Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dia do Exército

por Maria Araújo, em 23.10.09

 

Ontem fui ao Mcdonald's almoçar  (coisa rara) com a minha sobrinha, sito na Avenida Central.

Aproximando-nos  da praça, vimos alguns carros dos exército, o que achei estranho, pensando  eu que que alguma coisa se passaria.

Quando entramos na avenida deparou-se-nos um grande aparato de carros blindados, tendas , material bélico, soldados, e muitos transeuntes que paravam para apreciar o arsenal em exposição.

Depois de almoçarmos, fomos a uma grande tenda onde estavam representadas as várias vertentes do exército.

 O sexo feminino estava muito bem representada,o que me orgulhou muito.  Falei com um mulher soldado, e fiquei a saber que há um colégio em Oeiras para as raparigas que querem seguir a carreira militar.

A pequena delirou com um teste que fez, com o apoio de um simpático soldado.

Saímos da tenda e perguntou-me: "Por que há soldados se não há guerra?"

Expliquei que há muitos anos os nossos soldados, como o tio Chico, que combateu na Guiné, combateram em África em defesa dos territórios conquistados pelos Portugueses, e que nessa altura, o serviço militar era obrigatório; actualmente os soldados têm a missão de prestar apoio nos países em conflito, como no Iraque (sem entrar em muitos pormenores), e de defesa do nosso país.

Expliquei que as mulheres foram para o serviço militar há poucos anos, pois antigamente só era permitido aos  homens porque estes tinham capacidade física para lutar. Mais tarde foi aceite a entrada de mulheres no exército, o que fez com que muitas jovens ingressassem nesta área.

Seguimos o nosso caminho com pena minha de não ter uma máquina fotográfica à mão para poder tirar uma fotos.

Hoje, de manhã cedo, tendo de ir ao banco mesmo em frente à praça da avenida, o aparato era ainda maior. Aproximei-me mas fui, de imediato, advertida que não podia passar. Vi que um grupo de soldados, muito jovens ainda, estavam a fazer uma demonstração de luta. Ouviam-se  tiros.

Saí do banco. Aproximei-me do local, onde já havia acabado a "luta" e fui dar uma volta pela praça, agora "munida" da minha máquina fotográfica (antes de sair de casa, lembrei-me do levento).

Foto daqui, foto dacolá, e aqui estão algumas das que gostei mais.

Amanhã vai haver mais demonstrações. Não tenho o programa mas, de tarde, voltarei lá e farei nova reportagem fotográfica.

 

 

 exercito 020 por romantica2008.

 

 

 

 

 exercito 022 por romantica2008.

 

 

 exercito 014 por romantica2008.

 

 

 

 

 exercito 010 por romantica2008.

 

 

 

 

 exercito 007 por romantica2008.

 

 

 

 

 

 exercito 004 por romantica2008.

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 24.10.2009 às 15:14

twice carapau, fizeste-me rir.
As ministras que se ponham finas, como dizem os meus alunos.
Beijinho
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 24.10.2009 às 15:13

Sem palavras.
Sempre haverá guerra, porque há muitos interesses e as armas falam mais alto que as vozes.
Beijinho
Imagem de perfil

De Carapaucarapau a 24.10.2009 às 14:18

Atenção Cantinho!
Firme, sen-ti-do!
A-pre-sen-tar ar-mas!
Descansar!
Será que aqueles misseis todos já estão apontados às ministras? :-)
Bjo.
Sem imagem de perfil

De comunicadoras a 24.10.2009 às 14:13

Sabe, amiga, eu sei que na realidade temos que estar preparados para os conflitos, quer aqui, quer em outros lugares do mundo, mas, mesmo assim , não deixo de ficar triste por ter que se gastar tanto dinheiro em preparativos para nos defendermos da guerra; seria muito mais interessante se o dinheiro fosse aproveitado para promover a paz, não é verdade?. O meu irmão e marido sofreram, obrigatóriamente os horrores da guerra na Guiné; muitos não tiveram a sorte deles!Infelizmente a guerra parece ser necessária; há a industria do armamento, muitos postos de trabalho em jogo e, portanto, penso que nunca teremos paz, munca teremos bandidos sem armas, às vezes mais sofisticadas do que as da própria polícia. Tenho que chegar à triste conclusão que o ser humano provoca a guerra, porque pensa que é um mal necessário e por isso vamos tê-la sempre, aliás, sempre a tivemos e não vai acabar: Não tenhamos ilusões!!! Um beijinho e um bom fim de semana
Emília

Comentar post



foto do autor


o meu instagram


Desafio - Foto da Semana


2º desafio de leitura

desafio

desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg



Encontros - eu vou

eu 1..jpg encontro 3º Encontro.png 4ª Encontro.png Selo 5º Encontro.PNG 6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D