Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cantinho da casa

cantinho da casa

Dom | 01.05.16

1º de Maio, dia da Mãe e do Trabalhador

18348197_DOHhv.jpeg

 

 

Minha Mãe faleceu com 52 anos, uma mulher ainda jovem que viveu a vida sem o amor de mãe. Cheia de ternura difarçada pelo seu feitio severo, não dava o braço a torcer a nada.

Uma lutadora, arranjou emprego dentro de casa, a tricotar para fora, uma ajuda extra para que nada faltasse aos filhos. E era pela luta constante que mostrava o quanto amava os seis filhos. Não sabia expressar esse amor de outra forma, porque nunca o tivera, também.

E foi quando ela partiu que percebi a sua falta, o que tivemos de suportar sem ela nas mais pequenas coisas do dia-a-dia, e na educação dos dois adolescentes que deixou.

Em julho faz 34 anos que ela partiu.  Lembro-a todos os dias da minha vida pelo que passou e pelo que fez dos seus seis filhos: homens e mulheres trabalhadores, educados, íntegros.

Por vezes imagino como seria a minha Mãe com os 86 anos que teria.

 

 

Dia-do-Trabalhador-17.jpg

 

Celebrado no dia primeiro do mês de maio em vários países do mundo o dia do trabalhador é feriado no Brasil, em Portugal e em outros países. É celebrado no calendário litúrgico a memória de São José Operário por tratar-se do santo padroeiro dos trabalhadores. No ano de 1886 foi feito pelos trabalhadores uma manifestação nas ruas de Chicago nos Estados Unidos, com o intuito de reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias e teve a participação de milhares de pessoas.

 

 

E hoje, que "supostamente" devia ser o Dia do Trabalhador, reafirmo, mais uma vez, o que digo todos os anos:" Devia ser obrigatório respeitar o feriado". Centros comerciais, hiper e supermercados deviam estar fechados.

7 comentários

Comentar post