Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

a chegada do novo ano

Maria Araújo, 30.12.17

 e a propósito de superstições e tradições que li no blog da Mami, lembrei-me que há alguns anos li algumas das mais comuns nos países do mundo, sobretudo os da América do Sul e uma delas, a que mais gostei, e que foi motivo de riso entre nós, foi:

viagens

59c005548245e0174e4be0f2f6b663af--travel-illustrat

 

-se desejarmos um ano cheio de viagens, depois da meia-noite, pegamos numa mala vazia e damos uma volta no quarteirão. (Já me imaginaram fazê-lo, eu que nem gosto de sair de casa nesta noite?).

Outras falavam de prosperidade, felicidade e fortuna.

Quanto a fortuna,  e por que o faço há alguns anos e desde que me habituei a comprar este fruto de inverno no mercado, é a romã:

roma-beneficios-foto-88.jpg

 

- fruto vermelho, a minha cor preferida, com muitas sementes que dizem simbolizar a prosperidade, se guardarmos  na carteira 7 sementes  teremos dinheiro o ano todo ( tem dado certo, o dinheiro não é de mais, mas não falta, e tenho as deste ano, que finda já amanhã, na minha carteira).

 

as moedas também entram nestas tradições:

00249_522141_Cent_1922_80_Mil_Euro_Dez_2006_Frente

 

sair de casa à meia-noite com 12 moedas de um centavo no bolso e à medida que caminhamos, lançamos,  uma a uma, pelas costas.

 

Não sou supersticiosa, não faço tudo o que é tradição, por vezes nem me lembro de nada disto na passagem do ano.

Quero, sim, que seja sempre um ano suficientemente bom quanto  foi anterior. E este ano, apesar de não ter saído para viajar, como gostaria, foi um ano positivo.

Mais positivo seria se não tivessemos tido a calamidade dos incêndios, que afectaram todos nós.

Que 2018 seja um ano mais sereno e que todos nos preocupemos com o grande mal que assola o planeta: o aquecimento global.

 

 

o Natal deu-me a volta à cabeça

Maria Araújo, 29.12.17

entrei na semana com o síndrome de indolência, fazendo as minhas tarefas sem grande entusiasmo, só porque tinha de as cumprir, não me apeteceu passear, não fui ao ginásio, às minhas aulas  preferidas, de tal forma que me esqueci do desafio de fotografia da semana 51.

Lembrei-me, hoje, da semana em falta, e publiquei-as como se fosse a última do desafio.

Mas que cabeça a minha, porém,  com direito a uma melodia.

 

 

 

 

Semana 51 - Desafio 365 Fotos

Maria Araújo, 29.12.17

1514551633045.jpg

Completou-se o ciclo fotográfico deste belo desafio de fotografia que a Mula lançou no seu curral, entramos na semana 51, a última deste ano de 2017, muito positivo, sobretudo cheio de boas recordações fotográficas.

Obrigada, Mula, pelo desafio.

 

Foto 1 - "O Natal em Braga vive-se na rua", mais um momento musical que fotografei num dos meus passeios pelas ruas desta cidade.

 

Foto 2 - A caminho de casa, e antes que a chuva viesse para o Natal, fotografei a luz do pôr-do-sol na minha rua.

 

Foto 3 - Entrei no edifício de Socorros A Náufragos de Apúlia...

 

Foto 4 - Os fritos de jerimu estavam deliciosos.

 

Foto 5 - Fui ao Bananeiro comer a banana e beber o Moscatel, depositei o plástico ali.

 

Foto 6 - Depois da segunda passagem pelo Bananeiro, e com amigos de coração, fomos jantar no Mercado da Saudade. Conversa boa, recordações de momentos que marcaram uma época...

 

Foto 7 - Uma salada de frutas  na minha mesa de Natal.

Pág. 1/8