Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

um dia de sol

Maria Araújo, 27.03.18

Agasalhos mais quentes ficaram em casa, vestiram-se outros mais práticos e leves. Já se viam os casacos nos braços, algumas mangas curtas, nas mais jovens, senti algum calor, hoje.

O céu limpo, o sol brilhante, uma temperatura agradável, uma noite fresca mas limpa, nada indica, como dizem as previsões, que a chuva está de volta nesta Semana Santa.

Gosto de mais de ouvir o som ruidoso das matracas dos farricocos. Amanhã, não posso perder a Animação de Rua por um Grupo de "Farricocos" :

«Alunos do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, com matracas e instrumentos de percussão tradicionais que percorre as principais ruas do centro histórico de Braga.

 - Organização do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda »

28 de março, quarta-feira Santa, durante a tarde  |  Centro Histórico de Braga

farricocoswtmk.0.jpg

(imagem da internet)

 

 

Está aberta a porta para a Semana Santa de Braga, amanhã à noite, com  a Procissão de Nossa Senhora da «burrinha».

 

IMG_20180327_164248.jpg

Espero que o São Pedro não se lembre de abrir as comportas do céu durante as procissões. Não é que vá ver, mas elas atraem milhares de pessoas dos arredores, e turistas, torna-se desagradável. Basta o frio da noite. Quando a chuva é intensa, a procissão não sai.

coisas do tempo

Maria Araújo, 26.03.18

Prevista que está a chuva a partir de 4ª feira, e que se vai manter por cá até meio da primeira semana de Abril, fui dar um passeio pela praia.

IMG_20180326_131639.jpg

Em Ofir os praticantes de body board e surf andavam por lá, o sol era quentinho, embora o vento fosse frio, desta vez não almocei no bar do costume. A esplanada coberta desapareceu, não queria almoçar  na esplanada ao sabor do vento, que nem era forte, mas sentia-me mais confortável se estivesse protegida.

Fui na direcção de Esposende procurar a antiga esplanada, que mudara de proprietário, estivera fechada algum tempo, há muito que não gozava do sol neste lugar.

E que bem se estava.

IMG_20180326_135205.jpg

Depois do almoço, fui dar a volta pela praia.

IMG_20180326_145828.jpg

As altas dunas de areia que o mar e o vento trouxeram eram demasiado altas, ocupavam o caminho até à praia. E como seria de esperar, o areal está mais pequeno, continuam as imensas pedras ao longo do areal, os cafés em cima da praia (que devia ser proibidos existirem) com sinais de destruição e lixo.

IMG_20180326_150108.jpg

IMG_20180326_151626.jpg

À medida que me aproximava do local onde o rio desagua, e que estivera em obras a última vez que por lá passei, fui vendo as mudanças da obra do homem. E quando chego à beira do local onde outrora se viam muitos pescadores, porque ali dava-se a junção do rio Cávado com o mar, eis que vejo um areal artificial de praia onde algumas pessoas   pescavam, outras passeavam.

IMG_20180326_152251.jpg

Não queria acreditar como um lugar inacessível é agora um local de veraneio.

Ao fundo, na ínsua que sofrera obras com a colocação de geocilindros e que estavam praticamente cobertos de areia, vê-se, agora, a descoberto e com alguns sinais de destruição, e porque o mar não perdoa.

IMG_20180326_152247.jpg

Acredito que estas obras são feitas no sentido de protegerem as populações, mas tanto desvio, tanto artifício, e o mar continua a fazer das suas, vejo estas construções caírem por terra, mais ano, menos ano.

IMG_20180326_152514.jpg

IMG_20180326_153008.jpg

 A Sofia ( 19 anos)  e o Diogo (21 anos) andavam na escola do 1º ciclo, costumava levá-los à praia nos primeiros dias de Setembro, antes de as aulas começarem. Em 10/15 anos muito mudou nestas praias do norte.

IMG_20180326_152803.jpg

Coisas do tempo...

IMG_20180326_151428.jpg

 

 

 

 

a serenidade

Maria Araújo, 26.03.18

desta segunda-feira, meio-dia, deu-me um clique de ir almoçar à praia.

O bar do costume já não tem a esplanada coberta, procurei o meu preferido em Esposende.

Está um belo tempo, lia o meu livro enquanto esperava o hambúrguer.

Um(a) simpática companheiro(a) aproximou-se da minha mesa, quando o seu dono  foi à casa de banho.

E ficou por aqui à espera que lhe desse  um pouco do meu almoço, que entretanto  foi posto na mesa.

O seu dono saiu da casa de banho,.pediu desculpa  por ele/ ela estar a " incomodar"'.

Comentei que não dera nada ao cachorro, ele sentou-se, em frente a mim, desejou-me bom apetite, concentrando-se no seu café.

De quando em vez, sentia que o seu olhar vinha na minha direcção. E o seu cão  que gostou de mim, sentava-se a meu lado.

Finda a minha refeição, peguei no telemóvel e dexei-me levar pela escrita deste post.

O dono do cão, ou cadela, deixa-se estar sentado ao  sol,  fumando o cigarro. 

Eu diria que gostou da minha "companhia",' mas fosse ele mais velho uns anitos, quiçá o seu animal fosse pretexto para uma conversa  banal, sem interesse.

Pela quantidade de professores que almoçavam e /ou tomavam café, presumo que ele também é : "tenho hoje e amanhã", respondeu a alguém.

IMG_20180326_135535.jpg

IMG_20180326_135550.jpg