Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Cancro da mama no blog humm...I see!

Maria Araújo, 31.03.09

 

Mais uma visita que fiz ao blog de humm...I see onde vi estas lindas imagens sobre o cancro da mama.

O alerta está em nós, mulheres.

Receio os momentos que apalpo os meus seios e encontre algum nódulo que me ponha em sobressalto.

O médico pede-me SEMPRE que o faça, depois do período.

Quantas vezes descuro este pedido, não porque não queira examinar, mas por receio.

Decidi fazê-lo desde a última mamografia/ecografia.

Se um dia esta doença "bater-me à porta" tenho que estar preparada.

Sou igual a todas as outras mulheres.

Obrigado I see, pela sensibilidade.

 

 

 

 

 

 

Conta-me como foi

Maria Araújo, 29.03.09

A série dos Domingos na RTP1, continua a ser uma das  séries que me prende em frente ao televisor.

A ternura  das palavras e actos com que  a família tenta resolver os problemas e as dificuldades, as brincadeiras do miúdo, que tentou enganar o Snr. Camões com uma nota de papel de 20$00;a facilidade com que se assinavam os documentos, confiando na boa fé do patrão, sem os ler(ainda hoje acontece, infelizmente); a semana Inglesa, que foi pedida pela funcionária, para poder visitar os pais ao fim de semana (agora com os centros comerciais e os hipermercados,  trabalha-se horas a fio, sem perdão).

Há quantos anos deixou de haver a dita semana Inglesa?

Mas o meu destaque foi hoje para a viagem que a família fez à aldeia do chefe de família.

Levavam malas até dizer basta! O banco de trás, levava quatro pessoas.

Conduzia-se sem cinto de segurança, pegavam-se os irmãos, ralhava o pai com o seu tom de respeito, e todos se calavam.

Depois a vista da aldeia, de longe. Um lugar tranquilo, lembrado pelo casal.

Tudo na mesma. Tudo como antigamente. Tudo parado  no tempo.

Bela paisagem!

 

A cena do carro com toda a família atrás, fez-me recordar  as minhas idas ao Luziamar.

Na altura o meu pai havia-me dado um Austin 1100, com a matrícula SN-57-33, carro que tinha sido dele e mais tarde do meu irmão. Como este comprara um carro  novo, entregou o Austin e o meu pai decidiu dar-mo.

As noites para o Luziamar eram agradáveis, mas no regresso, já de madrugada, a malta só queria vir comigo.

Eu não bebia bebidas alcóolicas  e eles,jovens não tinham carta de condução, nem idade para conduzir.

Uma bela mas fria noite de Verão decidi meter no carro 8 pessoas.

Lembro-me que à frente vinha o meu irmão mais novo e uma amiga. Atrás, vinham a minha irmã mais nova, três amigas e um amigo comum. Todos adormeciam, mal entravam no carro.
A zona entre  Viana do Castelo e Barcelos costumava ter muito nevoeiro àquela hora da madrugada.

Uma viagem para Viana demorava cerca de 1 hora, naquele tempo, no regresso demorava quase o dobro.

Por vezes, não se via um palmo à nossa frente.

Eu conduzia muito devagar. De vez em quando, a moça que vinha à frente acordava e dizia "está um nevoeiro cerrado!" .

Tentava falar comigo para eu não adormecer. Mas eu nunca adormecia.

Os pais deles confiavam em mim. A responsabilidade era minha.

Foram belos esses tempos.
Não usávamos cinto de segurança. Metíamos no carro quem quissesse regressar. Poucos ficavam por lá.

Felizmente, nunca houve acidentes...Mesmo aqueles que bebiam e conduziam.

Quem pudesse "fugia" para o meu carro. Era mais seguro... A condutora!

 

 

Um dia editarei uma foto do meu primeiro carro.

 

 

 

 

WAI

Maria Araújo, 26.03.09
 http://www.portaldetonando.com.br/forum/viewtopic.php?f=51&t=1033
 
 
WHO AM I?
 
"uma criança crescida...tenho tanto de feliz como de infeliz...alegram-me os mimos...entristece-me a mentira... Costumo dizer que sou duas...a que tem fé, abre os braços à vida, às pessoas e sorri e a outra...a que chora e se esconde e não consegue acreditar que um dia pode de facto ser só uma e que será amada no todo!"

 

Descobri a WAI que muitas vezes leio nos comentários do amigo da Treta.

Já tinha reparado várias vezes também no blog do lontrices, mas nunca me ocorreu clicar no nome do blog.

Hoje, a propósito do post do lontrices, sobre um vídeo da Maria João e Mário Laginha, que escutei e adorei, reparei novamente na WAI.

Fui espreitar o seu blog e sensibilizou-me a frase de exibição.

Palavras que ecoam frequentemente dentro de mim:

 

 "alegram-me os mimos...entristece-me a mentira... a que tem fé, abre os braços à vida, ás pessoas e sorri ... o outra, a que chora....que será amada no todo!"

 

 

 

 

"A imaginação ao sabor do prazer"

Maria Araújo, 26.03.09

No blog da Treta, cujo debate de ontem foi sobre o tema "A imaginação ao sabor do prazer", o amigo carapaucarapau, comentou este debate com dois poemas.

 

Copiei este de Natália Correia.

 

Estas palavras são a explosão real do prazer de uma mulher.


COSMOCÓPULA

Membro a pino
dia é macho
submarino
é entre coxas
teu mergulho
vício de ostras

II

O corpo é praia a boca é a nascente
e é na vulva que a areia é mais sedenta
poro a poro vou sendo o curso de água
da tua língua demasiada e lenta
dentes e unhas rebentam como pinhas
de carnívoras plantas te é meu ventre
abro-te as coxas e deixo-te crescer
duro e cheiroso como o aloendro.
 

djani-celija2

 

 

Pág. 1/6