Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

736 - Regresso

Maria Araújo, 05.09.10

Lá estamos nós de regresso à escola, com uma semana cheia de reuniões, reuniões e mais reuniões, para prepararmos o novo ano escolar.

Estou pronta para o trabalho, e com desejo  que o Verão fique com ar de Primavera.

Como não tenho jeito para desenhar e quando o faço,no quadro , os alunos riem-se e dizem "que giro!", aqui estou eu, como sou e faço na escola, mas com competência, ok?

 

735 - Aniversário

Maria Araújo, 03.09.10

 

E entro aqui nos posts, e eis que vejo um Sapinho com uma prenda na pata.

Será que me vai fazer uma surpresa?

Não, a prenda não é para mim, mas para ele que completa 15 anos.

Vejam que lindo ele está.

Parabéns Sapo.

 

Beijinho da cantinho

 

 

 

734 - 123, Carlos Cruz na TV

Maria Araújo, 03.09.10

São 20:21h passa neste momento Carlos Cruz no jornal da SIC, onde tenta justificar a sua inocência e a quase "vingança" da justiça na sua pessoa.

Será verdade?!

Como diz o povo "com a verdade me enganas".

 

 

 

Quem estará cego? A Justiça, o Povo, ou ele, Carlos Cruz?

 

732 - Depois do Verão

Maria Araújo, 01.09.10

 Gosto do Verão. Mas estou cansada do calor. Hoje foi um dia mais ameno.A praia devia ter estado muito boa. Não havendo nortada, a praia é sempre agradável.Pensei usufruir de um dia descansado, junto ao mar. Mas desisti. E arrependi-me.

Anseio que o Verão viaje para o hemisfério Sul. Sinto que o Outono me fascina, agora. O prazer que me dá entrar na auto-estrada e seguir em direcção à praia, parar em qualquer uma das esplanadas junto ao mar, e deixar que o meu pensamento se perca na imensidão do horizonte, são deliciosos momentos.

Depois, pisar a areia fina. Descer em direcção ao mar, observá-lo, sentir o vento fresco no rosto. E, se me apetecer, tirar os sapatos e as meias e sentir a areia fria. Fugir da espuma branca e fria da onda que se desfaz a meus pés.

Preciso do mar. Preciso do Sol de Outono. Preciso de sentir a praia, imensa, deserta, minha.

Recordar o que vivi. Sonhar o que tenho para viver.

Anseio o Outono, depois do Verão.

 

 

 

 

Pág. 7/7