Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Já só faltam 15 dias

por Maria Araújo, em 17.08.17

para a festa mais gira da cidade de Braga.

 

 

Digam o que quiserem: que é muita gente,  que há muita confusão, que  não se pode ver os espectáculos como se deseja...mas é a festa da cidade que mais gosto.

 

Noite Branca Braga.png

Fiquem com o programa da Noite Branca 2017, a festa da minha cidade. É que já só faltam 15 dias para as noites mais alegres, e que fecham a época de verão, e está na hora de programarem os vossos fins de semana ( caso desejem participar da noite mais gira de Braga).

Eu sei, senhora e senhor Moralez, que nestas datas têm a corrida mais louca do planeta. Mas diz o ditado que "o prometido é devido", fica cumprida a minha missão.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

eu disse, não disse?

por Maria Araújo, em 09.08.17

à amiga Afrodite, cujo filho é adepto do Braga, e foi ver a bola a Lisboa, que os guerreiors iam levar três do Benfica.

Estamos a 15 minutos do final, ainda há muito para jogar, e o nosso clube já leva os ditos três.

Valha-me Deus!

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o Folclore Sul Americano

por Maria Araújo, em 23.07.17

O 19º Festival de Folclore de Braga tem sido um sucesso ao longo dos anos (só no ano passado  tive consciência do que é este festival) teve um numeroso público, à noite mais selectivo, hoje de tarde, um público domingueiro, dos arredores.

Chegou ao fim, com muito sucesso para o grupo de Espanha e dos países da América do Sul (Chile e Colômbia),  guarda-roupa muito interessante, gente jovem, bons dançarinos. 

A  qualidade da imagem dos vídeos é fraca, não tenho o programa de correcção automática, fica o que consegui captar do telemóvel, durante estes três dias de folclore do mundo.

 

 

 Rusga de S. Vicente - Braga

IMG_20170722_235625_1CS.jpg

 

Coros y Danzas de Ronda - Espanha ( ensaio na Avenida)

IMG_20170723_170422_1CS.jpg

 

 Ballet Folclorico Experimental “Estada” - Colômbia

IMG_20170723_182739.jpg

IMG_20170723_182706.jpg

IMG_20170723_181452.jpg

 IMG_20170723_181121.jpg

 

 

Ballet Folclorico Municipal Rancagua - Chile

IMG_20170723_184321.jpg

 E o público dançava, pois então.

 

IMG_20170723_173116_1CS.jpg

IMG_20170723_184454.jpg

 

 

 

Resultado de imagem para imagem de video

 

Espanha (ontem)

 

 

 Colômbia ( hoje)

 

 

 

 Espanha ( hoje)

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

19º Festival de Folclore de Braga

por Maria Araújo, em 23.07.17

 

 Ballet Folclórico Municipal Rancagua (Chile)

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Braga eventos

por Maria Araújo, em 22.07.17

Começou o 19º Festival de Folclore de Braga, na Avenida Central.

Estava uma noite fresca, mas como gosto destes eventos à noite, gosto de folclore, de ver os fatos e danças dos vários pontos do globo, fui.

A América do Sul está bem representada pela Argentina, Colômbia e Chile e mais para cima, na América Central, o México.

A Argentina começou com um tango que deixou o público em êxtase. As outras danças e o vestuário foram as do folclore das pampas argentinas.

O Chile estava bem representado por um grupo de professores e alunos de uma universidade, dançaram muito bem. Adorei.

O México esteve muito bem, era um grupo novo, estreou-se nestas viagens precisamente em Braga.

O grupo da Colômbia, bastante jovem, não trouxe grupo de músicos, as danças foram todas ao som de música gravada. 

Mas foi demais! Muito, muito bonitas as danças, as vestes, a graça dos movimentos destes dançarinos.

Estavam outros grupos, da Lituânia, utro estilo de dança, mais simples e clássico.

Faltou a do Canadá, que não vi.

Hoje à noite, há mais grupos, estarei lá para ver.

 

 

bailarinos da Colômbia

IMG_20170721_234203_1CS.jpg

IMG_20170721_233246_1CS.jpg

 

Chile

IMG_20170721_232839_1CS.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salvador Sobral

por Maria Araújo, em 09.07.17

Theatro Circo "quase" cheio ( explico já este quase) o espectáculo começou com uma melodia jazz, em inglês.

À terceira canção o cantor cumprimentou a audiência. Começa o diálogo com o público,  com algum humor, apresenta os músicos: o pianista, espanhol, que teve o prazer de ser seu convidado para este espectáculo; o contrabaixo, que diz ter comentado que em Braga as mulheres são as mais bonitas do país; o baterista, que também comentara que elas são as mais feias.

Palmas e mais palmas, algumas bocas masculinas da audiência, não sei se a provocá-lo, a verdade é que Salvador Sobral cantou e contou histórias, de uma forma timída, mas segura, que encantou o público.

Retirava-se do centro do palco, ora sentava-se junto do piano, ora afastava-se para as partes laterais do palco, era a vez de os músicos mostrarem a sua performance. Voltava ao centro do palco, continuava a canção. De quando em vez, improvisava com a sua fantástica voz, ora melodiosa e baixa, ora rouca e alta qual alma cigano a gesticular e cantar para o seu povo. 

Chegou a altura que falou da sala de espectáculos de Braga, sendo a mais bonita da Europa. Muitas palmas, ao que ele comenta que não tinha passado por nenhuma, não podia comparar, ainda não chegou a altura de ir a um Olympia, mas que a sala é muito bonita, é.

Histórias da irmã, do sobrinho, de si próprio, algum humor contido, talvez, eis que fala naquilo que em vários espectáculos eu reparara, e já comentara com uma das funcionárias da bilheteira.

" O concerto estava esgotado há muito tempo, algumas  pessoas comentaram que não conseguiram bilhete e afinal a sala não está cheia. Vêem-se uns quinze lugares vagos", comenta ele.

E o público aplaudiu.

Estava eu no 1º balcão, tinha uma visão da sala que os da plateia não tinham. 

No início do espectáculo estavam duas filas vazias. Mais tarde vi que algumas pessoas ocupavam alguns lugares.

Do outro lado, aqui e ali viam-se uma ou duas cadeiras vagas.

Num dado momento em que Salvador Sobral comunicava com o público, as luzes eram dirigias para este, fiz a contagem dos lugares vagos. Nas duas filas com menos lugares ocupados, contei 20 cadeiras. Do outro lado, mais dispersos, contei cerca de 13.

A verdade é que são vários os espectáculos que vou  que não consigo bilhete para a plateia e no dia do espectáculo aquelas filas (são sempre as mesmas) nunca têm ninguém.

E foi com as palavras do cantor que pensei: " Estes lugares são oferecidos a individualidades, empresas e organizações."

Não sou contra, mas duas filas vazias é muito, tira oportunidade ao público de ver  os espectáculos que gosta. 

Voltando à sua actuação, confesso, adorei!

O final, depois de muitos aplausos, voltou ao palco, sozinho. Sentou-se ao piano, contou mais umas histórias até que, emocionado, diz que vai cantar um medley que dedicava a uma pessoa muito amiga, que fez muito por ele, aliás, fez muito por muita gente e a melhor dedicatória que podia oferecer-lhe,  porque ele " morreu ontem...", para o Francisco estas canções. 

O público escutava, não se ouvia uma mosca. 

No final, os músicos juntaram-se ao cantor, os agradecimentos habituais, e os segundos que ele  prometeu que dava para tirarem as fotografias.

Digam o que disserem de Salvador Sobral, no palco, é Excelente.

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

é hoje

por Maria Araújo, em 08.07.17

dentro de uma hora, que vou estar no Theatro Circo para ver e ouvir este cantor que tem dado que falar nos últimos tempos.

 

Sem Título.png

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

o livro do desafio

por Maria Araújo, em 30.06.17

da MJ, que recebi este mês é o clássico português "Os Fidalgos da Casa Mourisca".

Ando a lê-lo, quero cumprir a leitura para o livro seguir outro destino, mas acontece que sempre que pego nele, e porque tenho dormido poucas horas nesta última semana, adormeço.

Esta noite deitei-me às 2h, tem sido a hora normal, porque me sento no sofá a ver um pouco de televisão, estaja ou não a dar programa que me agrade, adormeço. Acordo, entretanto, preparo-me para ler na cama, leio cinco, seis páginas e adormeço.

Há dias, procurei nas minhas prateleiras se tinha o livro, para o caso de não conseguir lê-lo até à data de envio. Tinha a certeza que constava das obras dos meus autores portugueses.

Procurei e não encontrei. De quando em vez, nas minhas arrumações, desfaço-me de alguns livros que não vejo grande interesse. Mas sei que não iria desfazer-me dos nossos autores. O mais provável é que tivesse emprestado e ficado sem ele, como os da colecção completa de Eça de Queirós, que me faltam três. Felizmente, em conversa com a Sofia, descobri que tinha levado para casa dois, mas com a minha autorização. E eu esquecera. Que alívio!

Há pessoas que têm um memória incrível, lembram-se de histórias passadas, contam-nas com orgulho como se as vivessem agora. Eu não tenho. Se há histórias que vivi que ficaram para sempre, outras há que não me lembro de nada.

Hoje de manhã acordei com frio, não conseguia adormecer, voltas e mais voltas na cama, o meu pensamento foi para o livro.  Li os clássicos todos, tinha a certeza que " Os Fidalgos da Casa Mourisca" existe na minha prateleira dos meus livros e do meu pai.  E veio-me à memória um livro velho,  cor-de-rosa, que quase garantia a mim mesma que era este.

Durante a manhã esqueci o assunto. Há pouco, vendo o livro do desafio, lembrei-me de o procurar de novo. Nos livros de colecção não estava, já tinha procurado antes, não tenho nada de Júlio Dinis. Numa das prateleiras onde estão os velhinhos dicionários de Português, de Latim, de Francês, que eram da minha irmã mais velha, lembrei-me que poderia estar juntos destes.

Lá estava ele. Sorri. A lombada rasgada e descolada.  Na primeira página está escrito o meu nome e morada ( algo que raramente registo). Talvez naquela altura tivesse mais cuidado em saber a quem emprestava os livros.

A edição não tem data, mas registado está : Nova Edição, conforme a segunda, actualizada na grafia. Trabalho do Dr. Egídio Guimarães, Bibliotecário-Arquivista. Livraria Cruz, Braga.

Não cumprindo o prazo na leitura deste livro do desafio da MJ, tenho o meu velhinho livro " Os Fidalgos da Casa Mourisca"  já na mesa de cabeceira para continuar a minha leitura.

IMG_20170630_145400_1CS.jpg

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

foi o Santo António

por Maria Araújo, em 14.06.17

vem o São João, 

enfeitam-se as montras

para a animação.

 

Todos os anos, na mudança das estações, no dia das bruxas, no natal,  no carnaval, na páscoa, e agora no São João, as duas entradas do laboratório de análises clínicas sito na Avenida da Liberdade, são decoradas como manda o figurino.

Hoje, por acaso, passei à porta e...

tecto da entrada principal

IMG_20170613_114908_1CS.jpg

 a montra dentro

IMG_20170613_114902_1CS.jpg

do lado de fora

IMG_20170613_114841.jpg

IMG_20170613_114805_1CS.jpg

Apesar do calor que estava, precisava de sair e resolver uns pequenos assuntos. Uma volta pelo centro, salvo duas ou três montras da cidade estavam decoradas alusivos à festa popular. Ainda falta alguns dias, muitos lojistas deixam para mais tarde as decorações das montras.E eu gosto de as ver e fotografar.

montra.png

E Braga está a preparar-se para o São João que já começa hoje, dia 14.

A programação aqui.

IMG_20170613_162846_1CS[1].jpg

IMG_20170611_112240_1CS[1].jpg

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensei que fosse para fazer um favor

por Maria Araújo, em 21.05.17

e um deles não descer de divisão.

Mas afinal, não.

Que vergonha!

Braga.png

Porto.png

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)



desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg

6º Encontro Bloggers

6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

2º desafio de leitura

desafio



Outro cantinho



Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D