Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

Lua

Maria Araújo, 30.09.08

A Lua tem um encanto especial em qualquer uma das suas fases.

Neste blog, na barra do lado esquerdo ao fundo,  tenho-a dia a dia crescendo, enchendo, minguando...

Mas há uma frase que recebi há uns anos de uma amiga especial, que dizia " A Lua ás vezes tem forma de vírgula, para mostrar que nem no infinito o carinho e a amizade têm um ponto final."

Nunca mais me esqueci desta missiva. Dedico-a a um amigo especial.

TU sabes!

 

 

Noites de Quarto Crescente | OASA

 

Amigos

Maria Araújo, 24.09.08

Comecei esta vida da blogosfera há cerca de cinco meses. Tive algumas dificuldade em entender esta história das hiperligações, dos links, das tags, mas a pouco e pouco fui-me envolvendo e queimando alguns neurónios, por que nem sempre conseguia o que a ajuda do Sapo proporciona. Fui caminhando aqui, no meu cantinho, e hoje vou dominando esta maravilha da internet. (Tenho a dizer que a Ana Sofia foi mais prática que as intruções do Sapo, em  me ensinar como pôr uma música. Obrigado Ana Sofia,  a "Iduna" em the-art-of-reality).

Quantas vezes, no intervalo do almoço, lá na escola, perdia-me a ler blogs com histórias verdadeiras, outras inventadas, mas interessantes.

Mas os blogs em destaque, devorava-os.

Os que me "seduziam" adicionei. Muitos ficaram pelo caminho, por que na altura não dominava bem, tudo isto.

Fico grata a todos os que vêem neste mundo da blogosfera, um lugar onde podem transmitir as suas emoções, sentimentos, as histórias que viveram e vivem , os defeitos que têm, as alegrias e provavelmente, criar boas amizades. É por este motivo que aqui estou.

Bem haja quem partilha com seriedade as suas histórias.

 

 

Iduna

Maria Araújo, 22.09.08

 

 Tenho por hábito ver os blogs em destaque no Sapo.

Há uns dias atrás fui espreitar o the art of reality. A surpresa foi grande. Um blog simples, interessante, clássico nas imagens.

Li o post da primeira página. Foi fácil perceber que era uma jovem que estava ali presente.

No dia seguinte, fui espreitar posts anteriores e confirmei que se trata de uma  estudante do secundário. Jovem com talento, sensata, sincera e acima de tudo , o que eu admiro, culta.

Tem uns conhecimentos invejáveis de tudo um pouco. Fico sem palavras quando leio o que escreve.

Hoje li um comentário que fez sobre recordações que se guardam em caixas banais, já gastas pelo tempo. Fui "premiada" com um verso Ricardo Reis, heterónimo de Fernando Pessoa. Há quanto tempo não leio Fernando Pessoa.

Obrigado Ana Sofia.És uma jovem sensível, serás uma grande mulher.

 

 

 

 

 

 Cada Um

 

Cada um cumpre o destino que lhe cumpre,
E deseja o destino que deseja;
Nem cumpre o que deseja,
Nem deseja o que cumpre.


Como as pedras na orla dos canteiros
O Fado nos dispõe, e ali ficamos;
Que a Sorte nos fez postos
Onde houvemos de sê-lo.

 

Não tenhamos melhor conhecimento
Do que nos coube que de que nos coube.
Cumpramos o que somos.
Nada mais nos é dado.

 

 

 

 

 

Pág. 1/3