Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

31.08.16

setembro quente

Maria Araújo

O norte tem estado ao rubro no que às temperaturas diz respeito e Braga é uma cidade muito quente e abafada o que me leva a uma apatia parva, fico por casa, nem sequer  tenho coragem de pegar no carro e deslocar-me até à praia.

 

Sem Título.png

 

Setembro é já amanhã e a manter-se as temperaturas na praia da imagem abaixo, vai ser agora que vou gozar o meu sol, as minhas leituras, o meu sossego, pelo menos naqueles três dias cheios de sol e vento fraco.

 

Sem Título.png

 

Setembro é desde há uns bons anos, o meu mês preferido para praia. Era neste mês, e antes do regresso às aulas, que a Sofia e o Diogo iam comigo, brincavam, jogavam à bola, tirávamos fotografias.

Cresceram, deixaram de gostar de praia.

IMG_20160831_144444.jpg

(esta fotografia deve ter 11 anos) 

 

 

30.08.16

Desafio de leitura

Maria Araújo

 

19650917_s1FUp.png

 

Recebi o livro secreto do mês de agosto.

Foi o livro mais pequeno que li até hoje, porém rico em histórias de filmes e de vidas.

Absorvida pela leitura e porque cada capítulo era mais um acontecimento que não queria deixar para o dia seguinte, li da primeira à última página, à noite, na cama.

4h da manhã, desliguei a luz do candeeiro da mesa de cabeceira.

Vou repetir a leitura, vou procurar algumas das cenas das histórias dos filmes que revivi.

Vou comprar o livro.

Obrigada, Maria.

 

Sem Título.png

 

 

29.08.16

odeio bananas maduras

Maria Araújo

Há dias comprei bananas, ainda verdes, da Madeira.

Dois dias depois comi uma, estava semi madura.

Mais dois dias, a casca amarela chamou-me à atenção que estavam  maduras para comer.

Quando pego numa, fiquei sem palavras. A banana desfazia-se de tão madura.

Foi imediatamente para o lixo. Odeio, odeio mesmo, bananas maduras!

Decididamemte, as outras quatro iam para o lixo quando me lembrei: " vou procurar uma receita, não posso desperdiçar um fruto que está caro demais."

Encontrei a receita ideal para usar os ingredientes que tinha na despensa há algum tempo.

Cá em casa os bolos não saem perfeitos, adio sempre para amanhã usar o que compro, o tempo passa, a validade dos produtos também e não se pode desperdiçar nada.

Gostei desta fotografia da net, guardei o link .

 

DSC01879.JPG

Mãos à obra, fiz o bolo.

Provei a massa, achei-a um pouco doce para o meu gosto e como nunca tinha feito um bolo com açúcar mascavado, (acho também estranho a moda de usar óleo nos bolos), segui a receita à risca.

Não usei a castanha de caju, não costumo comprar, não fez falta.

Como os bolos saem um pouco crus, deixei-o ficar mais alguns minutos no forno. Ficou fofo e saboroso, mas continuo a achar que é doce demais. Está aprovado.

Vejam só:

DSC01938.JPG

 

os ingredientes são estes e a receita, muito simples,  está aqui.

 

Ingredientes

4 bananas bem maduras

4 ovos

2 xícaras de açúcar mascavo

¾ xícara de óleo de girassol ou outro

1 colher (chá) de canela em pó

1 xícara de castanha de caju

3 xícaras de aveia em flocos fina

1 colher (sopa) de fermento em pó

Açúcar (demerara ou mascavo) e canela em pó para polvilhar

 

Vai uma fatia com um chá e/ou um copo de leite frio?

DSC01951.JPG

 

28.08.16

tigres à solta

Maria Araújo

Sem Título.png

 

macacos, dinossauros e outros bichos, na selva dos estampados dos vestidos da nova coleção de outono 2016, que vestem os manequins das montras Bimba & Lola e H&M, cá do burgo.

 

Bimba & Lola

00005.jpg

 

 H&M

Sem Título.png

 

 

Nos anos 90, os estampados florais com aves da amazónia foram moda e na altura comprei um tecido em tons de verde e castanho que levei à modista para fazer um vestido.

Sem Título.png

 

Nas provas que fiz, gostei.

Depois de pronto, vesti-o poucas vezes. Detestava ver-me dentro de uma floresta tropical.

No ano seguinte, dei-o.

Estampados que cansam, não são para qualquer mulher, não me vejo, de modo algum, num vestido Bimba & Lola ou H&M.

Aliás, não gostei de os ver nas montras.

 

 

 

 

27.08.16

andei pelo Porto

Maria Araújo

e ...

DSC01886.JPG

DSC01885.JPG

DSC01889.JPG

DSC01891.JPG

DSC01896.JPG

fotografei uma despedida de solteiro de um Espanhol

DSC01899 (2).JPG

DSC01898.JPG

DSC01905.JPG

DSC01908.JPG

 

 

Com vontade de comer um gelado Santini, quando cheguei e vi a longa fila e as mesas ocupadas pelas famílias que, sentadas, aguardavam que um dos membros trouxesse os gelados, o desejo foi-se só de pensar que teria de comer o gelado na rua. 

DSC01912.JPG

DSC01913.JPG

DSC01918.JPG

 procurei o lugar de onde vinha a música, passei no largo das Cardosas

DSC01920.JPG

DSC01921.JPG

Na gare de São Bento a tartaruga "alertava" os transeuntes que entravam e saíam da estação para o grave problema dos sacos de plástico que são lançados no mar. Ela confunde com as medusas, o seu alimento principal, come-os e morrem asfixiadas. 

DSC01926.JPG

hora de regressar a casa.

DSC01927.JPG

 

 

27.08.16

Vilar de Mouros

Maria Araújo

o Festival de Música em que os U2, uma das minhas bandas preferidas, tocaram pela primeira vez em Portugal, foi o arranque para os inúmeros festivais que se realizam todos os anos no verão, completa 50 anos, embora com algumas interrupções .

Nunca fui a um festival. Óbvio que nem sempre o cartaz era o desejável, até porque não conheço a maioria dos grupos desta nova geração, mas como há sempre uma primeira vez para tudo,  passava-me pela mente ir, mas as companhias não manifestavam qualquer interesse, desistia. 

Hoje estava previsto irmos a Vilar de Mouros, e porque estão lá os Waterboys e Bombino, que não conhecia mas tive o prazer de o ouvir há dias no Theatro Circo, até 5ª feira restou-me a última esperança que o sonho ia ser realizado.

Mas, mais uma vez, porque uns não podem, outros não querem, e outros não estão por cá, não vou. Acho que seria a minha última chance.

Pensei ir por aí acima, alugar um quarto num hotel e ir, mas não é a mesma coisa. Desfrutar das músicas do meu tempo sem as minhas companhias preferidas, não tem graça.

 

I pitcured a rainbow...

 

 

 

 

26.08.16

até ao pôr-do-sol

Maria Araújo

 

e se ontem o dia estava encoberto e fresco para ir à praia, acabamos por ficar na esplanada a conversar disto e daquilo, hoje, depois de ver que a beachcam mostrava a praia de novo encoberta, saí de casa.

por cá estava abafado, fiz o almoço, voltei à beachcam e a paisagem marítima era outra: sem vento e com muito sol.

depois do almoço, por volta das 15h, rumei no meu Peugeot, que nunca me deixou ficar mal, pela autoestrada até à praia.

e que tarde!

sem vento, o calor não era intenso, estava-se muito bem deitada ao sol.

um livro por companhia, um pequeno passeio pela beira do mar, os casais e famílias permaneciam na praia, que cheirava a algas.

por volta das 19:15h, decidida a esperar o pôr-do-sol, arrefecera um pouco, não levei casaco, fui beber um panachê, deixei-me estar na esplanada.

voltei à praia. viam-se ao longe jovens e algumas famílias que também esperavam que o sol tomasse aquele tom laranja tão belo, antes de ir dormir.  sem dúvida que estava um final de dia muito agradável.

àquela hora a temperatura da água devia estar razoável pois cruzei-me com uma corajosa mãe que tomava banho com o seu filhote que não teria mais de 4 anos.

e o sol estava a tomar a cor de fogo. subi às dunas, fui tirando fotografias.

quando o sol se deitou, deixei a praia, meti pela autoestrada (bendita esta que  me põe em casa em 15 minutos sem exagerar na velocidade) a pensar na minha gata que é pontual na hora de comer.

ontem e hoje comeu a ração mais tarde 2 horas.

e assim fiz o que prometera: ter  as fotografias do pôr-do-sol na praia deste verão.

e são tantas que apetece publicar todas.

 

do meu telemóvel...

 

IMG_20160826_183530.jpg

IMG_20160826_190805.jpg

IMG_20160826_193954.jpg

IMG_20160826_194423.jpg

IMG_20160826_194619.jpg

IMG_20160826_194611.jpg

IMG_20160826_195721.jpg

IMG_20160826_200540.jpg

IMG_20160826_200359.jpg

 

IMG_20160826_200546.jpg

IMG_20160826_201406.jpg

IMG_20160826_201710.jpg

 

Pág. 1/7