Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



um almoço em Ponte de Lima

por Maria Araújo, em 18.04.17

Do grupo do ano passado cinco pessoas não puderam ir ao almoço.

Fomos nove, em dois carros.

O restaurante fica a curta distância da saída da auto-estrada.

IMG_2002.JPG

Um restaurante modesto,  o átrio com belas flores, o interior bem arranjado.

As entradas vieram para a mesa: favas estufadas, pataniscas, chouriços grelhados e broa.

Vinho tinto maduro.

O arroz de sarrabulho veio no tacho, os rojões em travessas regionais.

IMG_1999.JPG

Estava bom. Comemos bem.

Para sobremesa pedimos, pudim à Abade de Priscos pêra borrachona, gelado..

Bem servido. Contudo, não se comparava à  saudosa gastronomia do restaurante do senhor Cunha ( fica na nossa memória os bons pratos que cozinhava).

Conversa agradável e riso, muito riso

IMG_2014.JPG

Depois do almoço fomos dar um passeio pelo centro de Ponte de Lima.

O cinzento do céu e a temperatura agradável convidavam a fazermos o percurso da avenida dos plátanos, na margem direita do rio Lima onde se viam os amantes da canoagem que ora subiam ora desciam o rio.

IMG_2035.JPG

IMG_2032.JPG

IMG_2041.JPG

IMG_2045.JPG

IMG_2050.JPG

IMG_2049.JPG

IMG_2053.JPG

Estavamos em cima da hora para o regresso a casa.

Amanhã volta a azáfama da escola.

Os almoços ou jantares não são de mais. São os possíveis e com pessoas que sabem conviver.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o arroz

por Maria Araújo, em 18.04.17

Em janeiro de 2016 fui jantar a Ponte de Lima, o tradicional arroz de sarrabulho.

Soube que o dono do restaurante costumava  cortar o presunto de uma forma perigosa e que várias vezes fora alertado para esse seu jeito inadequado, e que ele respondia que sabia o que fazia, sempre cortara o presunto à sua maneira.

Uns meses depois deste jantar, foi-me comunicado que o senhor morrera. A cortar presunto.

A faca deslizou e matou-o (não sei os pormenores, apenas sei isto).

Desde então o restaurante nunca mais abriu, era ele o único proprietário, ninguém tomou conta do negócio.

Hoje, vamos a Ponte de Lima.  Vamos almoçar arroz de sarrabulho.

Os meus amigos almoçavam com frequência no restaurante Cunha

Vamos recordar o senhor Cunha.

19206632_htRDV.jpeg

(a minha foto à mesa do restaurante do senhor Cunha)

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia Mundial da Fotografia

por Maria Araújo, em 19.08.16

 

sapo.png

 

Festival Internacional de Jardins, 2016 -  Ponte de Lima.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o lanche

por Maria Araújo, em 18.08.16

 

IMG_20160818_174034.jpg

 

Em direto da Mercearia da Vila (uma das ótimas sugestões  para comer em POnte de Lima, do famoso Casal Mistério), o lanche de hoje consta de pão rústico com presunto, queijo, tomate e rúcula.

Logo não há jantar.

IMG_20160818_174514.jpg

DSC01856.JPG

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

3811_1086629891367518_2587703468432174596_n.jpg

 

Gerês

 

702895_976702659071158_1277263669_n.jpg

 Ponte de Lima

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

a gastronomia minhota

por Maria Araújo, em 23.01.16

é boa demais e em Ponte de Lima, tem um sabor especial.

A reserva, no restaurante Cunha, em Gandra,  foi feita por uma amiga (que conhece o serviço), éramos 15 pessoas das quais cinco eram homens.

Há muitos anos que não comia arroz de sarrabulho, ontem, foi o dia. Quando recebi o convite, comentei com a minha amiga "Arroz de sarrabulho à noite, ai, que me vai dar a trombose!"

Mas palavra dada, palavra cumprida! 

Comi que nem um abade (exagero). 

Adoro entradas e se estiverem como gosto, a minha refeição ficava por aqui... "e das sobremesas", diz a minha companheira que estava ao meu lado direito.

Então, vinguei-me nas entradas: chouriço caseiro na brasa, polvo à galega, chouriço crioulo e pimentos padrão. Seguiram-se ameijoas, servidas pelo empregado, estavam deliciosas. E molhar a broa naquele molho, ai!

O arroz de sarrabulho vinha acompanhado de rojões de porco, castanhas, batatas, sangue, farinhato, tripa, que adoro, e fígado (detesto).

Vinhos, branco e tinto, da região.

A sobremesa seria o pijama à moda da casa: gelado, abacaxi, morangos, bolacha (esta não está ali a fazer nada) , cobertos com xarope de chocolate e de morango.

Comi que nem um abade, estava enfartada. Depois do café, veio para a mesa um delicioso digestivo, super forte,  mas estava a precisar. Bebe, não bebe... bebi. E caiu tão bem! Não fosse este, acho que teria de tomar um chá de cidreira antes de dormir.

A companhia foi cinco estelas: conversa, risos, histórias, recordações.

E vem o próximo.

 

lola 023.jpg

lola 024.jpg

lola 026.jpg

lola 077.jpg

lola 086.jpg

lola 082.jpg

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Antes de deixarmos o espaço do Festival de Jardins, fizemos a nossa votação do jardim que mais gostamos e, coincidência, conheci e fotografei uma das projetistas do jardim eleito por nós, o "Reflexos Infinitos", da Áustria.

ponte lima 083.JPG

Fomos em direção ao centro da vila para um lanche num dos lugares mencionados pelo Casal mais "in" da blogosfera.

Antes de meter carro à estrada, consultei o blog deste simpático e muito bem informado Casal, pois não me lembrava do nome desse lugar, que não é um restaurante, mas uma mercearia, conforme aqui transcrito:

O ambiente 

A Mercearia da Vila é uma antiga mercearia com mais de 100 anos, totalmente restaurada. O balcão e os armários são anteriores a 1906, as balanças são autênticas relíquias e até o moinho de café antigo está exposto e restaurado. Dentro dos armários que cobrem todas as paredes da mercearia, há uma invejável colecção de brinquedos do tempo dos nossos avós: de carrinhos a aviões de corda, passando por caixas de música deliciosas. Nas paredes, há anúncios à papa Cérélac (do tempo em que ainda vinha numa lata) ou à "Novidade: a Super Farinha" Fortifex. Num canto, encontra um conjunto de latas, onde antigamente se guardava o chá, ou os magníficos chapéus de chuva de chocolate embrulhados em papel às cores."

 

E eis que nos aparece à frente a fazer canto numa pequena praceta, a Mercearia da Vila.

Entramos, quase na hora de fechar, estava apenas um casal com um bebé, fomos de imediato recebidos por um simpático casal de jovens.

ponte lima 126.JPG

Consultamos a lista, escolhemos sandes de presunto com queijo e rúcula ( a minha foi substituída por alface) e para beber, finos. Não arriscamos na sangria e/ou vinho ou champanhe porque eu conduzia e "se conduzir não beba".

Vieram as sandes para a mesa, um brinde à amizade e às saídas inesperadas, uma trinca na sande e eu, "alto aí que quero tirar fotografias!"

ponte lima 129.JPG

Quando o primeiro bocado de pão entrou na minha boca "ai, que delícia!" proclamaram as minhas papilas gustativas.

"Delicioso pão, delicioso presunto!"

Enquanto comíamos, observavamos a decoração do espaço, os brinquedos da infância, os guarda-chuvas de chocolate, a máquina de furos da Regina (que saudades!), enfim, foi o recordar da nossa infância.

ponte lima 122.JPG

ponte lima 120.JPG

Pensamos comer uma fatia de um dos muitos e variados bolos expostos no balcão mas já não aguentavamos mais nada, deixamos para uma próxima visita à Mercearia.

ponte lima 121.JPG

Pedimos a conta. A dona deste simpático lugar veio receber e foi então que nos disse que andava muito cansada  pois os dois jovens que nos serviram são estagiários.

ponte lima 134.JPG

ponte lima 140.JPG

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festival Internacional de Jardins

por Maria Araújo, em 31.05.15

 

Pnte de Lima.png

em Ponte de Lima, de Maio a Outubro.

Este ano o tema é a Água no Jardim, com onze participantes nacionais e internacionais :

- The Tamed Water -  República Checa

- H2O - Brasil

- Water Cycle Garden- Irlanda.

- Wuthering Garden - Itália.

- Make a Wish- Portugal.

- Aquarium - Polónia.

- Água, 1 ano no Jardim - Portugal.

- La Casa del Agua  - Espanha.

- Jardim Sensorial - Portugal.

- Le Jardin FA D'EAU - França.

- Infinite Reflections - Áustria.


O  Festival apresenta, também,  a 1.ª Edição do Festival de Jardins Escolinhas de Ponte de Lima.

Ponte de Lima ofecere ao visitante de tudo um pouco: golf, rio, canoagem, piscina, lazer, gastronomia, vinhos, feiras, caminhadas...E não se esqueçam que a gastronomia desta vila é sensacional.

Se passarem por lá, visitem, que vale a pena.

A minha visita aos Jardins foi assim...sem filtros. 

 

Água Domesticada

ponte lima 002.JPG

 

H2O

ponte lima 010.JPG

 

O Jardim do Ciclo da Água

ponte lima 020.JPG

 

Jardim dos Vendavais

ponte lima 021.JPG

 

A Água - Pedaço de Vida Subaquática

ponte lima 045.JPG

 

Água - Um Ano no Jardim

ponte lima 046.JPG

 

Jardim Sensorial

ponte lima 063.JPG

 

 O Jardim Fa d'Eau

ponte lima 068.JPG

 

Reflexos Infinitos

ponte lima 085.JPG

 

 

 Jardins Escolinhas de Ponte de Lima 

 

ponte lima 023.JPG

ponte lima 024.JPG

ponte lima 025.JPG

ponte lima 027.JPG

ponte lima 030.JPG

 

ponte lima 038.JPG

 

ponte lima 035.JPG

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)




Desafios de leitura

desafio

Selo 5º Encontro.PNG


Outro cantinho




https://www.instagram.com/mariaauroraaraujo/

Encontros

encontro MARCADOR



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D