Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




raspadinhas

por Maria Araújo, em 09.02.17

Jogo o euromilhões há cerca de oito anos com uma grande amiga.

Registo, semanalmente, o boletim, faço as contas, envio-as por e-mail.

As contas estão em ordem, nada falha. Ela confia em mim, só vê se me deve dinheiro ou não.

Dos poucos prémios que temos ao longo do ano, que não vão além de 8 euros, uso-os à medida que o dinheiro de cada uma de nós acaba.

Quando não há dinheiro em caixa, pago e depois acertámos as contas.

Ora no início de Janeiro fechei as contas de 2016.

Para começarmos 2017 do zero, em caixa ficara 1 euro, decidi comprar uma raspadinha nesse valor.

Da raspadinha que comprei, tivemos um prémio muito bom: 1 euro!

As últimas semanas tenho ido registar o euromilhões a uma das casas de jogo do centro da cidade, reparara que as filas que habitualmente se formavam, sobretudo pessoas idosas que compravam rapasdinhas, não haviam.
Segunda-feira, fui registar o euromilhões, levava a raspadinha premiada para trocar por outra de igual valor.

Reparei que a casa estava vazia.

Dirigi-me ao balcão onde estavam os três funcionários do costume, entreguei os talões do euromilhões ( sem prémio) e quando lhe mostrei a raspadinha, diz-me que não tem.

Achei estranho, apeteceu-me perguntar porquê.

Respondeu-me com ar indignado com a mesma pergunta " porquê?!, ao que eu insisti que gostava de saber porquê.

Foi então que, antipático (felizmente os outros são bem mais sorridentes) disse:

- Não temos raspadinhas porque o patrão não quer. Olhe não faltam raspadinhas por aí, troque num qualquer ponto de venda.

Raramente compro raspadinhas, saí da loja a pensar onde poderia trocar a que trazia até que me lembrei que, perto de lá, tem um ponto de venda com todo o tipo de raspadinhas.

No balcão, mostro-a à jovem funcionária (ou filha de patrão, provavelmente) que  me respondeu isto: " Não temos raspadinhas de um euro".
Fiquei a olhar para ela, via tantas raspadinhas à minha frente, ao que, mais clara, disse: " Só vendemos raspadinhas de dois euros para cima".

E saí da casa a falar para o meu decote: " Caramba. Num lado, o patrão acabou com a venda das raspadinhas, está a casa às moscas com três funcionários ao balcão a olhar a porta para ver quem entra. Noutro, são finos demais, só vendem raspadinhas superiores a dois euros. Desta forma, os cliente não vão lá."

À tarde, fui ao centro comercial onde tem um ponto de venda ( deve ser o que mais jogo vende na cidade), e troquei-a.

E é isto. Eu que raramente compro raspadinhas,  não fazia a mínima ideia que uma Casa da Sorte ou Casa Campião podem não querer vender um determinado produto, no caso, as raspadinhas.

 

Sem Título.png

 

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Existe um Olhar a 10.02.2017 às 10:30

Casos insólitos que contas. Por cá vejo ainda imensa gente a comprar raspadinhas e a jogar no euromilhões.
Será que as pessoas já estão endinheiradas, ou simplesmente não querem arriscar porque desacreditaram na sorte?

Beijinhos Maria
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.02.2017 às 12:34

As pessoas, sobretudo as mais velhas, gastam muito dinheiro nas raspadinhas, na esperança que lhes saia um bom prémio.
Não me parece que desistiram, mas porque agora não vejo as filas na casa de jogo habitual, foram para outros pontos de venda.
Eu não sou sortuda no jogo, mas como há anos jogo com a minha amiga, vai-se tentando.
No dia em que ela quiser desistir, vou por ela.
Beijinho
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 10.02.2017 às 04:07

Vivo na Meca do Jogo mas não tenho minimamente espírito de jogador.
Não jogo nada!
Bfds
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.02.2017 às 12:35


E que Meca, Pedro.
Eu nunca fui tentada pelo jogo, também.
Jogo no euromilhões com a minha amiga, senão, jogaria uma vez ou outra.
Não quero ser milionária.
Imagem de perfil

De Papagaio Giló a 09.02.2017 às 21:44

Às vezes também jogo, por brincadeira!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 10.02.2017 às 12:46

Quando o euromilhões custava 4 euros, se pagasse com uma nota, por vezes pedia uma raspadinha de 1 euro.
Tinha vergonha de a pedir, a sério. Talvez por associar o jogo a pessoas que desejam ser ricas e gastam o pouco que têm nelas.Eu não sou nem pretendo ser rica. E se um dia me sair, além de dividir com a minha amiga, tenho muita família, dava um bom bocado a todos.



Comentar post



foto do autor


instagram@mariaaraujo


desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg

2º desafio de leitura

desafio



Encontros - eu vou

eu 1..jpg encontro 3º Encontro.png 4ª Encontro.png Selo 5º Encontro.PNG 6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR

Outro cantinho





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D