
Já na rua, sente-se mais segura, segue o seu caminho pelas ruas, com o mapa da cidade na mão.

 

Todas as quartas feiras e durante 12 semanas publicaremos um texto novo inspirado nas cores dos lápis da caixa que dá nome ao desafio no blogue da Fátima

Acompanha-nos nos blogues de cada uma, ou através da tag "Desafio Caixa de lápis de Cor". Ou então, junta-te a nós ;)

Neste desafio participam,  A 3ª Face, a Ana D.,  a Ana Mestre,  a bii yue, Célia, a Charneca Em Flor, a Concha, a Cristina Aveiro, Fátima Bento ,a Gorduchita, a Imsilva, a Luísa De Sousa, a Maria, Miss Lollipop, a Peixe Frito   e eu.

Ter | 26.01.21

"quando regressardes, lembrai-vos que...

sois os meus convidados, não os meus mestres."

Certamente que este vídeo é conhecido, foi publicado durante a pandemia de 2020, vídeo este de um autor desconhecido, e que hoje, em Portugal, e em muitos cantos do mundo onde o vírus está a infectar e matar milhares de pessoas, vem a propósito de que este texto é a lição que podíamos tirar do que a natureza nos quer dizer há muitos anos.

Ela sabe o que faz, e mais cedo ou mais tarde viríamos a sofrer as consequências do mal que lhe fazemos.

 

Seg | 25.01.21

foi perdedor, mas vencedor

ficou em terceiro lugar, por muito pouco de passar Ana Gomes.

Mas ganhou votos, muitos votos de quem não se esperava 

E o seu discurso foi nojento, como os discursos de Bolsonaro.

Os olhos brilhantes de felicidade de, segundo palavras suas,  ter recebido mensagens de congratulação  de vários cantos da Europa e do mundo.

E evoca, e evocou, o nome de Deus em vão.

Preparemo-nos para o futuro.

VERGONHA!

 

Pág. 1/5