Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

30.09.16

coisas do meu dia

Maria Araújo

Sem que desse por nada, a Kat dormiu toda a noite no roupeiro ( as portas são de correr) fechei-as antes de dormir.  6:30h da manhã, hora que a Kat faz o favor de me acordar porque quer comer, sinto as garras dela arranharem a porta.

Convicta que estava do lado de fora do quarto, não me levantei para a abrir.

Às tantas, percebi que ruído vinha de dentro do quarto e: " Ela está dentro do roupeiro!"  Levantei-me, abri a porta, a do quarto também, pu-la fora ( não quero habituá-la ao meu quarto).

Meia hora depois levantei-me para lhe dar de comer. Ela sossega e eu volto para a cama. E adormeci ( às vezes desperto, o sono não vem mais).

Às 8:30h, o despertador dá sinal, hora de levantar para ir ao ginásio.

Depois da primeira aula, e já no balneário a mudar a t-shirt, a conversa entre duas senhoras preparadas para a aula de hidro, era esta:

Senhora X - Era o que faltava mandar calar. Eu faço os exercícios na mesma.  Que quer ela?

Senhora Y - Ela ( a professora) diz que enquanto dá a aula temos de estar calados. Ela não gosta que se fale.

Senhora X - Mas se eu faço os exercícios e estiver calada, pouco me incomoda que os outros estejam a falar. Ela não tem nada que mandar calar. 

E continuou a conversa com o silêncio da outra que me pareceu não gostar do que esta dizia.

Foram este tipo de senhoras e a conversa que tinham durante as aulas de hidro que deixei de ir à semana. Passei a ir ao fim de semana. É  um sossego.

 

Hora de almoço, liguei o rádio na RC, estava bem disposta. Se passa uma música que gosto e que dá para dançar, danço ou dançamos...

Vejo a Kat em pontaria para pegar nela e dançar comigo ( mas com cuidado porque ela não gosta muito que a pegue e, por vezes , arranha-me. É tão doida!)

Yes! Ahahahaha! Dançou comigo, dei-lhe um beijo no pêlo e pousei-a.

Após o almoço, decidi ir aos CTT enviar os livros de  " Vamos Alimentar uma Bibiloteca?" ,  que a Magda divulgou no blog. Estava com tempo para os despachar, seria já hoje, não fosse segunda-feira ter outras coisas e esquecer-me.

Nos CTT, peguei num envelope almofadado, grande, para três livros, preenchi o endereço, esperei a minha vez.

Dirijo-me ao balcão e dá-se esta conversa:

Eu - Quero enviar estes livros para a Madeira, não os meti no envelope para o senhor passá-lo no código.

Ele (funcionário) - Os livros estão escritos?

Eu - Não, a não ser este que tem uma dedicatória.

Ele - Muito bem. Olhe, não quer comprar um livro do Mia Couto e enviar junto com estes? ( apontou para um livro que estava em cima do balcão).

Eu - Não. Vou enviar estes três, não me interessa. 

Ele - Mas o Mia Couto vai estar na Universidade do Minho. Não quer comprar? Ele tem uma trilogia, vem fazer a apresentação.

Eu - Não. Se comprar é para mim, mas vou decidir em casa.

Ele - E não quer comprar uma lotaria? ( no balcão, à vista).

Eu - Não. Eu só compro uma vez por ano...a de Natal. 

Ele - Mas nós já temos lotaria de Natal.

Eu - Obrigada, mas ainda é cedo. Para meados de Outubro, compro. 

E é isto. Sempre que vou aos CTT gostam de tentar impingir coisas. 
Não dá. Não gosto disso.

E hoje que até estou bem disposta ( aliás, estou sempre, mas hoje mais um pouco). 

E agora os romances que enviei, com muito gosto, para alimentar a Biblioteca  de Faja da Ovelha, concelho da Calheta, na Madeira.

Boas leituras, amigos.

 

IMG_20160930_135741.jpg

 

 

30.09.16

a H&M

Maria Araújo

da MAC é mais os Loafers.

h&m 2.png

 

e eu sou mais os casacos de malha ( 9,99 €)

 

h&m.png

 

Tenho dois antigos, azul  royal e bordeaux

No ano passado comprei mais dois, verde e castanho

Este ano na colecção de primavera, comprei amarelo.

Hoje, comprei azul claro e vou na onda de comprar um cinza e um preto.

Adoro-os!

29.09.16

Sporting Clube de Braga

Maria Araújo

que admiro, que precisa reforçar a defesa, ser mais confiante, que poderá ir mais longe na liga. ..Mas sem José Peseiro.

Se no FCP  irritava-me a sua atitude de vitíma, e que continua a ter no Braga, desconfio que não chegaremos a lado nenhum.

Tirem-me este homem do Braga!

 

Resultado de imagem

29.09.16

a Mafalda

Maria Araújo

aqui nos 

mafalda.png

 

merece uma referência especial, porque:

adoro este nome

porque a Mafalda, minha amiga de coração, mãe de dois filhos, super preocupada com os pais ( a enfermeira e psicóloga), arranja sempre disposição e tempo para eles, que sofre sozinha por si e pelos outros, a mulher que me põe a chorar de tanto rir, a professora que os alunos admiram

adoro a Mafalda do Quino

adoro esta  Mafalda que rola mundo fora, sempre que clico aqui.

 

 

27.09.16

cadeiras coloridas

Maria Araújo

3f1b38cc996362c6f1b9ebdea78ee3f3.jpg

 

A Sofia pediu-me para a levar ao Ikea, queria comprar uma secretária.

Farta que estou das cadeiras do espaço refeições da minha cozinha, andava com o olho numas Ikea que se adaptam a qualquer espaço. Gostei delas desde o primeiro dia que as vi.

Então, comprei duas ( as velhas vão para a garagem, no Natal não vão faltar cadeiras para a família).

"Os móveis são brancos, uma de cada cor não ficará mal", pensei.

Comprei uma cadeira branca e outra vermelha ( tijolo).

E estão as duas com  as almofadas, fizeram toda a diferença!

Ficou o espaço mais colorido e com um toque moderno.

Na próxima vez que lá for, tenciono comprar a bege e a preta (acho que não vou eserar. Vou lá de propósito comprar as outras duas).

 

 

terje-cadeira-dobravel-verm__0140863_PE300862_S4.J

 

 

 

 

26.09.16

"os milhões que nunca mais acabam"

Maria Araújo

e que já está a levar muitos apostadores a gastarem mais 50 cêntimos em cada jogo.

Há anos que jogo com uma amiga os dois sorteios do euromilhões, exceto o jóker.

Hoje, fui registar o desta semana.

Não estava ainda a par das novas regras do jogo (sabia que há um novo jogo e que pagaria mais cinquenta cêntimos por cada um) foi-me explicado que este MILHÃO é exclusivo para Portugal e é garantido sair a uma pessoa.

Ri-me.

Vinha para casa a pensar no quanto a Santa Casa da Misericórdia  poderá arrecadar com este novo sorteio, não tivesse ele o nome de MILHÃO.

Se o vício das raspadinhas entrou no quotidiano das pessoas sobretudo nos idosos reformados,  sem dúvida alguma que vai aumentar o número de pessoas que vão tentar a sua sorte jogando o euromilhões ( que pelos vistos estava em queda)  e terem na mão o jogo do MILHÃO.

Quando escuto a publicidade do euromilhões que acaba com a frase " Jogos Santa Casa, sempre a apoiar boas causas", penso ( em vão, eu sei) que seria muito bom, também, esta instituição apoiar as Associações de Animais que lutam dia-a-dia para cuidarem  dos animais, têm imensas dificuldades financeiras e de logística, vivem da bondade e da sensibilidade das pessoas e dos voluntários, gratos ficam com o pouco que recebem e bem-vindo, claro. Mas não chega.

Se no folheto que tenho comigo, diz " Agora, o euromilhões tem mais novidades e mais milhões para dar, MILHÕES que nunca mais acabam", porque não um pouco da receita ser dirigida para os animais?

É que hoje, também, a Sofia, voluntária na ABRA há poucos dias, que tem levado sacos de ração que a mãe compra, pediu-me para arranjar (comprar) mantas e ração, porque o tempo frio e de chuva aproximam-se e os animais precisam de agasalho.

E foram as suas palavras que me lembraram a Santa Casa "sempre a apoiar boas causas".

 

 

 

Pág. 1/6