Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cantinho da Casa

Cantinho da Casa

660 - Deliciosa praia

24.06.10, Maria Araújo

Ontem, a noite de São João foi passada aqui neste cantinho. Estava uma noite fresca. Aquele burburinho das pessoas que andam na rua com os martelos e o som dos altifalantes na avenida, eram este ano fracos. De quando em vez, ouvia-se o som de um martelo e/ou da vuvuzela(parece que pegou moda também), mas nada como antigamente.

Tenho a sorte de , nas traseiras  do meu prédio, ver o fogo de artifício. Nada de fabuloso, como o que vi ontem na TV em directo do Porto. Óbvio que um fogo de artíficio no rio, tem outra magia.

Estava com ideia de ir à praia logo de manhã, mas deduzi que estaria fraco, uma vez que a noite esteve fresca. Não pus o relógio a despertar. Precisava de descansar o corpo.

Acordei cedo, mas uma voltita ou outra na cama, acabei por dormir até ao meio-dia. Despertei com o telefone, que tocava.

Decidi arriscar uma visita à praia.

Chegamos por volta das 14horas. Tempo encoberto com o sol a espreitar.

Almoçamos numa esplanada e fomos para a praia.

Muitas pessoas na praia, como num dia normal de férias de Verão.

A praia estava óptima! Não corria vento, a maré cheia, mas serena.

Sentámo-nos a brincar com a bola, que a Sofia não dispensa.

Fomos ao banho. O primeiro impacto foi de frio. Mas a água estava deliciosa! 

De vez em quando ouvia-se um apito forte. As pessoas arriscavam ir mais longe na água. O nadador-salvador andava de um lado para o outro sempre atento. Grande responsabilidades a destes jovens.

Regressámos à toalha. O Sol ainda deliciava os corpos.
Passei por um soninho leve. A Sofia chamava-me para jogarmos a bola.

Nem sempre a ouvia.

Por volta das 18 horas decidimos voltar, mas a praia convidava a ficar mais tempo. (Um dia destes quero ver o pôr-do-sol. Adoro vê-lo descer no horizonte, junto ao mar).

Voltámos à esplanada para tomar um café e ela comer o gelado do costume.

No carro, e como sempre, ela encosta-se no banco, aconchega o casaco ao corpo e adormece.

Dias de praia como o de hoje não há. O Verão, na praia, quase sempre é ventoso ou nublado.

Amanhã é dia de Selecção, fico por cá.
Sábado, regresso à praia.