Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



coisas do meu dia

por Maria Araújo, em 10.08.17

IMG_20170810_143757_930.jpg

 

Fui ao mercado comprar legumes e fruta.

Dirigi-me à senhora habitual, hoje com muitos produtos para vender.

Reparei nos figos.

Uma chinesa escolhia-os um a um, metendo-os no saco de plástico.

Enquanto escolhia os legumes, pedi à vendedora que separasse alguns figos para mim.

Não sei se esta ouviu o que lhe disse, e depois de perceber que a chinesa estava a entregar-lhe o saco, já cheio,  para pesar, continuei as minhas escolhas dos legumes.

De repente, vejo a chinesa a encher outro saco.

Perguntei à vendedora se tinha separado os figos que lhe pedira. Ela, que não ouvira, respondeu-me que não, ao mesmo tempo que dizia à chinesa que os figos da caixa eram meus. Esta não deu a mínima importância, continuava de cabeça baixa a escolher.

A outra recomendou-me que metesse os restantes num saco antes que ela os levasse todos, mas eu preferi dizer que  a deixasse, levaria numa próxima vez, se tivesse.

Às tantas, a chinesa ergeu-se, entregou o segundo saco à vendedora.

Olhei a caixa. Restavam onze figos.

E diz a vendedora: "leva-os senão ainda vai buscar esses que aí tens".

Fiquei desconsolada, mas trouxe os que ficaram.

E são bons, oh!, se são!

Adoro figos.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o tamarilho

por Maria Araújo, em 31.05.16

 Fui ao mercado municipal para comprar flores e alguma fruta.

Numa caixa junto aos pêssegos estava o tamarilho (conheço o nome, mas nunca provei). Comprei.

Chegando a casa, como sempre uma peça de fruta ao fim da manhã. Peguei num, lavei-o e levei-o à boca.

Imagino a careta que fiz. Atirei-o de imediato para a banca.
Horrível ! Amargo, algo picante, detestei.

Procurei como preparar e mr Google deu-me as informações que queria

Tamarillos.jpg

 

Descrição

O tamarilho também é conhecido como tomate arbóreo. Tem forma oval e é originário da América do Sul. A sua casca é vermelha ou âmbar. A polpa é de cor amarela ou alaranjada, ácida e ligeiramente doce, semelhante à do kiwi, tomate ou maracujá. As sementes que se encontram no interior do fruto são pequenas e comestíveis.

Como consumir

A casca não se costuma comer. Descasque com uma faca ou mergulhe em água a ferver, durante cerca de um minuto. Depois em água com gelo. Em seguida, a casca soltar-se-á com facilidade. Se não, repita os passos anteriores. Depois de descascado, pode comer-se cru ou cozinhado. É um fruto de sabor agridoce, habitualmente utilizado em saladas, guisados, compotas, geleias, sumos e recheios de bolos. Polvilhe com açúcar amarelo e coloque no frigorífico durante duas horas. Terá uma saborosa sobremesa.

Como escolher / manter

Os tamarilhos estão maduros quando estão ligeiramente moles. Devem amadurecer à temperatura ambiente. Depois de maduros, mantenha-os no frigorífico e consuma em poucos dias.

Nutrientes principais

Potássio, Cobre, Manganês, Fibra, Vitaminas A, B6, C, E e Tiamina.

 

 

397.jpg

 

Como não se pode desperdiçar o que se comprou, procurei receitas e este doce convenceu-me.

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

"devia ser presa!"

por Maria Araújo, em 07.04.16

marktkoopman04.gif

 

Fui às compras ao mercado municipal, finalmente a entrada principal estava cheia de agentes e "limpa" de ciganos, alguns deles com mau aspecto, por vezes receava passar no meio deles.

Estacionei o carro juto aos contentores de reciclagem, perguntei-lhes se podia deixar ali o carro, disseram-me que dependia de mim, pois ali não preciso de tirar o ticket, desde que demorasse pouco tempo, era comigo, o único senão seria passar o camião de recolha :

"Faça o que entender. Ali não precisa de tirar o ticket, mas se passar o camião, tem multa."

"Ena, não me lembrei disso! Então tiro o carro", comentei.

Já no mercado, vi uma senhora que vendia umas cebolas boas (as estrangeiras não prestam, prefiro dar mais e comprar das nacionais), perguntei o preço de quilo, respondeu-me " 2,00  € "

"Ah!" , foi o que me saiu da boca.

Responde ela: "Ah?! Não precisa de fazer ah, não há cebolas, estas são minhas e não posso vender por menos"
" Desculpe, eu disse ah, porque não esperava ouvir esse número, e eu acredito porque comprei cebola nova a 1,50 € "

Escolhi e comprei mais umas coisas. Às tantas, aproximam-se duas mulheres, fazem a mesma pergunta, a vendedora responde, e diz uma delas: "O quê, a senhora havia de ser presa! Olha cebolas a 2,00 € "

"Ser presa?! Não há cebolas, peço o que entendo, quer levar, leva,  não quer não tem de dizer que devia ser presa".

Diz a outra mulher: "Presa, sim, é preciso ter lata pedir 2,00 € por um quilo de cebolas".

E eu ri-me.

Não sou pessoa para regatear preços, quis as cebolas e paguei-as pelo preço que ela me pediu. Mas que foram caras, foram.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

a orquídea

por Maria Araújo, em 04.02.16

images (2).jpg

 

Fui cedo ao mercado municipal comprar frutas e legumes (come-se o que é plantado e colhido cá na terra, ajuda-se o pequeno agricultor). Vou sempre à mesma senhora (a regateira), comprar os legumes. E hoje, junto aos caixotes, tinha um balde com orquídeas. As senhoras aproximavam-se, perguntavam o preço, regateavam. 

Ouvi o preço, confirmei-o, e percebendo que as senhoras estavam indecisas, peguei num ramo e disse que ia levá-lo. Coloquei-o no carrinho das compras. Quando fez a conta avisei-a do ramo de orquídeas. Paguei e segui para a fruta, numa bancada em frente. Fiz as compras, segui para uma outra vendora para comprar cenouras e cebolas.

No caminho para a saída do mercado, ainda comprei batatas novas e bananas numa outra bancada.

Saí do mercado, não andara mais de 10 metros, sinto uma mão tocar-me o ombro ao mesmo tempo que dizia "olhe!".

Voltei-me, vejo uma senhora que me diz: " A senhora não me pagou a orquídea".

"Como não paguei a orquídea? Desculpe mas deve estar enganada", respondi.

"A vendedora disse-me que a senhora não pagou a orquídea, e ela é minha"

"A orquíedea é sua? Mas a senhora não me viu pegar nela, não disse nada, e vem agora dizer-me que é sua? Desculpe, a orquídea é minha e paguei-a."

De repente, veio-me à mente as compras que fiz e o valor que paguei e comentei: "Eu paguei. O que paguei à senhora está incluída a flor", virei-lhe as costas e voltei ao mercado.

Mal cheguei à regateira, perguntei: "Então a senhora disse que eu não paguei a orquídea?"

Não me deixando acabar a conversa responde ela: "Desculpe, enganei-me. A senhora pagou, sim, fiz confusão com outra pessoa."

Fiquei tão zangada que nem vira que a outra viera atrás de mim, quando a regateira lhe diz: "Não foi esta senhora, eu confundi".

"Sou sua cliente há muito tempo, nunca lhe devi nada, e eu avisei-a que tinha a flor comigo e que ia levá-la", voltei a repetir.

A outra pega em dois ramos verdes e diz: "Desculpe, para a compensar  deste engano ofereço-lhe este dois raminhos."

E foi então que percebi e comentei: "Então a senhora é a dona das orquídeas! Mas porque não me disse? E porque me deixou andar nas bancadas aqui perto e quando saí do mercado a senhora veio ter comigo?"

E vim embora a pensar que a dona das flores devia ter andado a vigiar-me o tempo todo que estive ali perto a fazer as outras compras e, certamente, esperava que eu voltasse atrás para pagar aquilo que estava pago.

E agora, imaginem as pessoas que olhavam para mim quando ela me tocou no ombro e disse que eu não pagara a orquídea. Mas não me afectou porque, como diz o provérbio "quem não deve não teme".

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

"dê-me o seu bilhete"

por Maria Araújo, em 27.08.15

EP8S3UKG.jpg

 

fui ao mercado municipal fazer as minhas compras de fruta e legumes. costumo levar o carro quando tenciono abastecer-me para quinze dias.

estaciono em frente à entrada do mercado, vou à máquina tirar o bilhete, estou a meter as moedas e, de repente,  surge um gajo que quase se cola a mim. olho-o com ar de aborrecida , "olha lá vem este cravar-me" , pensei, e diz ele: " dê-me uma moedinha. vai tirar o bilhete?"

"claro que sim, não vê que estou a meter as moedas?"

"ah! à quinta-feira, aqui no mercado, não é costume passarem multas", responde o gajo ao mesmo tempo que se afasta.

e digo eu: "era o que faltava não o tirar. multavam-me. quem ia pagar a multa, você?"

mas há quinze dias, um homem dos seus 40 anos, com bom aspecto, aproximou-se de mim e veio com a mesma treta.

convicta de que compraria poucas coisas, não levei o carrinho das compras. mas vi marmelos, tomate cherry e outras produts que até me interessavam.

costumo comprar  quase tudo numa senhora ( as lavradeiras, que não têm bancada) que faz preços mais baratos se trouxer o que lhe resta. hoje tinha  marmelos,  5kg, tomate cherry, cerca de 2 kg,  e feijão verde, comprei tudo,acabei por trazer o meu saco estava cheio de compras.

não podia carregá-lo sozinha, pedi à senhora que me emprestasse um saco para dividir as compras, equilibrar o peso e levar tudo de uma vez.

mas a senhora, que já se habituou a que compre os seus produtos, ofereceu-se para me ajudar a levar o saco ao carro. eu não queria, ela insistiu, pediu à vendedora do lado que deitasse uns olhos  aos seus produtos, e lá fomos as duas.

chegamos ao carro, agradeci-lhe, ela dá-e dois beijinhos e agradece-me.

e quem agradeceu ainda mais, fui eu.

abro o carro, meto o saco e, quando tal, vem o gajo à minha beira e pergunta: "vai tirar o carro?"

"não sei".

na verdade ia ver quanto tempo me faltava para tirar o carro, pois ainda queria voltar ao mercado e ir às bancadas comprar mais alguma fruta. vi que faltavem 6 minutos, mas o gajo irritou-me de tal forma que entrei no carro. quando estou para sair do estacionamento, diz ele: " dê-me o bilhete. é que se ainda tiver tempo para gastar, dou a outra pessoa."

eu não devia ter dado, mas dei.

e eis que se dirige a uma senhora, que acabara de sair do carro, e dá-lhe o bilhete.

falta saber quanto a senhora lhe deu...normalmente estes fulanos reclamam se damos 10 ou 20 cêntimos.

eu meti na máquina 40 cêntimos, tinha 20 minutos para fazer as minhas compras.

e ela?!

a minha primeira multa, e espero que a única, foi causada por um fulano destes que insisitiu que ali, em frente ao hospital São João, era pertimido estacionar.

como eu, várias pessoas estacionaram.

quando vou para o carro, já da parte de tarde, tinha uma multa... tinha  estacionado num lugar destinado a paragem/descanso de autocarros.

na altura a moeda era o escudo, paguei 12 contos,  agora 60 euros.

desde então, nunca mais quis estes gajos por perto.

se não tiver alternativa, dou a moeda, mas prefiro estacionar longe deles a vê-los à minha frente.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando a moda vai ao hipermercado

por Maria Araújo, em 04.03.14

 

 

 

Ainda não deixamos a roupa de inverno, ansiamos as roupas leves e frescas de primavera, e os designers lançam a próxima coleção de outono-inverno 2014-2015.

Vemos as fotos em vários blogs e sites de moda e não nos passa despercebido que as sapatilhas estão na moda, mas na moda chique.

Costumo clicar neste link e ver o que se passa no mundo da moda de rua e não só.

Hoje, vi estas fotos.

Não querendo ser a cópia exacta de quem publica nesta blogosfera, cliquei aqui (nos meus favoritos) e cheguei lá.

A moda Chanel "foi" ao mercado  grand palais. 

Modelos de inverno confortáveis, elegantes, bonitos como só a Chanel ...desta vez com as intemporais sapatilhas.

Gosto, mas não tenho idade para estas modas urbanas... Fosse eu mais jovem!

Mas uso estes, com calças, saias ou vestidos e ficam tão bem!

E agora, vejam a moda (no hiper simulado no Grand Palais) e as sapatilhas também.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais, aqui.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Braga capital do comércio

por Maria Araújo, em 22.12.13

 

Ontem foi a RTP.

Hoje , em Priscos, com o "Presépio vivo", temos a TVI

Lamentavelmente, o tempo não está a ajudar à saída de casa, às compras, ao passeio pelo centro da cidade.

Eu fico por aqui, com o meu crochet.

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mercados genuínos

por Maria Araújo, em 08.12.13

são estes, onde podemos comprar o que é tipicamente Português.

Os meus olhos deliciam-se com tudo isto.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Enquanto a noite branca

por Maria Araújo, em 04.09.13

não vem, já no próximo sábado, "temos o dia branco"  (fotos captadas hoje de manhã).

 

 

 

Ainda só temos a rua de São Marcos coberta de branco, logo,logo, estarão as outras ruas do centro da cidade.

Mais uma noite branca, com ótimos cantores (gosto do David Fonseca) e que seja tão boa ou ainda melhor que a 1ª noite de 2012.

Adoro estas festas de rua. Convidam ao convívio direto, ao riso, à conversa.

 

 

 

Claro que vou. Não podia faltar, nunca.

 

 

 

PROGRAMA OFICIAL: ... ABERTURA DO ESPAÇO

 

Hora: 10H00

 

 

CONCERTOS PRINCIPAIS

 

Local: Praça do Município

 

18H30 – Mónica Ferraz

 

23H00 – Mariza

 

01H00 –David Fonseca

 

03H00 - Funk You 2  

 

 

HELIOSPHERE

 

Local: Praça da Republica

 

Hora: 21H30 e 23H00

 

Acrobata suspenso num balão de hélio, explora o espaço das ruas do centro histórico e espreita pelos telhados. Usando música, luzes e um local ao ar livre, os Heliosphere criam a ilusão de voar. Um enorme balão de cores, que ilumina a noite e pode elevar-se 20 metros em segundos. O impossível torna-se possível.

 

WHITE MARKET

 

Local: Avenida Central

 

Hora: 10H00 até às 20H00

 

 

PALCO AR QUENTE

 

Local: Largo do Paço

 

Hora: a partir das 18H00

 

Este espaço está destinado a uma programação de espetáculos de diferentes estilos do mundo. Está previsto nesta viagem de balão, percorrer o folk tradicional, o indiano, sons do brasil e sons da Jamaica, entre outros

 

CONCERTO COMUNIDADE

 

Local: Praça da República

 

Hora: 22H00

 

Uma performance única e irrepetível. O material apresentado terá como ponto de partida a cidade de Braga, as suas características e tradições e os significados subjetivos destas vivências nos participantes do projeto. No mesmo palco e sem hierarquias haverá representantes de bandas como Mão Morta, Mundo Cão, Peixe:Avião, Monstro Mau, Long Way to Alaska, Td3, Balão de Ferro, At Freddy's House, LaLaLa Ressonance ou Astroboy, por exemplo, juntamente com músicos fortemente ligados à música erudita (Conservatório Gulbenkian) ou tradicional. A este grupo juntam-se comunidades musicais de Braga e músicos individuais que aceitaram o desafio de participar, tocando (como no caso do Compasso Quat) ou cantando, (GaTuna ou Coro Académico da Universidade do Minho). O espectáculo será dirigido por Tim Steiner, que conta poder envolver toda a audiência em momentos performativos de grande impacto e participação, algo em que tem larga experiência.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)



desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg

6º Encontro Bloggers

6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

2º desafio de leitura

desafio



Outro cantinho



Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D