Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Vidas

Maria Araújo, 30.08.09

 

"A vida se contrai e se expande proporcionalmente à coragem do indivíduo." (Anaïs Nin)

 

"A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida." (Vinicius de Moraes)

 

 

 

Visitando o blog "diariosdebordo", e a propósito do post que editou, fez-me lembrar estas frases de Anïs Nin e Vinicius de Moraes.

 

É que, hoje, sinto-me triste, pensativa.

Porque, por mais que queirámos encontrar-nos, a vida (aquelas pessoas que pensamos serem as mais correctas) encarrega-se de nos desencontrar.

50 anos

Maria Araújo, 29.08.09

 

 

 

Ligando o pc, na página do Google vejo esta ternurenta imagem.

Não me lembrava que hoje Michael Jackson completaria 50 anos de vida.

Apesar de ser um homem que não admirasse como pessoa, penso que é uma pequena homenagem que se lhe pode fazer pelas suas músicas e presença em palco. 

Que esteja em paz.

Boato

Maria Araújo, 28.08.09

A propósito do e-mail que recebi há algum tempo, e novamente a semana passada, sobre o planeta Marte a  aproximar-se  da Terra, poderíamos ver duas Luas, pelos vistos é um boato.

Do blog Santa-Nostalgia recebi um comentário ao meu post.

Hoje, e porque o fenómeno a acontecer seria por esta hora, 00h30m, fui visitar ao endereço enviado.  De facto não passa mesmo de um boato,como foi o da chuva de meteoritos.

Boatos são boatos, mas não é por isso que vamos deixar de confirmar o que se diz.

Se fosse verdade, teria  de ir para o Bom Jesus ou Sameiro, lugares altos, aqui nos arredores de Braga, pois a Lua já desapareceu, por detrás dos prédios lol.

 

 

Ele, o Destruction, e elas, a Kim, e a Google

Maria Araújo, 26.08.09

O gato continua sedento de mimos.

Ontem e hoje, encostava-se às minhas pernas para que eu lhe fizesse umas carícias. Erguia para mim  o "rostinho" de felino e miava. Eu falava com ele. Passava-.lhe os meus dedos suavemente pelo pêlo. Ele, olhava-me, talvez a pedir -me que pegasse nele.

Mas eu não posso.

Por várias vezes tentou saltar para o meu colo. Não sei porquê, mas devia perceber que eu não queria.

Só ia comer quando eu ia para a cozinha. Ele passava por mim no hall com uma velocidade que me assustava. E miava. Parava junto ao prato e comia.

Hoje estive pouco tempo lá. Tive que resolver uns assuntos e depois ia a casa das minhas sobrinhas dar de comer às cadelinhas.

Antes de sair, batia no parapeito da janela da cozinha para que o gato se sentasse junto à janela, como na foto do post "O gato da minha sobrinha".

Amanhã, logo de manhã, vai ter uma surpresa. Os donos  saem de Barcelona de madrugada e chegam a Braga por volta das 9 h.

A essa hora estou eu a descansar, mas já imagino ele escutar a voz  dos meus sobrinhos e ficar louco de felicidade.

É muito meigo, o Destruction.

 

Por volta das 19:30 h, fui a casa da Kim e da Google. Elas têm o hábito de vir para a varanda do quarto da minha sobrinha mais velha, porque ouvem o som dos carros, e vêem quem chega.

Mal estacionei o carro, mesmo em frente à entrada da casa, já ouvia o latido delas completamente loucas.

Eu saio do carro, e digo,  "olá Kims".

Aproximo-me da porta e escuto elas desvairadas a descerem as escadas, encostando-se à porta, que abro devagar para que não me fujam.

Consegui entrar. Saltavam doidas de alegria.

Levei a máquina fotográfica para lhes tirar uma foto e pôr aqui no blog, mas foi difícil.

Acalmaram e foram para a sala.

Adoram paté.  Fui prepará-lo nos pratos.

As doidas sentiram o cheiro, vieram a correr loucas para a cozinha.

Misturei o paté com a comida que tinham no prato, que ficou lá, depois  de se lambuzarem.

Sossegaram as duas cadelinhas.

A Google desaparecera. Fui ao andar superior, onde ficam os quartos. Estava estendida na cama da minha sobrinha.

Peguei no telemóvel e liguei a saber se devia tirá-la de lá.

Mas ela podia ficar. Tinha uma cobertura própria para elas. E no 2º andar, estava um televisor ligado para as distrair que  continuará ligado até virem as donas.

Amanhã continua a minha saga com as cadelitas Kim e Google, porque a do Destruction acabou hoje.

Espero que as fotos mostrem bem estas duas maluquinhas que, quando saem à rua é preciso ter força para as segurar.

Mas eu gosto delas.

 

kims 006 por você.

 

 

Foram tosquiadas a semana passada. A escura é a Google mãe da Kim, a de  de pêlo castanho.

 

As cadelinhas das minhas sobrinhas

Maria Araújo, 25.08.09

Daqui a pouco vou tratar do gatito. Até à próxima Quinta-feira a tarefa continua.

E estou "em pulgas" para ver como está o animal.

Mas como se não bastasse, as minhas sobrinhas filhas da minha irmã mais velha, falecida há um ano, foram para o Algarve.
A mais velha esteve por cá , mas como vive em Lisboa, deixou-me a chave de casa para que eu vá visitar as "Kims", como elas chamam às duas cadelinhas rafeiras, embora cada uma tenha seu nome, a Google, muito atrevida e inquieta, e a Kim, mais doce , e dar-lhes de comer, tarefa que fiz também no ano passado.

Bom, pelos vistos , parte das minhas férias são a cuidar dos animais.

E eu adoro as cadelinhas.

Quando me vêem, ficam doidas. A Google dá cada salto! Quase chega ao meu nariz, lol.

Ora bem, vou de uma quase ponta da cidade à outra para atender este fofos animais.

Ah! Tenho um irmão que tem duas cadelas e oito gatos.

Vive numa casa com jardim e espaço para os animais andarem em liberdade. 
Aconselhou-me a trazer um dos gatos para casa.

Mas não! Por enquanto não.

 

 

Pág. 1/4