Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fonte de juventude da/para a mulher

por Maria Araújo, em 03.08.09

 

 

Recebi o e-mail de uma amiga , Emília, uma portuguesa a viver há muitos anos no Brasil.

Uma senhora de 60 anos, muito fresca, irradiando alegria e boa disposição, gostaria de viver em Portugal, que adora.

Tendo eu um contacto para ver apartamentos e se possível, arranjar  um emprego para complemento da sua reforma, vou ajudar a minha amiga nesta mudança.

 

 

E-MAIL

 

Para quem não conhece, Lya Luft é uma escritora brasileira, professora e tradutora. Após um evento sobre o dia da mulher, ela fez o comentário abaixo:
 "Mês passado participei de um evento sobre o Dia da Mulher. Era um bate-papo com uma platéia composta de umas 250 mulheres de todas as raças, credos e idades. E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi. Foi um momento inesquecível... A platéia inteira fez um 'oooohh' de descrédito. Aí fiquei pensando: 'pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho? Onde é que nós estamos?'
 Onde não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado 'juventude eterna'. Estão todos em busca da reversão do tempo.
 Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas. Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas mesmo em idade avançada.
 A fonte da juventude chama-se "mudança".
 De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora. A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas. Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos. Mudança, o que vem a ser tal coisa?
 Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho. Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e, mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada, rejuvenesceu.
 Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos. Rejuvenesceu.
 Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol. Rejuvenesceu.
 Toda mudança cobra um alto preço emocional. Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza. Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.
 Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna. Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho. Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.
 Olhe-se no espelho...
 Lya Luft
 
 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De swt a 05.08.2009 às 20:21

Efectivamente chamo-me Lia. Mas não é diminuitivo de nada. O meu único nome próprio é Lia.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.08.2009 às 21:24

Bonito. Este nome, por cá, não é vulgar.
´Beijinho
Sem imagem de perfil

De swt a 05.08.2009 às 13:32

Todas as Lias são pessoas de grande clarividência! cough cough (isto é só tosse...eheheheheh)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.08.2009 às 18:14

Não me diga que também se chama Emília /Lia...
Tenho uma amiga de São Paulo que se chama Emília, Lia de diminutivo.
As poucas mulheres de nome Emília que conheço, são inteligentes.
Gosto do diminutivo, Lia.
Beijinho
Sem imagem de perfil

De comecardenovopt.blogspot.com a 05.08.2009 às 01:34

È muito sábia esta senhora! A cirurgia plástica é útil, contra isso não há argumentos, mas não tem a utilidade que a maioria das pessoas lhe dá; querem ficar mais jovens tirando rugas..., mudando o nariz.., acabando com os papinhos em volta dos olhos; esquecem, porém, o mais importante que é a cirurgia interior.., mudar aquilo que está errado na nossa vida...,, mudar as nossas atitudes perante ela e perante os nossos semelhantes..., não ter medo de trocar de caminho se este que trilhamos não é o mais conveniente, enfim..., não ter medo de arriscar e mudar para que sejamos felizes, tendo sempre em conta que só podemos fazer algo pelos outros se fizermos primeiro por nós. São essas mudanças interiores que farão que nos sintamos jovens apesar das rugas.., apesar das gordurinhas inconvenientes..., apesar do nosso narizito mal amanhado. Se fizermos este tipo de cirurgia, podemos enfrentar com segurança o espelho, pois não veremos rugas, mas sim um rosto alegre e um olhar cheio de brilho. Um beijinho e parabéns pelo post

Emília Pinto
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.08.2009 às 13:14

Adorei este comentário.
Sabe? Eu tenho, de nascença, um fissura do palato, com uma pequena deficiência da fala.
Fiz várias cirúgias, mas porque eram necessárias e porque eu queria.
Mas, agora que estou cota,ver as minhas rugas, os meus papos, mas com corpo de rapariga, sinto-me bem.
Já me propuseram, numa clínica, introduzir botox, na testa e nos cantos da boca onde as rugas são mais acentuadas.
Acredite que já passei por cirurgias dificeis, não sou piegas, mas esta de introduzir botox, não ma atrãi.
Gosto de mim, gosto do meu aspecto, sinto-me bem, por isso que se danem as rugas.
Cuido da minha pele, do cabelo, das mãos. Isso já me chega, porque o coração, esse está jovem e a mente ainda vai acompanhando o bem-estar do corpo.
Beijinho

PS.: Se for ao meu post de Dezembo/Janeiro de 2008, tenho lá uma foto minha. Poderá confirmar quem sou. Emaio tenho as de Peris, e estou no canto esquerdo, de óculos de sol, com um Top azul escuro.

Sem imagem de perfil

De comecardenovopt.blogspot.com a 05.08.2009 às 14:15

Iri ver! O Importante é isso mesmo: sentirmo-nos bem e éu acho que nunca seria capaz de me submeter a sofrimento só para parecer mais nova.Se fosse para ficar jovem.., aí sim...; agora, só para parecer, não, nada de botox nem facas. Bem.., é o que penso agora.., não estou livre de mudar de ideias. Evito dizer « desta água não beberei » Beijinhos e que se sinta sempre jovem

Emília
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.08.2009 às 18:10

De há uns anos a esta parte digo o mesmo "desta água não beberei" e "nunca digas nunca".
Beijinho

Comentar post



foto do autor


o meu instagram


Desafio - Foto da Semana


2º desafio de leitura

desafio

desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg



Encontros - eu vou

eu 1..jpg encontro 3º Encontro.png 4ª Encontro.png Selo 5º Encontro.PNG 6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D