Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Quem

por Maria Araújo, em 20.09.11

Tenho uma colecção de textos escritos por AL(guém), um amigo.

O tempo em que era frequente receber os seus escritos,quase quinzenalmente, passou.

O tempo não permite, agora, que se escreva com frequência.

Separados  por alguns quilómetros, são raros os conta(c)tos que temos,  mas a amizade é eterna.

E quando menos espero, recebo um mimo, como este:

 

 

QUEM ESPERA NUNCA ALCANÇA

 

Admiro os jovens que se amam,

 

E que fazem juras eternas desse amor.

 

Como aliás admiro todos os outros.

 

Incansáveis buscadores de quimeras!

 

Os utópicos e os distópicos,

 

Os furiosos de barbas longas e chinelas

 

Que anunciam o fim do mundo.

 

Enganados estão, julgando que há mundo

 

Para se acabar em data fixa.

 

O mundo somos nós todos,

 

Criaturas acéfalas que vagueamos por aí.

 

Enganados na esperança,

 

No futuro, nos dias de amanhã.

 

Cegos não entendemos

 

Que aquilo que é o mundo

 

É mais um solipsismo em que nos meteram.

 

E nós, tão audazes,

 

Queremos sair dele a toda a força.

 

Por isso prometemos, esperamos,

 

Louvamos a Deuses que nunca vimos,

 

Dos quais só ouvimos falar por palavras emprestadas.

 

Mas isso satisfaz-nos!

 

Ficamos saciados de amor e paixão.

 

E nesta fraternidade universal,

 

Onde apenas somos rebanho sem pastor,

 

Esperamos com Godot:

 

Que o dia de amanhã nasça com sol,

 

E que o de hoje se ponha sem chuva,

 

Que as juras de amor se concretizem,

 

Que as cartas tenham respostas,

 

Que D. Sebastião, mesmo cansado, regresse.

 

Esperamos sempre,

 

Sentados à mesa.

 

Olhando por uma janela de vidros sujos.

 

Que as nossa lágrimas não conseguem limpar.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

verão

por Maria Araújo, em 19.09.11

 que acaba, e porque não ando com inspiração para escrever.

Trabalho começado, preocupações que regressam, voz que se cansa. Mas o esforço prevalece.

E apeteceu-me escolher este inesquecível "summer of 69".

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

15

por Maria Araújo, em 19.09.11

 

 

 

 

 

anos faz hoje o meu sobrinho Diogo.

Está um homem.

Diogo, sei que costumas visitar ao meu blog, mas só agora foi possível falar de ti, aqui, neste cantinho.

Feliz aniversário.

Um beijinho para ti.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O vinil

por Maria Araújo, em 18.09.11

 

Ontem, depois de um jantar no restaurante Chinês mais antigo e conceituado de cá, com a previsão de 2 mulheres para o jantar, juntámo-nos 6, mais uma jovem de 18 anos.

Fomos as últimas a sair do restaurante, por volta das 00:45h, a jovem foi para casa e nós seguimos para o hotel da Falperra, onde teriamos mais uma festa do vinil.

Os carros na estrada eram mais que muitos. Encontrei lugar junto aos escadórios da capela de Stª Maria Madalena (onde casaram os meus irmãos mais velhos, há anos...).
Como era perigoso caminharmos pela célebre "rampa da Falperra", decidimos subir os escadórios que dão acesso à capela.Inacreditável!Nunca tinha os tinha subido.

E lá fomos nós, 3 mulheres, as outras tinham ido levar a jovem a casa, encontrar-se-iam mais tarde, connosco, lá na festa.

Subir os escadórios, à 1h da noite, meter por uns caminhos, bem tratados, diga-se, no meio das árvores, foi de rir. E chegámos ao hotel.

A festa foi no espaço junto à piscina e, no momento, acontecia mais um espe(c)táculo de fogo, semelhante ao que aconteceu há 1 anos atrás, na festa Audi (gostei mais deste pelo local e estar bem perto do esp(c)táculo).

Mas o ambiente estava muito alegre e bonito.

Não vi muitas das pessoas que habitualmente frequentam estas festas, mas vi gente bonita e, confesso, homens muito interessante e charmosos, ui! Talvez o fa(c)to de ser num hotel fizesse com que a sele(c)ção fosse maior. O que sei é que me sentia bem naquele ambiente.

O senão da festa, foi o frio. Uma pista junto ao hotel, outra junto à piscina, que se encontrava "decorada" de belas máquinas, carros e motos...E que motos!

Onde me encontrava, com mais calor humano para não ser invadida pela brisa fresca da noite, um belo grupo de mulheres e homens permanecia junto às escadas que davam acesso à piscina que, segundo uma das minhas amigas (que conhece todo mundo) me disse, seriam motards. Estava junto a nós o simpático Z, que eu não via há anos, um dos motards ( estava constantemente a ser rodeado pelas mulheres.Ai, as mulheres...!)

A música podia estar mais anos 80, mas esta passava na pista junto à piscina onde eu fui uns minutos antes de regressar a casa.Aí, encontrei pessoas conhecidas.

Decidi vir para casa juntamente com a G, cuja filha completa hoje 10 anos. A  X, irmã da G, decidiu ficar. 

As ligações de telemóvel eram impossíveis de se fazer e a X acabou por enviar uma mensagem a dizer que ia com o amigo M.

Cá fora, disse à G que seria melhor irmos pela estrada, uma vez que já passava das 4h e havia mais pessoas a regressarem aos carros.

Mas desistimos. Fomos pelo mesmo caminho. Subimos à capela, bastante iluminada, e depois descemos os escadórios, no sentido oposto à luz da capela. Via-se mal, mas descemos. Em baixo via-se uma parte da cidade, cheia de luz. Uma vista muito bonita. E a G comentou: "linda a cidade à noite, não está?"

Levei a G , que vive em Vila do Conde, a casa da irmã e regressei " all alone" à minha rua. Nem estacionei o carro na garagem. Deixei-o cá fora, à porta de casa.

Mais uma festa passou. Das que fui, esta não foi das melhores, mas foi a que melhor ambiente teve.

Lá para Novembro há mais (mas não significa que vá, só se me apetecer).

Gosto do aconchego deste cantinho, da minha casa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que fariam

por Maria Araújo, em 17.09.11

se no supermercado perto da vossa casa, aquelas meninas que se encontram junto à porta, atrás de um mini-balcão,aproximam-se de vós e vos pedem que respondam a breves perguntas sobre determinado produto?

-respondem que se for para comprar, "não obrigado, mas não estou interessada(o);

-"está bem", mas com dúvidas;

- "tenho pressa"  ( com a certeza de que querem impingir-vos o produto).

Pois bem, há cerca de 3 semanas deixei-me levar pela conversa de uma menina mas  com a garantia de que não era para comprar o produto.

Respondi a três breves perguntas, pediram-me se era possível ficar com o meu conta(c)to, (o que não costumo fazer),dei-0 assim como  a minha autorização para a empresa me ligar, mais tarde, apenas para confirmar que fui conta(c)tada lá, no supermercado.

Há uma semana, fim da tarde, o telemóvel tocou.

Era uma representante da empresa, que nem sequer fixei o nome, a perguntar se podia vir cá um técnico fazer uma demonstração do produto.

Fiquei possessa, pois não esperava isso.

E respondi:"se o vosso técnico vem a minha casa para me vender alguma coisa, respondo que não."

Ao que a menina acrescentou: "Não, ele não vai vender nada. Ele vai fazer um teste a...., e só por ir a sua casa, já tem a comissão dele. Faça-nos esse favor."

E marcámos a hora.

Ontem, por volta das 15:40h, veio o dito cujo técnico.

Demasiado à vontade para meu gosto, mas como estava aqui para fazer o seu papel e ganhar a sua comissão, deixei-o agir.

Pediu-me umas peças de louça,e com a maior descontração, abre o armário onde tenho os copos e serve-se destes.

Pega numa cadeira, pousa  uma maleta que trazia, abre-a e tira um catálogo explicativo do produto, enquanto que numa outra maleta uns aparelhos faziam o teste de...

Depois, sem pedir licença, puxa de outra cadeira, senta-se e diz-me: "Sente-se também."

Com ar já de antipática, esboçando um sorriso, de quando em vez, para mostrar ser agradável, tentei esquecer-me de que estava em minha casa, e ouvia as explicações dele.

Depois, vieram as perguntas habituais: "quem me atendeu no inter-comunicador não foi a senhora, foi a sua filha? trabalha aqui na cidade? trabalha em quê?"

Respondi como me apeteceu, omitindo algumas respostas e "ludribriando" outras.

Chamei a Sofia, para ver os resultados dos testes.

Depois,perguntou: "quantas pessoas vivem aqui em casa?

Foi aqui que decidi responder como me apeteceu.

E ele retrocava as minhas respostas com "pensei que fosse...então tem x filhos... E o seu marido? A senhora não trabalha em...? Acho que conheço a sua cara..."

Talvez não fosse convincente, mas acho que colou.

Quando o teste estava quase acabado, reclamei: "Eu sabia que vinha cá para me convencar a comprar o aparelho, mas eu disse a quem me ligou que se fosse para me venderem o produto, não queria  ninguém por cá."

Respondeu: "E a senhora só o compra se quiser."

A conversa de vendedor era tão persuasiva, que quase me fez contar as minhas responsabilidades mensais."

Até que o gajo senta-se novamente, com o maior à vontade, como se a casa fosse sua, e eu, de pé, ouvia-o e dizia "não, não estou interessada, cada pessoa sabe da sua vida, o senhor está a tentar ganhar a sua comissão, a fazer o seu trabalho, mas eu não quero."

E retrocava: "a senhora é que sabe, mas está a ver o resultado dos testes. Não quer ter uma vida saudável? E só paga x por mês."

Sempre com o meu "não" na ponta da líingua,ele decide pegar no telemóvel e ligar à engenheira (pareceu-me que foi este o nome que ouvi, porque eu afastei-me, uma vez que não tinha nada que estar a ouvir a conversa dele).

Mas falava tão alto com a pessoa que estava sei lá bem onde, sobre os testes e a minha negação à aquisição do produto que, quando desligou, aproximei-me e ele diz, mais ou menos isto: "a minha chefe diz que a senhora não sabe o quanto está a prejudicar a sua saúde não comprando o nosso aparelho."

Depois pediu-me que lhe desse conta(c)tos de amigas.

Respondi: "Não sei queira comprar um aparelho tão caro, mas tanbém não devo  dar contactos das minhas amigas a ninguém.A sua empresa que o faça." (apeteceu-me mandá-lo para o raio que o parta. Não o fiz porque não sou mal educada e ele estava fazer o seu trabalho).

E depois de mais algumas insistências, o gajo pega nas maletas, que digo já que deveriam ser bastante pesadas, e saiu.

Pois muito bem, o produto é com certeza muito bom, mas o seu preço vale cerca de 2.500 euros.

Ah! O gajo pensa que por eu ser funcionária pública ganho muito dinheiro e tenho possibilidade de adquirir o aparelho.Ora o caraças!

Então tomei uma decisão, e vou ter de a pôr em prática. Quando as meninas e meninos que se encontrarem no supermerado/hipermercado ou outro local qualquer e me pedirem o conta(c)to, vou dar-lhes um número antigo, que está ainda fresquinho na minha memória, e safo-me destes colas que julgam que as pessoas como eu não fazem contas à vida,  assumem os seus compromissos e  tentam viver de bem com a vida, seja ela com saúde ou não.

Destes trato eu.

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

CRIS

por Maria Araújo, em 15.09.11

Quando a vaidade sobe à cabeça a humildade fica por terra.

E assim são os nossos grandes jogadores.

Quanto mais elogiam o CR, mais eu admiro o nosso ex-jogador da seleção, Luís Figo (educado, humilde, personalidade forte).

 

 

"Penso que por ser rico, bonito e um grande jogador as pessoas têm inveja de  mim. Não encontro outra explicação", prosseguiu Cristiano Ronaldo, que saiu do  campo com um sentimento de injustiça.

Para desmotivar o jogador do Real  de Madrid, os adeptos do Dínamo Zagreb não pararam de gritar "Lionel Messi,  Lionel Messi!" durante o jogo, atitude à qual o português respondeu com gestos  de protesto."

 


Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/cristiano-ronaldo-invejam-me-porque-sou-rico-e-bonito-fotogaleria=f674087#ixzz1Y3gYiHy5

 

 

 

 

(retirada da internet)

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

O renascer

por Maria Araújo, em 15.09.11

do Braga é agora um fato evidente, o que prova que as equipas de nível médio podem surpreender os grande do futebol.

E acabando de marcar o 1º golo ao Birmingham, espero que este grupo consiga voltar à ribalta da época passada.

Força Braga.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

13º aniversário

por Maria Araújo, em 14.09.11

Hoje é o aniversário do 

Lembro-me de me inscrever em finais de setembro, na altura em que o meu sobrinho Diogo fez 2 anos, agora a completar 15 no próximo dia 19.

Foi o primeiro ginásio com piscina a abrir aqui no burgo. Entretanto, uma infinidade deles abriram, uns anos depois.

Continuei fiel ao FITNESS.  Gosto da equipa, muita dinâmica, atual, sempre em forma.

Ao longo destes anos, pratiquei várias modalidades, mas a única que nunca troquei foi a hidroginástica.

Há 1 ano interrrompi o body balance, devido ao horário mas parece-me que este ano, quando for o lançamento da nova coreografia, vou voltar a estas aulas.

Deixo aqui os meu parabéns ao FITNESS (a menina da recepção congratulou-me por ser das primeira pessoas a entrar para o ginásio). Espero que continue por muitos mais anos e mantenha a sua forma.

E hoje, numa mesa tinha uma grande bolo muito fofo e light. Na parede em frente à recepção, um placard estava à disposição de todos os que quisessem deixar uma palavra, uma frase , um poema de homenagem(deixei a minha missiva, mas fiquei nervosa, porque estava a ser observada, ui!).

 

FELIZ ANIVERSÁRIO, FITNESS.

 

 

 

 (imagem retirada da página do FB)

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma

por Maria Araújo, em 13.09.11

festa do VINIL, no próximo sábado, no Hotel da Falperra.

E se o dia vai estar quentinho, a noite vai estar tórrida.

Vem dar um pé de dança, esquecer a crise e recordar os belos tempos dos anos 80ta.

Aparece.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Oops!

por Maria Araújo, em 12.09.11

Recebi este vídeo por e-mail e fiquei fascinada.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)



foto do autor


desafio dos pássaros



o meu instagram


1º desafio de leitura - 2015 2º desafio de leitura - 2017 3º desafio de leitura - 2019

desafio




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR