Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

944 - Coisas que gosto

Maria Araújo, 05.03.11

As minha idas ao cinema são os momentos que aproveito para espreitar o que se exibe nas montras.

Há marcas que gosto mas não compro, há aquelas que são acessíveis, experimento e deixo ficar, há as que por mais que tente comprar uma peça que gosto e experimento e não assenta bem. Estas já as pus de parte, no que se refere a calças.Há as marcas portuguesas com peças lindas, mas cuja qualidade não compensa o preço que se paga e não convidam a entrar.

Não tenho que dizer de mim própria no que se refere ao corpo e às peças que visto e que gosto.

E não me digam que fica bem, quando eu não gosto.

Pode ser um belo vestido, mas se eu não gosto de o ver no meu corpo, está fora de questão.

E num desses dias que fui ver um belo filme, entrei numa loja que sempre me conquistou pelas linhas, cores, modelos, design e apresentação.

Espreitei, à pressa, as recentes peças de Primavera, sem intenção de comprar. Mas, quando estava de saída, vi algo que me atraiu.

A funcionária disse: "pode ter a certeza que vai assentar bem e leva aqui uma peça bonita"

Experimentei, gostei e comentei:" há anos usei tipo de vestuário. Vou levar. Gosto"

Paguei e fui para a sala de cinema. Já estava na hora.

Aqui está a saia-calça jovem, clássica, fresca e que eu gosto.

 

 

 

 

 

 

 

941 - Humor

Maria Araújo, 03.03.11

Como ando com pouca vontade de escrever, aqui vão duas anedotas recebidas por e-mail.

 

 

1ª é  daqui

 

MÉDICO FOFOQUEIRO LÁ DE MINAS...

 

O mineirim Zé caipira lá di Berlandia entrou no consultório e meio sem

 

jeito foi falando:

 

- Dotô, o trem não sobe mais.

 

Já tomei de tudo quanto há de pranta, mas não sobe mais mêsm.

 

- Ah não, meu amigo Zé. Vou te passar um medicamento que vai deixar você

novo em folha.

 

São cinquenta comprimidos, um por dia.

 

- Mas dotô, eu sou um homi simples da roça.

 

Só sei contar té dez nos dedo e mais nada uai..

 

- Então você vai numa papelaria, compra um caderno de cinquenta folhas.

 

Cada folha que você arrancar por dia tome um comprimido. Quando o

caderno acabar você já vai estar curado. A receita está aqui.

 

- Brigado dotô. Vou agora mesmo comprar essi tar di caderno.

 

E logo que saiu do prédio o Zé Caipira avistou de fato uma papelaria ali

 

perto. Entrou, a moça veio atender.

 

- Moça, eu precisava de um caderno de cinquenta fôia.

 

- Brochura?..... perguntou a moça

 

- Médiquim fí da puta....... Já telefonô pra espaiá meu pobrema!

 

 

{#emotions_dlg.meeting}

 

 

 

 

 

AMOR ' I '

 

- Querida, vamos ter que começar a economizar.

- Tudo bem... Mas como?

- Aprenda a cozinhar e mande a empregada embora.

- Combinado... Então aprenda a fazer amor e pode dispensar o motorista.

 

Amor ' II '

 

O marido pergunta a mulher:

- Querida, quando eu morrer, tu vais chorar muito?

- Claro querido. Tu sabes que eu choro por qualquer coisinha...

 

 

Amor ' III '

 

Na cama, o marido vira-se para a jovem esposa e pergunta:

- Querida, diz-me que sou o primeiro homem da tua vida.

Ela olha para o palerma e responde:

- Pode ser... A tua cara não me é estranha...

 

 

Amor ' IV '

 

Um casal vinha por uma estrada do interior, sem dizer uma palavra.

Uma discussão anterior havia levado a uma discussao, e nenhum dos dois queria dar o braço a torcer. Ao passarem por uma quinta onde havia mulas e porcos, o marido perguntou, sarcástico:

- Parentes teus?

- Sim, respondeu ela.. Cunhados e sogra...

 

Amor ' V '

 

Marido pergunta a mulher:

- Vamos tentar uma posição diferente esta  noite?

A mulher responde:

- Boa ideia, tu ficas aqui em pé a lavar a louça e eu sento-me no sofá!!!!!

 

Amor ' VI'

 

O marido decide mudar de atitude. Chega a casa todo armado em machão e diz:

- Eu quero que tu facas o jantar digno dos deuses, quero uma sobremesa divinal. Depois do jantar tu vais trazer-me um whisky, vais preparar-me um banho porque eu preciso de relaxar. E mais: Quando eu terminar o banho, adivinha quem vai vestir-me e pentear?

- O homem da funerária.... Respondeu placidamente a esposa...

 

Amor ' VII'

 

- Querida, o que e que tu preferes? Um homem bonito ou inteligente?

- Nem um, nem outro. Tu sabes que eu só gosto de ti.

 

 

Amor ' VIII '

 

Marido e mulher estão num barzinho a beber uma cervejinha. Ele vira-se para ela e diz:

- Estas a ver aquela mulher ali no balcão, a beber um whisky sozinha? Eu divorciei-me dela ha sete anos! Depois disso ela nunca mais parou de beber.

A mulher responde:

- Não digas palermices. Ninguém consegue comemorar durante tanto tempo assim!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

941 - 8 ou 80

Maria Araújo, 02.03.11

Há algum tempo que sentia uma dor no peito e no braço esquerdo. Pensei que seria do esforço que fazia no ginásio, quando recomecei com a cárdio. Há 2 anos que interrompera esta actividade para me dedicar ao body balance. Como o horário deste não coincidia com os meus tempos livres, no Verão passado aproveitei as férias para voltar à cárdio. O tempo foi passando,ia sentindo uma leve dor e porque em Maio do ano passado fizera um ECG e estava normal, desta vez, porque a dor era constante, fui a uma consulta e para descargo de consciência, penso eu, a médica receitou um novo ECG e uma prova de esforço, feitos em Janeiro. Pediu-me, entretanto, e porque durmo mal, que tomasse um comprimido, em vez de metade, do indutor de sono que tomo há anos, mas depois do jantar e nunca antes de me deitar, como era habitual. De facto, o sono tem vindo mais cedo.

 Na passada 5ª Feira, fui mostrar os exames à médica de família. E, como a dor ainda se mantém, embora nem sempre durante todo o dia, receitou-me um relaxante que deve ser tomado diariamente, durante 3 semanas, e devo registar se a dor continua, as horas, até quando, enquanto tomar o medicamento. O certo é que na 6ªFeira, comecei a tomá-lo. Nesse dia ainda senti a dor. Durante as aulas, esquecia-me dela. Outras vezes, sentia-a, e comentava com as colegas esta minha preocupação.

Mas, como estava a dizer, comecei a tomá-lo e não é que nunca mais senti a dor no braço e no peito? Mas há aqui uma grande questão. Ando "mona", não me apetece fazer nada, não me apetece levantar. Dinâmica que sou, estranho esta vontade de nada fazer.

 Na 2ªFeira fui a uma formação, no final do dia, e enquanto os meus ouvidos ouviam, os meus olhos fechavam-se. A colega que estava ao meu lado e a quem eu dissera o que se passava, ria-se, dizia "deita-te nessas cadeiras, dorme um sono".

 Fiz um grande esforço para manter a minha postura e escutar, até que, de repente, "acordo" mesmo e a moleza desaparece.

 Ontem, com uma plano de aula para preparar para a minha 4ª e última aula assistida, sentei-me no sofá enquanto a Sofia andava aqui pelo pc. Via o programa que gosto de ver, pela acessibilidade da hora: "Mais Mulher".Mas... só me lembro de acordar quando a campainha da porta tocou. Teria dormido cerca de 1 hora. Fui comer algo leve e sentei-me para ver algumas notícias, mas como estava a dar o Dr.OZ e tratava de assuntos que me interessava, deixei-me levar pelo programa. Quando acabou, adormeci. Pouco tempo, mas o suficiente para não pegar no plano de aula. Fui ao correio electrónico, postei o "Amor no faissebuk", e fui dormir.

Hoje fui ao ginásio. Tinha cpmpras para fazer, mas deixei-as para depois do almoço.  Este constou de bacalhau com natas, que estava muito bom. Como tenho Nespresso em casa, decidi ficar por aqui.  As compras ficarão para amanhã.

Agora vou preparar a minha aula assistida...enquanto o sono não invade a mente.

Não gosto de me sentir apática.

 

939 - Primavera

Maria Araújo, 01.03.11

Gosto do calçado de Verão. Convida a comprar o que é confortável, o que faz uma mulher alta e elegante... Contudo, e gostando eu muito de sapatos altos, evito-os. Não só porque são incómodos para a coluna vertebral, cansam as pernas, e, nos dias de calor, nada melhor que uns sapatos confortáveis, tipo vela, sabrina e estes que estão na moda, já os vi e estou tentada a comprar.

Com calças justas, com saias curtas, com calções, vejam se não são elegantes!

Mas, será que eu, baixia como sou vou gostar de me ver com eles?
Penso que sim. Tenho um par que comprei na Decénio, há pelo menos 4 anos.

 Gosto deste par Vans, mas não as vi ainda por cá.

 

 

 

Destes quatro pares, a minha preferência está no número 2 e 3.

 

 

 

 

 

 

Pág. 8/8